Em sleaford mods:

Duo inglês loucaço Sleaford Mods inicia turnê americana, lança EP ao vivo e faz cover de Yazoo!!!

>>

* Não sabemos você, mas a gente aqui aaaaaama o duo doideira britânico indie-eletrônico-punk Sleaford Mods, por falta de adjetivos mais precisos chamado de “original”. Os caras, de nomes Jason Williamson e Andrew Fearn, de Nottingham, terra do lindo time Nottingham Forest, lançaram no ano passado a obra-prima “Spare Ribs”, que vem a ser o décimo-primeiro disco deles, solto no estranhíssimo janeiro de 2021.

Pois bem, o Sleaford Mods começa amanhã, por Los Angeles, uma agitada turnê americana, a primeira deles por lá em cinco anos. E, para botar mais lenha nessa fogueira electropunk e fazer o nome circular mais pelos EUA, a dupla acabou de lançar um EP ao vivo chamado “Live at Nottz Arena”. Nottz vc imagina o que é, né?

O disquinho, gravado na lotada Nottingham Arena em 2021, o maior show do duo até hoje (10 mil pessoas), traz seis músicas, mas só duas do “Spare Ribs”, o último disco: as pauladas “Mork n Mindy” (com a convidada Billy Nomates) e “Nudget It” (com a convidada Amy Taylor, da banda australiana mais maluca ainda Amyl and the Sniffers”). E, ainda, uma cover absurda da inesquecível “Don’t Go”, clássico da banda de synthpop inglesa Yazoo, famosa nos anos 80.

Mais: na conta deles no Youtube, eles postaram três vídeos desse show que virou EP. São para as músicas “Nudge It”, “Mork n Mindy” e “Tied Up in Nottz”.

Enjoy!

>>

Os Melhores Discos de 2021 da Popload – internacional

>>

* Que ano desesperador de discos gringos bons, este 2021. Seja de bandas ou artistas novos, seja de bandas ou artistas se firmando, seja de bandas ou artistas já de certa carreira.

Primeiro foi difícil escolher dez para entrar no Top 10. Depois o drama foi botar numa ordem de predileção.

A escolha dos poploaders abaixo revela isso. Com exceção de uns quatro, cinco discos, quase tudo na lista dos oito votantes da Popload é diferente, diverso. Como foi diverso este ano que está acabando.

No caldo geral, na mistura, dá para sacar desta lista nossa que os três principais discos do ano, nesta ordem, são:

*****

1. Sometimes I Might Be Introvert”, Little Simz

2. “Happier than Ever”, Billie Eilish

3. “New Long Leg”, Dry Cleaning

*****
Uma artista em seu quarto disco, inglesa, mais para o hip hop. Um fenômeno americano novinho em seu segundo trabalho. Uma banda inglesa em seu álbum de estreia. O tom foi dado só aí.

Veja aí o que você acha de tudo e deixe sua opinião nos canais da Popload, principalmente lá no @poploadmusic, no Instagram, no post sobre esta lista.

Abaixo, (a lista d)os melhores do ano da Popload, por quem faz a Popload.

little-simz

** Lúcio Ribeiro

1. “New Long Leg”, Dry Cleaning
2. “Things Take Time, Take Time”, Courtney Barnett
3. “Happier than Ever”, Billie Eilish
4. “Sympathy for Life”, Parquet Courts
5. “Crawler”, Idles
6. “Montero”, Lil Nas X
7. “Sometimes I Might Be Introvert”, Little Simz
8. “Comfort to Me”, Amyl & The Sniffers
9. “Spare Ribs”, Sleaford Mods
10. “Mirror II”, Goon Sax

***

** Isadora Almeida

1. “Promises”, Floating Points
2. “New Long Leg”, Dry Cleaning
3. “Jubilee”, Japanese Breakfast
4. “Seek Shelter”, Iceage
5. “Sometimes I Might Be Introvert”, Little Simz
6. “Drunk Tank Pink”, Shame
7. “Collapsed in Sunbeams”, Arlo Parks
8. “Mood Valiant, Hiatus Kaiyote
9. “Absolutely”, Dijon
10. “Man Made”, Greentea Peng

***

** Vinicius Felix

1. “Sometimes I Might Be Introvert”, Little Simz
2. “Sympathy for Life”, Parquet Courts
3. “Heaux Tales”, Jazmine Sullivan
4. “Collapsed in Sunbeams”, Arlo Parks
5. “Sound Ancestors”, Madlib
6. “Happier than Ever”, Billie Eilish
7. “Ultrapop”, The Armed
8. “Valentine”, Snail Mail
9. “Bright Green Field”, Squid
10. “Call Me If You Get Lost”, Tyler, The Creator

***

** Daniela Swidrak

1. “Loving in Stereo”, Jungle
2. “New Long Leg”, Dry Cleaning
3. “Blue Weekend”, Wolf Alice
4. “Collapsed in Sunbeams”, Arlo Parks
5. “Sometimes I Might Be Introvert”, Little Simz
6. “For the First Time”, Black Country, New Road
7. “Daddy’s Home”, St Vincent
8. “Montero”, Lil Nas X
9. “On All Fours”, Goat Girl
10. “Spare Ribs”, Sleaford Mods

***

** Dora Guerra

1. “Happier than Ever”, Billie Eilish
2. “El Madrileño” – C. Tangana
3. “Sound Ancestors”, Madlib
4. “Call Me If You Get Lost”, Tyler, The Creator
5. “Sometimes I Might Be Introvert”, Little Simz
6. “Jubilee”, Japanese Breakfast
7. “30”, Adele
8. “Sensational” – Erika de Casier
9. “To Hell with It” – PinkPantheress
10. “Collapsed in Sunbeams”, Arlo Parks

***

** Fernando Scoczynski Filho

1. “Hushed and Grim”, Mastodon
2. “L.W.”, King Gizzard & the Lizard Wizard
3. “Cavalcade”, Black Midi
4. “Sometimes I Might Be Introvert”, Little Simz
5. “For the First Time”, Black Country, New Road
6. “If I Cant Have Love, I Want Power”, Halsey
7. “Daddy’s Home”, St Vincent
8. “The Witness”, SUUNS
9. “Sinner Get Ready”, Lingua Ignota
10. “The Turning Wheel”, Spelling

***

** Alê Gliv Zampieri

1. “OK Human”, Weezer
2. “Comfort to Me”, Amyl & The Sniffers
3. “Hushed and Grim”, Mastodon
4. “Van Weezer”, Weezer
5. “The Lunar Injection Kool Aid Eclipse Conspiracy”, Rob Zombie
6. “Medicine at Midnight”, Foo Fighters
7. “Typhoons”, Royal Blood
8. “Aggression Continuum”, Fear Factory
9. “As Blue as Indigo”, Tigercub
10. “Future Past”, Duran Duran

***

** Tallita Alves

1. “Blue Weekend”, Wolf Alice
2. “Screen Violence”, Chvrches
3. “Happier than Ever”, Billie Eilish
4. “Sling”, Clairo
5. “Beginnings”, Prudence
6. “Daddy’s Home”, St Vincent
7. “Sometimes I Might Be Introvert”, Little Simz
8. “30”, Adele
9. “Promises”, Floating Points
10. “Priotise Pleasure”, Self Steem

>>

O que a sua sexta está precisando. Uma session do Sleaford Mods para a rádio americana KEXP

>>

* Coisa doida de meu Deus é o disco da dupla inglesa electroindie Sleaford Mods, “Spare Ribs”, que virou presença elogiosa constante em janeiro deste ano e acabou bizarramente, na Inglaterra, no top 10 de mais vendidos, sendo que o disco é o 11º desse duo formado pelo cantor malucão Jason Williamson e o músico e produtor também malucão Andrew Fearn.

O Sleaford Mods, que está escalado para o festival indie inglês End of the Road, em setembro, mandou uma session gravada de quatro músicas para a KEXP, rádio de Seattle. Tudo música do “Spare Ribs”. “Elocution”, “Top Room”, “I Don’t Rate You” e a incrível “Mork n Mindy”, que contou com a participação virtual da cantora post-punk Billy Nomates. A performance foi gravada na sala do centro cultural JT Soars, em Nottingham, que era um armazem de frutas e vegetais.

Olha que beleza torta, por onde quer que se olhe.

>>

POPNOTAS 2 – A volta do Jools Holland, a vinda da Billie Eilish e o Bartees Strange no Tiny Desk

>>

* O grande músico e apresentador de TV britânico Jools Holland está de volta em mais uma temporada, ainda que em espírito de home-office, de seu famoso “Later…”. Neste esquema, em vez da tradicional reunida de várias bandas num mesmo palco, ele convida alguns músicos ao seu estúdio em Londres para conversas e apresentações que são intercaladas também com momentos do seu belo e rico arquivo. No primeiro episódio dessa nova retomada, as performances são de Kings of Leon, Arlo Parks e Sleaford Mods. Pensa. Embora a gente não tenha disponível por aqui o BBC iPlayer, que tem a íntegra do programa, dá para assistir uma faixa de cada uma das apresentações no YouTube da BBC Music. Tipo esta, dos nossos heróis Sleaford Mods.

***

* “Billie Eilish: The World’s a Little Blurry”, documentário sobre os bastidores do primeiro álbum da Billie Eilish e seu entorno, será lançado nesta sexta-feira na Apple TV+ – e também nos cinemas brasileiros (para quem for de cinema). Um pouco antes, às 23h da quinta, rola pelos canais Apple e no YouTube da Billie um esquenta do documentário, com performance ao vivo e um bate-papo com o radialista fera Zane Lowe, que comanda a Beats 1, da Apple. E tem mais: uma versão ao vivo de “Ilomilo”, a música com o verso que dá nome ao filme, já foi entregue às plataformas digitais. Tipo assim:

***

*Bartees Strange, músico inglês que cresceu nos Estados Unidos e mistura de um jeito muito louco rap, indie rock, emo e jazz, gravou uma edição espetacular do famoso programa online Tiny Desk (Home) Concert, predileto da casa. Mandou quatro músicas do seu excelente “Live Forever”, disquinho lançado em 2020. Dê uma chance pelo menos para a primeira faixa, “”Boomer”, que já apareceu pelo nosso Top 10 Gringo.

>>

POPCAST – O primeiro podcast da Popload em 2021 já traz uma discussão pertinente: qual já é o melhor álbum deste ano?

>>

* O ano nem começou e já arrumamos uma polêmica interna boa aqui na redação da Popload. Dos três álbuns lançados em 2021 que já mexeram com nossos corações indies (indies?), que já tem o melhor disco do ano. A Isadora Almeida (@almeidadora) acha que é “Drunk Tank Pink”, o segundo álbum da banda punk inglesa Shame. Euzinho (@lucioribeiro) considero ser “Spare Ribs”, o novo álbum dos malucos do Sleaford Mods, também da Inglaterra. Quer palpitar nessa?

E não é apenas que eu gostei de um e ela gostou de outro. A gente tem posições firmes sobre os discos que o outro escolheu. Verbalizamos isso no Popcast. E tudo está refletido no nosso pódio.

((tem o álbum do grupo sueco do Viagra Boys, que a gente curtiu bem, mas esse não faz parte da polêmica))

Falamos também sobre a situação de shows no mundo neste 2021 enigmático, a partir do cancelamento do gigantesco Glastonbury. E as expectativas das novas bandas que a gente quer ver bombar neste ano.

Toda essa prosa muito bem acompanhada por uma playlist maneira. Vai lá ouvir ambos, fica o convite: o Popcast e a playlist que o podcast originou.

WhatsApp Image 2021-01-22 at 14.32.43

>>