Em shore:

Fleet Foxes faz do novo álbum uma trilha para as paisagens lindas do Pacífico Norte. Bem isso!

>>

Captura de Tela 2020-09-23 às 11.03.06 AM

* Quando alguém gosta do grupo americano Fleet Foxes (nóóóós!), esse alguém gosta muuuuuito da banda de Seattle. Então tem gente por aí bem feliz de saber que o grupo que revelou o Father John Misty lançou de surpresa nesta semana seu quarto álbum. Surpresa média, mas ainda assim.

“Shore”, o disco, é o primeiro lançamento da banda desde 2017, quando a banda, que estava em hiato, se reagrupou para lançar o disco “Crack-Up”. O novo álbum, belíssimo pelo que deu para escutar até agora, chegou aos stremings, mas nas lojas só estará disponível em fevereiro de 2021. Valeu, pandemia.

O álbum está cheio de convidados lindos: o brasileiro Tim Bernardes (“Going-to-the-Sun Road”), o ex-vocalista dos Walkmen, Hamilton Leithauser, Kevin Morby e Daniel Rossen, dos Grizzly Bear, entre muitos outros.

E não é só. “Shore” também vem na forma de um filme, um “pé-na-estrada” lindo produzido em 16 mm gravado lá pelos lados de cima no Pacífico, em paisagens típicas daquela ponta esquerda dos EUA. O filme já pode ser visto no site do Fleet Foxes..

“Eu o ouvi o disco enquanto dirigia, e resolvi filmar umas paisagens que eu senti que combinavam com as músicas”, disse o diretor do “Shore” visual. “O filme tem a intenção de coexistir com o álbum, ser plugado a ele. Mais do que ser apenas um outro produto da música.”

Vamos ver e ouvir? Coisa linda para qualquer dos sentidos.

>>