Em slaves:

Incrível, mas o punk não só não morreu como está de volta: as novas do Distillers e do Slaves. Bônus: Vampire Weekend recente e ao vivo tocando “A-Punk”

>>

* Há pouco tempo, tipo duas semanas atrás, aconteceu na Inglaterra o novo festival queridinho britânico, o End of the Road, que costuma ser um evento indie-folk. Ou costumava. Empolgados com a “volta suja” do Fat White Family e a volta não-tão suja mas empolgante (acredite) do Vampire Weekend, todos os lugares que eu li sobre o festival comemoravam que… o PUNK NÃO ESTÁ MORTO, inclusive endossados pela “NME” (sempre ela, ainda ela).

Olha, acho que não está mesmo, dado que a incrível banda americana Distillers, banda da não menos incrível Brody Dalle, a senhora Josh QOTSA Homme, lançou uma música nova, com um vídeo de “remembers”, dando pinta de que de repente vai sair álbum novo, depois de 15 anos.

No começo do ano, Dalle cansou um pouco dos serviços domésticos e avisou que a banda ia voltar. Em abril, fizeram na Califórnia o primeiro show em mais de 13 anos.

No simbólico 11 de setembro, anteontem, ela revelou essa “Man Vs Magnet”, primeiro single inédito em blablablá. A música vem acompanhada de um vídeo oficial, já citado.

Captura de Tela 2018-09-13 às 12.45.33 PM

No paralelo, o lindo duo punk bizarro Slaves, ainda colhendo os louros do lançamento do terceiro disco, o bonzão “Acts of Fear and Love”, que saiu não tem um mês, anda fazendo barulho com a aparição, também nesta semana, nos estúdios da BBC londrina, para uma session.

Tocaram “Chokehold”, segundo single do novo álbum, e uma cover de “Everybody Wants to Be Famous”, da (ainda) bandinha hype Superorganism, bem mais nova que o próprio Slaves.

Bom, já que o punk não morreu, vamos a ele. Distillers novo e Slaves novo e além. E um bônus do Vampire Weekend tocando uma certa música no festival australiano Splendour in the Grass, na Austrália, há um mês: “A-Punk”

>>

O garage punk está vivo. Slaves lança “Acts of Fear and Love”, seu terceiro álbum

>>

Foto: Jenn FIve/NME

Foto: Jenn Five/NME

Isaac Holman e Laurie Vincent, uma das duplas mais legais do mundo hoje que atende pelo nome Slaves, lança nesta sexta-feira seu terceiro disco de estúdio, “Acts of Fear and Love”.

O grupo garage punk inglês passou as últimas semanas soltando amostras do projeto, incluindo o single “Chokehold”, que ganhou vídeo no qual o baterista Isaac resolve deixar a parceria com Laurie para se tornar um dançarino (!).

Laurie, então, se vê obrigado a fazer audições com potenciais novos bateristas e até o Dave Rowntree do Blur aparece. Slaves é sempre uma boa pedida.

>>

Sem freio, Slaves divulga a ótima “Photo Opportunity”. Disco novo sai semana que vem

>>

070818_slaves2

Depois de soltar um dos melhores vídeos do ano, de “Chokehold”, onde o vocalista Laurie Vincent tentava escolher um novo baterista para continuar com o duo, o Slaves soltou mais um single de seu novo disco, “Acts of Fear and Love”, que será lançado dia 17 de agosto.

A nova faixa é “Photo Opportunity”, divulgada no programa do bamba Zane Lowe na Beats 1 e compartilhada em seguida nas plataformas de streaming.

O som é a terceira amostra do novo álbum da dupla garage punk inglesa e pode ser ouvido abaixo.

>>

Slaves perde o baterista e tenta tirar Dave Rowntree do Blur e Ben Thatcher do Royal Blood. Tudo de mentirinha, claro

>>

310718_slavesslider2

Atração do Lollapalooza em Chicago neste final de semana, o brilhante duo britânico Slaves, que caminha na contramão do indie mundial tanto no gênero quanto na formação, lançou o talvez vídeo mais cool do ano.

Em novo vídeo para o single “Chokehold”, o baterista Isaac Holman resolve deixar a parceria com Laurie Vincent para se tornar um dançarino (!). Laurie, então, se vê obrigado a fazer audições com potenciais novos bateristas.

310718_slaves_slider

Daí, ele recebe no estúdio nomes como Dave Rowntree (Blur), Joel Amey (Wolf Alice), Ben Thatcher (Royal Blood), Dom Boyce (Peace), Sam Doyle (Maccabees) e Amber Grimbergen (Hinds). Mas, no fim das contas…

O vídeo está aí!

** “Chokehold” estará no terceiro disco do grupo, “Acts of Fear and Love”, que chegará às lojas dia 17 de agosto.

>>

Melhores de 2016: os vários Top 10 de discos internacionais da POPLOAD

>>

melhores2016_internacional

* A turma da Popload, em sua pluralidade, solta agora sua lista de melhores do ano. E, como seeeeeeeeempre, é aquela coisa: falando sobre a minha lista particular myself própria, já estou arrependido um pouco. Deixei muita coisa de fora. Outras eu começo a me tocar que existiram e foram importantes assim que eu dei o “enter”. Outras ainda que simplesmente mudei de ideia. Sou daqueles capaz de pegar o primeiro lugar e botar em oitavo. E o segundo tirar da lista. Mas aí a nóia é minha. E o que está aqui foi o que saiu.

Achamos que hoje em dia é delicado falar “Melhores Discos”. Na verdade são “Discos Preferidos”. Ou “Discos Que Contêm Mais Músicas Legais”. Nesse “novo” jeito de ouvir um álbum dos últimos tempos, o conceito de “Melhores Discos” ficou diferente.

Whatever! Eis então as listas dos Melhores Discos de 2016 para quem, cada um a seu modo, faz a Popload. É tudo tão diverso, que não dá para pinçar qual seria o “Disco de 2016”. Para dar uma ideia do que é a Popload hoje e do que foi o ano em lançamentos de álbuns.

No caso desta, a lista dos discos internacionais. Amanhã, com galera selecionada, sai a lista dos nacionais.

* Top 10 – Lúcio Ribeiro

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.09.48 PM

1. Slaves – “Take Control”
2. Underworld – “Barbara Barbara, We Face a Shining Future”
3. Parquet Courts – “Human Performance”
4. Frank Ocean – “Blonde”
5. Metronomy – “Summer 08”
6. Skepta – “Konnichiwa”
7. Fat White Family – “Songs for Our Mother”
8. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
9. Chance the Rapper – “Coloring Book”
10. Iggy Pop – “Post Pop Depression”

**

* Top 10 – Alisson Guimarães

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.17.18 PM

1. Iggy Pop – “Post Pop Depression”
2. Thee Oh Sees – “A Weird Exits”
3. Underworld – “Barbara Barbara, We Face a Shining Future”
4. Solange – “A Seat at the Table”
5. DIIV – “Is the Is Are”
6. A Tribe Called Quest – “We Got It from Here… Thank You 4 Your Service”
7. Neil Young – “Peace Trail”
8. The Avalanches – “Wildflower”
9. David Bowie – “Blackstar”
10. Parquet Courts – “Human Performance”

**

* Top 10 – Ana Carolina Monteiro

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.22.00 PM

1. Michael Kiwanuka – “Love & Hate”
2. Whitney – “Light upon the Lake”
3. Leonard Cohen – “You Want It Darker”
4. Wilco – “Schmilco”
5. Parquet Courts – “Human Performance”
6. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
7. David Bowie – “Blackstar”
8. Car Seat Headrest – “Teens of Denial”
9. Savages – “Adore Life”
10. Warpaint – “Heads Up”

**

* Top 10 – Tallita Alves

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.25.14 PM

1. David Bowie – “Black Star”
2. Blood Orange – “Freetown Sound”
3. Moderat – “III”
4. Solange – “A Seat at the Table”
5. Rihanna – “Anti”
6. Soft Hair – “Soft Hair”
7. Frank Ocean – “Blonde”
8. Whitney – “Light upon the Lake”
9. Lady Gaga – “Joanne”
10. Kaytranada – “99.9%”

**

* Top 10 – Alexandre Gliv Zampieri

gliv

1. Metallica – “Hardwired… To Self Destruct”
2. Korn – “The Serenity of Suffering”
3. Rob Zombie – “The Electric Warlock Acid Witch Satanic Orgy Celebration Dispenser”
4. Asylums – “Killer Brain Waves”
5. Biffy Clyro – “Ellipsis”
6. Alexisonfire – “Live at Copps”
7. Slaves – “Take Control”
8. Blossoms – “Blossoms”
9. Weezer – “Weezer (The White Album)”
10. Catfish and the Bottlemen – “The Ride”

**

* Top 10 – Isadora Almeida

isa

1. Koi Child – “Koi Child”
2. Anderson .Paak – “Malibu”
3. Whitney – “Light upon the Lake”
4. Sunflower Bean – “Human Ceremony”
5. Roosevelt – “Roosevelt”
6. The Last Shadow Puppets – “Everything That You’ve Come to Expect”
7. Skepta – “Konnichiwa”
8. Billie Marten – “Writing of Blues and Yellows”
9. Catfish and the Bottlemen – “The Ride”
10. The 1975 – “I Like It When You Sleep, For You Are So Beautiful Yet So Unaware of It”

**

* Top 10 – Fernando Scoczynski Filho

Captura de Tela 2016-12-22 às 8.25.14 PM

1. David Bowie – “Blackstar”
2. Radiohead – “A Moon Shaped Pool”
3. Savages – “Adore Life”
4. The Kills – “Ash & Ice”
5. Autolux – “Pussy’s Dead”
6. Iggy Pop – “Post Pop Depression”
7. Garbage – “Strange Little Birds”
8. Deftones – “Gore”
9. The Dillinger Escape Plan – “Dissociation”
10. The Black Queen – “Fever Daydream”

PLAYLIST MELHORES DE 2016