Em speech debelle:

GRRRL. Mulherada “em guerra” se junta para fazer a maior banda feminina (e eletrônica) do mundo

>>

* O fenômeno é planetário. Quando elas se juntam “pintadas de guerra”, então, é treta certa. Está nascendo na Inglaterra, sob a batuta produtiva da brasileira Laima Leyton (Mixhell, Soulwax e mulher do baterista e DJ Iggor Cavalera), o GRRRL, uma banda eletrônica que junta atuantes mulheres de várias partes do mundo, que oriundas de regiões de conflito ou em crise (alô, Brasil!!!) ganham voz para falar e, principalmente, cantar.

O projeto GRRRL ainda está em conceito, em “segredo de estado”, vivendo de teasers e reportagens na imprensa inglesa. Mas já armaram uma turnê por festivais em Londres, Manchester e outras regiões, em seis concertos, que começa HOJE com um show privado em um clube de jazz, só para convidados. Amanhã, quinta, elas se apresentam no Folklore Festival, em Hackney, Londres. As músicas do GRRRL surgirão quando a tour acabar, semana que vem.

19029664_1316366415137776_6262383548178411511_n

O GRRRL tem Laima como produtora e possui outra brasileira, a Lei Di Dai, famosa MC paulistana multiestilos que começou no dancehall e está “nas pistas” desde 1999.

Se juntam a elas Speech Debelle, rapper inglesa que já ganhou o Mercury Prize; Wiyaala, cantora pop de Gana; outra rapper famosa, Awakhiwe Sibanda, a AWA (African Women Arise), cantora do Zimbabwe; Nono Nkoane, cantora de nu-jazz da África do Sul; Sohini, de Bangladesh; e a MABE, DJ e percussionista da Venezuela.

Nada a ver, mas tudo a ver, o projeto GRRRL vem se juntar em ideia e “união de forças” com o Women’s Music Event (WME), projeto criado em São Paulo pelas agitadoras Monique Dardenne e Cláudia Assef e que tem quatro pilares: conteúdo digital, banco de dados, agenda e conferência. E o selo indie PWR Records, de Recife, que não só lança artistas e bandas femininas como visa dar suporte de shows e produção de discos às garotas independentes.

Grrrl Power!!!

O GRRRL inglês faz parte do In Place of War, projeto da Universidade de Manchester, com dezenas de engajamentos importantes na Europa, que procura ajudar atividades culturais criativas em regiões em conflitos armados.

O site do GRRRL para acompanhar shows e movimentações musicais está aqui. Lá tem o vídeo de apresentação das meninas. Abaixo, foto de ensaio do GRRRL nesta semana, em Londres.

grrrlensaio

>>