Em Snow Patrol:

Troye Sivan, Greta Van Fleet e St. Vincent estrelam as Lolla Parties

>>

* O Lollapalooza Brasil anunciou hoje suas famosas Lolla Parties, os shows solos em clubes fechados fora do festival de Interlagos.

greta

O grupo-sensação amado-odiado Greta Van Fleet, “cópia de Led Zeppelin e isso é bom” para uns e “cópia de Led Zeppelin e isso é péssimo” para outros, se apresenta solo no Audio Club, na Barra Funda, dias depois do festival. O quarteto em família do Michigan (são três irmãos) toca no dia 8 de abril, uma segunda-feira, portanto DEPOIS do Lollapalooza Brasil. As Lolla Parties, os shows avulsos do festival em casas noturnas fechadas, geralmente acontecem dias antes ou mesmo durante os três dias do evento de Interlagos, que neste ano acontece nos dias 5, 6 e 7 de abril.

O Greta Van Fleet toca ainda no Rio de Janeiro, antes, dia 5, na Fundição progresso.

O Audio ainda vai sediar dois outros shows do Lollapalooza em seu espaço, estes sim nos dias que antecedem o Lolla BR. No dia 3, o grupo britânico de, digamos, nu-metal Bring Me the Horizon faz seu show solo extra-festival num bom momento. Pela primeira vez em sua história com seis discos, o grupo da Sheffield do Arctic Monkeys emplacou agora um álbum no topo das paradas do Reino Unido, com o recém-lançado “Amo”.

Outro que toca na Audio é o escocês Snow Patrol, banda que ameaçou ser de estádio na linha Coldplay mas não chegou a tanto. Eles tocam na Barra Funda no dia 4 de abril, mas diferente do jeito que se apresentarão em Interlagos dois dias depois. Em seu show mais íntimo, longe do Lolla BR, o Snow Patrol fará um concerto acústico. Intimidade na intimidade. Ainda com o trio norte-americano LANY também fazendo parte do rolê.

O Cine Joia, simpáááática casa de shows na Liberdade, recebe duas grandes Lolla Parties. O menino cantor e ator australiano Troye Sivan, que na real nasceu na África do Sul, 23 anos, leva seu bom electropop e algumas polêmicas ao Joia no dia 3/4. Homossexual assumido e ativista LGBT, o rapaz que também é youtuber famoso tem show anunciado no Cine Joia bem quando o filme que estrela, “Boy Erased”, sobre a tal “cura gay”, tem exibição cancelada no Brasil, muitos dizendo que é censura. No ano passado, ele lançou seu segundo álbum, o sexy e sexual “Bloom”, bastante elogiado, que apareceu em agosto. Esse show de Troye na Liberdade promete ser quente.

stvincent

Ainda no Cine Joia, no dia seguinte, a musa indie St. Vincent (foto acima) faz seu luxuoso show para uma plateia comparativamente pequena. St. Vincent no Joia é dia 4 de abril, véspera do show dela no Lollapalooza, no primeiro dia do festival. St. Vincent, que se apresentou no Coachella no ano passado, no momento faz seu sexto disco, o sucessor do bamba “Masseduction”, de 2017, álbum responsável por botá-la alto na lista dos principais festivais do planeta.

Em show já anunciado há tempos, o Arctic Monkeys, uma das atrações principais do Lollapalooza de São Paulo, também se apresenta fora do festival. Alex Turner mostra suas caras e roupas também no Rio de Janeiro, 3 de Abril, na Jeunesse Arena‎.

Dois shows que caberiam lindos tocando mais “íntimo”, mas não vai rolar, seria os americanos do Interpol e os ingleses do Foals.

Sobre Ingressos

Todas as vendas estão sendo feitas via Tickets For Fun, tipo agora! Só clicar aqui.

Todas as Lolla Parties

troye

* TROYE SIVAN
3 de abril
@ Cine Joia
Show no Lolla: 5/4, sexta

***************

bringme

* BRING ME THE HORIZON
3 de abril
@ Audio
Show no Lolla: 6/4, sábado

***************

vincent

* ST. VINCENT
4 de abril
@ Cine Joia
Show no Lolla: 5/4, sexta

***************

snow

* SNOW PATROL + LANY
(acústico)
4 de abril
@ Audio
Show no Lolla: 6/4, sábado

***************

greta

* GRETA VAN FLEET
8 de abril
@ Audio
Show no Lolla: 7/4, domingo

>>

Daqui a pouco o Lollapalooza Brasil confirma sua escalação, com Snow Patrol, Foals e mais uns 80

>>

211118_snowpatrol

Nesta quarta, tipo na hora do almoço, saberemos oficialmente que os britânicos Snow Patrol e o Foals estarão no tão-aguardado line-up do Lollapalloza. O festival que abraçou e foi abraçado por Interlagos vai divulgar toda a sua escalação com mais de 80 atrações que vão se apresentar entre os dias 5 e 7 de abril em São Paulo.

As bandas britânicas acompanham outras atrações que antecipamos por aqui nos últimos meses, do incrível Arctic Monkeys ao encasquetado e tatuado Post Malone, passando pelo pop delícia do Years & Years ao indie charmoso da St. Vincent e o rock ledzeppeliano da revelação Greta Van Fleet. Com disco novo e tudo, o Interpol também está na jogada.

Dizem ainda que o rapper monstro Kendrick Lamar será um dos headliners e aparecerá na lista, mas sabe como é, né? O cara é rapper, dos gigantes: precisa esperar a confirmação oficial mesmo para ter certeza. E ainda assim…

Grupo liderado pelo distinto Gary Lightbody, o Snow Patrol (foto acima) foi formado no meio dos anos 90, mas estourou no mundo todo só com o terceiro disco, “Final Straw”, em 2004. A banda que mistura Escócia e Irlanda vem ao Brasil no calor do lançamento de “Wildness”, sétimo disco de estúdio lançado no primeiro semestre deste ano. Depois de visitarem o Brasil três vezes entre 2010 e 2012, o Snow Patrol voltará ao país após um intervalo de sete anos. Uns anos atrás o Snow Patrol seria headliner, com certeza. Mas o tempo passou muito para a banda, que ainda assim deve arrastar um bom público para Interlagos, embora a posição “modesta” no pôster.

Com menos tempo de estrada, o pesado Foals, que costuma fazer shows cheios de energia, fará sua quinta passagem pelo Brasil, a segunda no Lolla, onde tocaram em 2013. Depois de dois adiamentos, a banda de Oxford fez por último um show memorável no Cine Joia, como se fosse no lendário Astoria de Londres, no fim de 2016.
O vocalista e guitarrista Yannis Philippakis não se contenta em se divertir sozinho no palco e costuma se jogar no meio da galera ao fim das apresentações. Vamos ver se ele vai ter esse pique todo em Interlagos. Está prometido para o ano que vem um novo disco da banda, que será o sucessor do petardo “What Went Down”, de 2015. Resta saber se esse lançamento acontece a tempo do Lolla.

Preparados?

211118_foals

>>

V Festival inglês tem mortes e gente sendo expulsa do palco com garrafas de urina. Entre outras coisas, claro

>>

Fim de semana polêmico na Inglaterra. Um dos festivais mais poderosos de lá, o V Festival viu suas notícias serem divididas nos cadernos de cultura e policial dos jornais locais, já que dois homens foram encontrados mortos durante o festival.

Primeiro, um jovem de 22 anos foi encontrado morto em uma tenda, no Weston Park, na madrugada de sábado para domingo. A polícia ainda não sabe as causas do óbito. Ontem, outro homem – esse com 39 anos de idade – também foi encontrado morto em um quintal de uma casa nos arredores do parque de Chelmsford. Este segundo caso parece despertar mais cuidado nas autoridades pois há a suspeita de assassinato. Dez pessoas que teriam participado de uma festa na tal casa foram detidas.

Falando de música, o V Festival acontece em dois parques diferentes com revezamento de line up no sábado e domingo. Passaram pelos palcos do Weston e Hylands Park atrações como The Killers, Stone Roses, Noel Gallagher, Snow Patrol, Tom Jones, Friendly Fires, Charlatans, Miles Kane e Gossip.

Boa parte do festival teve transmissão online, o que gerou grande expectativa para um possível webcast do Stone Roses, que ainda não liberou material oficial dos seus shows de retorno. Quando parecia que ia rolar o show todo lindão ao vivo, o V Festival informou que as imagens não foram liberadas. Fuén.

Outro fato que ganhou destaque foi a recepção nada amistosa do público para a cantora Cher Lloyd, que participou do X Factor UK. Ela, que faria uma rápida apresentação com quatro músicas, cantou só a metade, pois foi recebida com diversas garrafas no palco, algumas delas cheias de urina. Meio Carlinhos Brown. Tadinha.

Abaixo algumas fotos e vídeos que resumem um pouco a polêmica edição 2012 do V.

“Achtung Baby”, do U2, foi recriado: melhor que o original?

* Ahk-toong Bay-bi.

Isso sim é uma homenagem. A revista inglesa “Q” juntou um monte de bamba da música pop para recriar o megafamoso e polêmico disco da banda U2, o “Achtung Baby”. O disco “alemão” da turma do Bono, que botou o U2 na trilha do indie e da música eletrônica, é outro que faz 20 anos este ano, pois foi lançado no mágico 1991.

The Killers, Depeche Mode, Jack White, Nine Inch Nails, Snow Patrol, Patti Smith colaboram no disco comemorativo do “Achtung Baby”. A revista, que também serve para lembrar os 25 anos da “Q”, chega às bancas britânicas dia 26 de outubro. É a edição de dezembro antecipada da “Q”, que também estará disponível on line, no www.qthemusic.com. Dá para encomendar a revista em algumas bancas de São Paulo.

“Quando eu ouvia este disco, na época em que fizemos, só conseguia notar as coisas ruins dele. Mas ouvindo agora essas versões, através dessa gente toda, me faz acreditar que o disco era realmente bom”, disse o próprio Bono, quando escutou a homenagem da “Q”. “Algumas dessas versões ficaram melhores que as nossas originais.”

Veja quem-toca-o-quê no “Achtung Baby” recriado:

1. Nine Inch Nails, “Zoo Station”
2. U2 (Jacques Lu Cont Mix), “Even Better Than the Real Thing”
3. Damien Rice, “One”
4. Patti Smith, “Until the End of the World”
5. Garbage, “Who’s Gonna Ride Your Wild Horses”;
6. Depeche Mode, “So Cruel”
7. Snow Patrol, “Mysterious Ways”
8. The Fray, “Trying to Throw Your Arms Around the World”
9. Gavin Friday, “The Fly”
10. The Killers, “Ultraviolet (Light My Way)”
11. Glasvegas, “Acrobat”
12. Jack White, “Love Is Blindness”

É famosa a história de que o U2, a princípio, não gostou muito do resultado do “Achtung Baby”. O disco demorou três anos para ser lançado e marcou uma guinada no som da banda em direção de um certo indie-eletrônico. “Achtung Baby”, o sétimo álbum do grupo irlandês, veio para suceder o famoso “Rattle & Hum”, o “disco americano” do U2, de 1988. Foi gravado em Berlin, na renascida Alemanha da época. Do blues americano, o U2 estava indo na direção da indie-disco. Bono ficou confuso com o resultado e a produção de Brian Eno. Mas daí o disco vendeu 20 milhões de cópias e gerou cinco dos mais famosos hits da banda.

De Elton John a Metallica. De Cláudia Leitte a Motorhead. Vai começar o Rock In Rio 2011

Começa amanhã o mega Rock In Rio – no RIO – a primeira edição brasileira em 10 anos. A última, realizada em 2001, contou com nomes de peso como Iron Maiden, REM, Oasis, Guns N’ Roses, Foo Fighters, Britney Spears, entre outros.

A edição 2011 está, digamos, “mais eclética”. Neste primeiro final de semana, muita mistura de pop (Elton John, Katy Perry, Rihanna) e rock (Red Hot Chili Peppers, Snow Patrol, Slipknot, Motorhead e Metallica). Tem Cláudia Leitte e NXZero, também.

O YouTube transmitirá o evento no estilo Lollapalooza para mais de 40 países, menos o Brasil, por questões contratuais.

A Popload infelizmente vai assistir pela TV, mas lá estará representada por fotógrafos e pelos seus leitores “enviados especiais” que quiserem mandar textos, informações, fotos, vídeos. Quer participar? Só se candidatar no nosso Twitter.

Confira a programação do final de semana.