Em sgt peppers:

Comemorando 50 anos, “Sgt. Pepper’s” ganha versão turbinada e será relançado no fim de maio

>>

Beatles promovendo o disco em 1967. Foto de John Pratt/Keystone/Getty Images

Dia 26 de maio, será lançada a edição comemorativa de 50 anos do clássico “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, talvez obra definitiva da carreira dos Beatles.

O pacote inclui versões alternativas de cada uma das faixas originais, além de diálogos registrados em estúdio, 15 gravações extras das sessions e um livro com 144 páginas.

Paul McCartney, que vem ao Brasil no segundo semestre para quatro shows, dedicará uma parte das apresentações para comemorar o aniversário, é o que dizem. O mesmo Macca, em comunicado sobre o relançamento do disco, disse que é algo louco de se pensar que uma obra feita por quatro caras, um ótimo produtor e uma forte equipe de engenheiros de som continua sendo uma arte tão representativa.

Um das versões alternativas remasterizadas que estarão no box, da faixa título, foi divulgada pelo jornal inglês Guardian, e é algo nada menos que sensacional.

>>

Capa triste do “Sgt. Peppers”, reinventada com astros que nos deixaram em 2016, foi atualizada até com a Chape

>>

No início deste mês, mais precisamente no dia 9 de dezembro, a Popload e outros diversos sites e blogs web afora divulgaram uma triste arte feita pelo ilustrador Christhebarker, que reinventou a capa do icônico disco “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, dos Beatles, com personalidades que nos deixaram neste ano, além de outros fatos sociais agora históricos, tipo o Brexit (e o fim do Toblerone como o conhecemos).

Acontece que, com 2016, o jogo só acaba quando termina, e a arte, veja bem, precisou ser atualizada. Triste. Com as mortes recentes do astro pop George Michael e da famosa atriz Carrie Fisher, além da nossa Chapecoense, a capa, que já tinha Bowie, Leonard Cohen, Gene Wilder, Prince e Sharon Jones, ficou assim…

281216_sgtpeppers12

* E após este post, durante a madrugada, a imagem foi atualizada mais uma vez, infelizmente. Agora com a consagrada atriz Debbie Reynolds, mãe de Carrie Fisher que morreu apenas um dia após a filha. As duas aparecem iluminadas pelo R2D2, robô de Star Wars (tanto o ator que interpretava o robô quanto o designer que o construiu também morreram em 2016):

C01D2WZWQAAMoNL

* A capa “velha”, que saiu no início do mês.

>>

Uma montagem do Sgt. Pepper’s mostra como o ano de 2016 foi duro para o pop

>>

Não está fácil viver em 2016. O ano, que vai terminar em clima de luto por causa da tragédia da Chapecoense, começou logo com a perda do incomparável David Bowie, dando mostras de que nem tudo seriam flores.

Um ilustrador que utiliza o nick Christhebarker em redes sociais resolveu transcrever e relembrar em forma de arte as perdas que a cultura pop sofreu durante o ano com uma montagem da capa do seminal disco “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, dos Beatles, incluindo também fatos agora históricos, como o Brexit.

Enfileirados estão nada menos que 40 personalidades que nos deixaram neste plano em 2016, com menção honrosa para Lemmy Kilmister, do Motorhead, que morreu nos últimos dias de 2015. Além dele e de Bowie, outros nomes como Leonard Cohen, Gene Wilder, Sharon Jones e Prince estão na arte.

Pode parar, 2016.

091216_sgtpeppers2

>>

Flaming Lips, agora, vai fazer o "Sgt. Peppers" todo. Com a Miley Cyrus…

>>

Screen Shot 2014-03-17 at 11.46.25

* A news é basicamente assim. Wayne Coyne, o líder maluco do maluco Flaming Lips, teve a idéia de produzir um completo remake do famoso “Sgt.Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, histórico disco dos Beatles. O cara está nessa vibe. Já andou recriando o “Dark Side of the Moon” (Pink Floyd) e “Stone Roses”, dos próprios.

Para emular o clássico álbum dos Beatles, chamou, atenção: Miley Cyrus, Tame Impala, Phantogram, Foxygen, os caras do MGMT, entre outros.

A conversa apareceu em redes sociais neste final de semana. O papo era que Coyne já estaria armando uma versão de “Lucy in the Sky with Diamonds” com Cyrus e Andrew MGMT.

No final do ano, para o show de Ano Novo promovido pelo David Letterman em seu programa, o Flaming Lips foi convidado para tocar a mesma música, mas teve a companhia de Sean Lennon, filho do “homem”.

Deram a ideia e o Coyne vai fazer…

À meia noite de hoje, Coyne retuitou a notícia dada pela “Rolling Stone” americana.

Screen Shot 2014-03-17 at 11.49.17

>>

Flaming Lips, agora, vai fazer o “Sgt. Peppers” todo. Com a Miley Cyrus…

>>

Screen Shot 2014-03-17 at 11.46.25

* A news é basicamente assim. Wayne Coyne, o líder maluco do maluco Flaming Lips, teve a idéia de produzir um completo remake do famoso “Sgt.Pepper’s Lonely Hearts Club Band”, histórico disco dos Beatles. O cara está nessa vibe. Já andou recriando o “Dark Side of the Moon” (Pink Floyd) e “Stone Roses”, dos próprios.

Para emular o clássico álbum dos Beatles, chamou, atenção: Miley Cyrus, Tame Impala, Phantogram, Foxygen, os caras do MGMT, entre outros.

A conversa apareceu em redes sociais neste final de semana. O papo era que Coyne já estaria armando uma versão de “Lucy in the Sky with Diamonds” com Cyrus e Andrew MGMT.

No final do ano, para o show de Ano Novo promovido pelo David Letterman em seu programa, o Flaming Lips foi convidado para tocar a mesma música, mas teve a companhia de Sean Lennon, filho do “homem”.

Deram a ideia e o Coyne vai fazer…

À meia noite de hoje, Coyne retuitou a notícia dada pela “Rolling Stone” americana.

Screen Shot 2014-03-17 at 11.49.17

>>