Em solar power:

Lorde segue a residência no programa do James Corden. Ontem ela cantou o “velho” hit “Green Light”

>>

Captura de Tela 2021-08-26 às 10.41.11 AM

* A gente ainda deve uma conversa aqui sobre o disco novo da cantora neozelandesa Lorde, chapa nossa, que saiu na sexta-feira da semana passada. Estamos esperando passar uma semana de audição intensiva para ver se a gente engo… se curtimos o álbum, e tal, o já famooooso “Solar Power”.

Acontece que durante esta semana, de segunda a hoje, quinta, a Lorde está fazendo uma residência de aparições no “The Late Late Show with James Corden”, programa noturnão do apresentador palhacito americano.

Nesta noite tem mais, e até agora, desde segunda, pela ordem, ela mostrou performances para “Solar Power”, o single, “California”, faixa do disco, e o “velho” hit “Green Light”, que abre o disco anterior, “Melodrama”, de 2017.

>>

Agora quem está loira é a Lorde. Ouça o novo single/vídeo de “Mood Ring”

>>

Captura de Tela 2021-08-17 às 5.30.59 PM

* A versão “good vibes” da cantora neozelandesa Lorde está demais. A estrela da edição de 2018 do Popload Festival lançou hoje mais um single de seu abençoado novo disco, “Solar Power”, que sai no próximo dia 20. É “Mood Ring”, terceira faixa a ser destacada do terceiro álbum dela, que traz um vídeo apresentando Lorde loira, tipo como aconteceu com Billie Eilish recentemente.

O vídeo é bonitão e tem direção assinada pela própria cantora, junto com Joel Kefali, mesma dupla do vídeo de “Solar Power”, a canção, e que lá atrás dirigiu “Royals”, o maior sucesso de Lorde até hoje. “Mood Ring” traz ela produzindo junto com o celebrado Jack Antonoff e também traz backing vocals de Phoebe Bridgers e Clairo.

Os dois singles anteriores, “Solar Power” e “Stoned at the Nail Salon”, são mais legais que esse novo. Na música ela fala de meditação e no vídeo solta umas fumacinhas mágicas de palo santo e mexe em cristais e outras pedras. É inspirado nos anos 60, como o disco todo, segundo Lorde.

“Uma coisa que mais aconteceu para mim nesse paralelo daqueles tempos e do nosso tempo foi a cultura do bem-estar e da espiritualidade, no contraponto da nossa pseudo-espiritualidade e do nosso pseudo-bem-estar”, falou a neozelandesa, a respeito do disco todo, não só do single novo.

>>

Lorde convoca Phoebe Bridgers e Clairo para uma ajudinha na crise existencial, em “Stoned at the Nail Salon”

>>

* Eis que a garota neozelandesa nossa amiga Lorde solta seu segundo single, outra faixa que vai estar representada no próximo álbum da cantora, seu terceiro, o já famoooooso “Solar Power”, que sai em 20 de agosto.

E, veja bem, estamos falando da música “Stoned at the Nail Salon”, lamúria pop na qual Lorde não parece estar tão feliz na vida feliz que tem. Ela se pergunta se isso é um delírio ou se ela apenas está chapadona na manicure, divagando loka sobre questões existenciais.

‘Cause all the beautiful girls, they will fade like the roses
And all the times they will change, it’ll all come around
I don’t know
Maybе I’m stoned at the nail salon
Maybe I’m just stonеd at the nail salon again

A música é lindona em sua simplicidade e no jeito de que Lorde a canta, com uma AJUDINHA NOS BACKINGS VOCALS DAS ~BEAUTIFUL GIRLS~ PHOEBE BRIDGERS E CLAIRO (fora dois meninos cantores da Nova Zelândia, Marlon Williams e James Milne). Desculpe-nos as maiúsculas necessárias.

“É uma canção que serviu para eu ruminar o fato de estar ficando velha e se, até esta altura da vida, eu tenha tomado as decisões certas. Acho que são questões que as pessoas tomam quando têm minha idade (24) e para mim foi muito um alívio escrever essa música”, disse Lorde.

“Stoned at the Nail Salon”, nem tão solar power assim, tem um visualiser fofo, que você pode “admirar” aqui embaixo. Nesta noite, Lorde vai ser atração musical, com entrevista, no programa “Late Night with Seth Meyers”, na TV americana. Imagino que, se apenas uma música for performada, vai ser esta:

>>

Lorde subiu no telhado com seu novo single. Veja “Solar Power” nas alturas, para a TV americana

>>

Captura de Tela 2021-07-16 às 9.33.49 AM

* Não no sentido figurado, claro. A cantora megastar neozelandesa Lorde, nossa amiga de Poploads da vida, saiu da praia e foi às alturas para mostrar seu badalado novo single “Solar Power”, talvez já nem tão novo assim, porém novo. Você nos entende, né?

Ela, de amarelo, subiu no rooftop do famoso teatro nova-iorquino Ed Sullivan para ficar mais perto do Sol e aproveitar e fazer uma performance inusitada e até massa cantando “Solar Power”, o single que guia seu próximo álbum, de mesmo nome, que será lançado no dia 20 de agosto.

A apresentação foi para o programa do Stephen Colbert, o “Late Show” dele na TV americana, no qual ela já tinha dado uma entrevista, em junho. Ali, Lorde tinha prometivo voltar ao programa para uma performance. Rolou ontem, até com bolhinhas de sabão voando por Manhattan, ali, a partir do lado oeste da rua 52.

Olha só!

>>

Lorde anuncia detalhes do seu novo álbum, que sai em agosto. E a turnê mundial que nem se atreve a pensar em Brasil…

>>

* Depois de chacoalhar nossa ceninha pop com o som “Solar Power”, a capa da bunda, o vídeo na praia secreta e a “movimentada” música nova da cantora neozelandesa Lorde em sua primeira canção inédita desde 2017, temos agora mais detalhes de “Solar Power”, o álbum, marcado para sair no dia 20 de agosto.

O terceiro disco da ex-headliner do Popload Festival só vai sair digital, porque Lorde não quer poluir o meio ambiente com materiais de vinil e plástico para fazer material físico. O sucessor de “Melodrama” vai ter 12 músicas em sua versão normal e duas a mais para quem comprar a versão deluxe.

“Solar Power” terá o formato de uma Music Box sustentável e amiguinha da natureza, com uns cards escritos, fotos e um cartão para download vendido em loja de disco.

“The Path”, “Solar Power”, “California”, “Stoned at the Nail Salon”, “Fallen Fruit”, “Secrets from a Girl (Who’s Seen It All)”, “The Man with the Axe”, “Dominoes”, “Big Star”, “Leader of a New Regime”, “Mood Ring” e “Oceanic Feeling” são as músicas que formam o álbum. “”Helen of Troy” e “Hold No Grudge” são os bônus do disco luxuoso.

Junto com o álbum, veio também o anúncio de massiva turnê mundial, de 2022. Por mundial, entenda Oceania, EUA, Inglaterra e Europa (sem UK), nesta ordem. Começa na Nova Zelândia em fevereiro.

“Solar Power”, a música, de tipão “Freedom” do George Michael, menos popesca última fase e mais voltada ao minimalismo indie, digamos, da fase neozelandesa de Lorde, foi lançada com bastante estardalhaço no último dia 11. Mas agora, com infos do disco e turnê, a volta de Lorde está mais bem decretada.

lorde

>>