Em sepultura:

Sabe o papo do Iggor e Max produzidos pelo James Murphy à la White Stripes?

>>

* A gente publicou na Folha de S.Paulo no domingo (revista “Serafina”) e ontem aqui na Popload, “com exclusividade mundial”, que os irmãos Cavalera estão para gravar um EP com o gênio James Murphy. Seria uma nova fase do Cavalera Conspiracy, a banda dos fundadores do Sepultura, o “artigo musical” brasileiro mais conhecido no mundo, 20 milhões de discos vendidos no planeta.
Murphy quer, como condição de trabalho, que Max e Iggor gravem sozinhos, como dupla, tipo White Stripes: bateria e guitarra e nada mais. Está tudo aqui.

Apenas que o jornalaço inglês “Guardian” se interessou pela história e…

>>

Max Cavalera no Cine Joia: "Vamos destruir essa po**a"

>>

* A casa de shows Cine Joia experimentou uma programação “de cinema” neste final de semana, com o perdão do trocadilho. Numa noite, a do sábado, a estrela paraense Gaby Amarantos fazendo uma versão tecnobrega de Kraftwerk. No outro dia, Max e Iggor Cavalera, ex-Sepultura, receberam o baterista Brann Dailor, do Mastodon, para uma cover de Black Flag.

O show do Cavalera Conspiracy foi acidental. Primeiro estava marcado para o Espaço das Américas, porque ia ter Slayer e o próprio Mastodon no pacote metal. Não rolou. Depois foi fixado no sábado no Via Mercês, ex-Broadway, apenas com o CC. Não rolou também. Tretas logísticas de várias ordens nos dois lugares prévios empurraram o show para o Cine Joia, em nova data, o domingo. Tudo para não deixar na mão os numerosos fãs de Max, Iggor, Cavalera Conspiracy, Sepultura, muitos com ingressos comprados e acompanhando a dança dos lugares.

Com uma operação de emergência, a apresentação dos Cavalera foi erguida na unha. E foi linda. O Cine Joia nunca teve tantas e tão grandes rodas de pogo (imagem acima), todas ao comando de Max Cavalera, que, “mal agradecido” com o lugar que acolheu, ainda gritava: “Vamos destruir essa porra”.
Tadinho do Cine Joia, hahaha

O show foi, surpresa, pesadíssimo, mas extremamente “organizado” dentro da trasheira que sai do quarteto brasileiro-americano. Músicas do Cavalera Conspiracy era misturadas às pauleiras do Sepultura e tudo soava uma sinfonia metal. Vinha de qual banda viesse, as canções, saídas da voz podre de Max, no espancamento da batidas de Iggor e no acompanhamento vocal selvagem da galera, eram de certo modo incrivelmente pop.
Por isso, eram todas incondicionamente cantadas aos urros pela plateia. E pelos filhos de Iggor e Max, que batiam cabelo forte tanto no palco, em participação especial, quanto na plateia. A família Cavalera, depois de um tempo confuso anos atrás, está mesmo bastante unida.

Confira o setlist do show do Cavalera Conspiracy e veja os vídeos de “Sanctuary” e “Inflikted”

Fotos instagram: pogo, de @niperboaventura, e setlist, de @kbralx.

>>

Metal, babe. Show do Cavalera Conspiracy acaba no Cine Joia, neste domingo

>>

* Os históricos irmãos Cavalera, que juntos botaram o Brasil no mapa mundial coestrelando a velha formação do almighty Sepultura, foram confirmados para show amanhã em novo endereço, depois de uma semana conturbada. O Cavalera Conspiracy, banda que foi formada pelo vocalista Max em Phoenix, EUA, e que tem o irmão Iggor na bateria, a princípio ia se apresentar com Slayer e Mastodon num grande evento metal no Espaço das Américas. Com a não-vinda anunciada das atrações gringas, o show da semigringa Cavalera Conspiracy foi levado ao Via Marquês, onde aconteceria neste sábado. Um desentendimento logístico, por fim, levou o concerto metal dos irmãos Cavalera para o Cine Joia neste domingo, 18. No vídeo acima, Max e Iggor prometem um loooooongo show, para comemorar o fim da turnê.

Os ingressos antes vendidos para as duas casas de show anteriores seguem valendo no Joia. Novos ingressos podem ser adquiridos aqui. O show está previsto para as 22h. Não haverá banda de abertura.

Na sexta-feira, o Cavalera Conspiracy se apresentou no Rio de Janeiro. Quase demoliram o Circo Voador, segundo relatos. Primeiro fora do palco, quando a banda atrasou muito para entrar em cena e o furioso público já intrinsecamente furioso fez chover objetos no palco, elegendo os roadies como vítimas. Depois, Max entrou com a guitarra e dizendo “A hora chegou”, a demolição foi sonora. Muitas músicas do Sepultura foram tocadas na apresentação, como “Arise”/”Dead Embrionic Cells”” juntas, “Territory”, “Refuse/Resist” e “Roots Bloody Roots”, do bis.

>>

>>

DJ Marky é maestro de hits da eletrônica em SP

>>

* Na última sexta-feira o figuraça DJ Marky, rei do drum’n’bass e histórico DJ da cena eletrônica brasileira, que no exterior está para os clubes assim como o Sepultura está para o metal, bancou uma de maestro no Cine Joia, em São Paulo, em um evento especial chamado Technostalgia. Marky regeu duas bandas em mixagem orgânica e ao vivo de hits da música eletrônica de várias épocas, de Massive Attack a Chemical Brothers. De Daft Punk e Robin S a New Order e Roni Size. Foi classe. Um pouco mais ensaiado, sem o nervosismo de estreia e com a canja de palco adquirida com mais shows, o projeto não faria feio em uma turnê na Europa, por exemplo.

>>

Rock in Rio anuncia duas atrações do festival. De setembro do ano que vem

>>

* A fase de shows internacionais no Brasil está tão intensa que o festival Rock in Rio DO ANO QUE VEM já anunciou duas atrações: Sepultura (é internacional, vai) e o grupo francês Tambores do Bronx (ou Tambours du) estão confirmados no festival.
O festival acontecerá em sete dias de setembro de 2013.

Ok, ok!!! Voltemos à nossa programação normal.

>>