Em St. Vincent:

St. Vincent e Jehnny Beth cravam com covers o Nine Inch Nails na calçada da fama

>>

* Como acontece todo ano, o Rock and Roll Hall of Fame selecionou uma nova levada de artistas para colocar na sua lista de notáveis. Desta vez, entra gente tipo Depeche Mode, T. Rex, The Notorious B.I.G. e Nine Inch Nails.

Normalmente, para sua celebração, o Hall of Fame organiza toda uma cerimônia com discursos e shows. Neste ano, obviamente, um evento desse tipo é impossível. Então, no caso aqui do NIN, uma transmissão ao vivo nesta sexta-feira será realizada, onde serão entrevistados os sete membros da banda de Trent Reznor. E, para encrementar esse anúncio, apareceram hoje duas covers relativamente inusitadas do Nine Inch Nails, partindo de quem fez e para quem se destina.

Primeiro, a guitarrista cool St. Vincent regravou “Piggy”, do clássico disco “The Downward Spiral” (1994), com uma ajudinha básica na bateria —> Dave Ghrol. Em seguida, surgiu Jehnny Beth, a ex (?) Savages que saiu em carreira solo neste ano, mostrando o hit “Closer”, do mesmo disco que “Piggy”, e sem dúvida uma das músicas mais conhecidas do NIN.

Abaixo, você pode conferir as duas, que estão (pelo menos por enquanto) exclusivas à plataforma de streaming da Amazon.

>>

É indie, é “velho”, mas é chic: Pitchfork Paris invade a TV francesa e revive shows históricos de St. Vincent, Caribou, Son Lux e Foxygen

>>

051120_stvincent2

Com a impossibilidade de ser feliz neste 2020, muito pelo fato de não podermos ver nossos showzinhos de perto, diversos artistas e festivais pelo mundo têm recorrido ao velho normal e divulgado em áudio e vídeo apresentações históricas de edições passadas.

A última marca forte a entrar nesse circuito foi a bíblia indie Pitchfork, que em parceria com o canal de TV francês Culture Box tem revivido alguns shows emblemáticos das edições parisienses do evento nascido em Chicago.

Entre os shows que estão disponíveis no site do canal francês, destaque para a apresentação da sempre gloriosa St. Vincent. Também estão no pacote shows de Foxygen, Son Lux e Caribou, todos registrados em 2014.

Na falta de uma graminha molhada para pisar, vamos acompanhando os shows no conforto do sofá.



>>

Gorillaz lança o Robert Smith ao espaço e prepara o maior disco deste mundo para outubro

>>

Captura de Tela 2020-09-10 às 8.16.04 AM

* Estou exagerando?
Dá uma olhada na lista de convidados de “Song Machine Season One Strange Timez”, álbum completo que o grupo-cartoon inglês Gorillaz revelou ontem à noite, com a maior lista de convidados da história recente.

O disco sai dia 23 de outubro em vários formatos e apresenta, entre outras, participações do naipe de Robert Smith, Beck, ScHoolboy Q, St. Vincent, Elton John, 6LACK, Georgia, Octavian, Kano, Slowthai, Peter Hook, EARTHGANG, Unknown Mortal Orchestra, Joan As Police Woman, Slaves, Goldlink, UMO, JPEGMAFIA, Skepta, Tony Allen. Algumas faixas já são conhecidas.

Ontem mesmo, liberaram de vez a música e o vídeo que têm a participação do veterano cool Robert Smith, o dono eterno da banda The Cure, e pertence a essa série “Song Machine”. A mesma que soltaram um teaser na segunda-feira. Nos streamings, a banda de Damon Albarn e do Noodle subiu quatro faixas: duas historinhas curtas, a música com Smith em si e um remix desta chamado “Aurora”. Seria a cantora, haha?

“Fizemos essa música com o Robert Smith toda por email”, falou o Damon Albarn na 6Music, a emissora de rádio linda da BBC. “Eu amei a ideia, excelente. Eu senti a força vindo em ondas e pensei: melhor colaborar com eles”, disse o incrível líder do Cure.

Aqui, o vídeo:

***

* O projeto todo em disco de “Song Machine Season One Strange Timez”, para completar, tem duas versões. Uma “normal”, com 11 músicas, e outra deluxe, com 17. Ficam assim:

– Versão normal –
1. Strange Timez (ft. Robert Smith)
2. The Valley of The Pagans (ft. Beck)
3. The Lost Chord (ft. Leee John)
4. Pac-Man (ft. ScHoolboy Q)
5. Chalk Tablet Towers (ft. St Vincent)
6. The Pink Phantom (ft. Elton John and 6LACK)
7. Aries (ft. Peter Hook and Georgia)
8. Friday 13th (ft. Octavian)
9. Dead Butterflies (ft. Kano and Roxani Arias)
10. Désolé (ft. Fatoumata Diawara) (Extended Version)
11. Momentary Bliss (ft. slowthai and Slaves)

– Versão normal –
1. Strange Timez (ft. Robert Smith)
2. The Valley of The Pagans (ft. Beck)
3. The Lost Chord (ft. Leee John)
4. Pac-Man (ft. ScHoolboy Q)
5. Chalk Tablet Towers (ft. St Vincent)
6. The Pink Phantom (ft. Elton John and 6LACK)
7. Aries (feat. Peter Hook and Georgia)
8. Friday 13th (ft. Octavian)
9. Dead Butterflies (ft. Kano and Roxani Arias)
10. Désolé (ft. Fatoumata Diawara) (Extended Version)
11. Momentary Bliss (ft. slowthai and Slaves)
12. Opium (ft. EARTHGANG)
13. Simplicity (ft. Joan As Police Woman)
14. Severed Head (ft. Goldlink and Unknown Mortal Orchestra)
15. With Love To An Ex (ft. Moonchild Sanelly)
16. MLS (feat. JPEGMAFIA and CHAI)
17. How Far? (ft. Tony Allen and Skepta)

>>

St. Vincent toca Led Zeppelin no violão e promete live animadinha para esta semana

>>

050520_stvincent2

A quarentena tem feito todo mundo matar o tempo inventando o que fazer. No caso dos artistas, além das lives, é um bom momento para dar uma olhada no catálogo, em registros perdidos ou, simplesmente, ir para a rede social fazendo uma cover inimaginável.

Pois é o último tópico que pegou nossa querida St. Vincent. Ela, guitarrista das boas, colocou em seu Instagram um vídeo super informal tocando, no violão, um trechinho de “Dancing Days”, música lançada originalmente pelo Led Zeppelin, no ano de 1973, no álbum “Houses Of The Holy”.

No próximo dia 13, Annie Clark participará de forma remota da BAM Virtual Gala, cerimônia promovida pela Brooklyn Academy of Music. Já para quinta agora, dia 7, ela promete uma live “bêbada” com os fãs.

>>

O Nirvana vive! Grohl, Novoselic e Smear se reúnem em show em Los Angeles e convidam a St. Vincent, o Beck e a filha do Dave

>>

060120_nirvana2

Antigos membros do Nirvana se reuniram na noite de sábado, no Art Of Elysium Gala, em Los Angeles, para celebrarem o legado deixado pela banda norte-americana, que chegou ao fim com a morte de seu mentor, Kurt Cobain, em 1994.

Dave Grohl, Krist Novoselic e Pat Smear tocaram cinco canções. Foi o primeiro encontro do trio desde 2018.

Para as performances vocais, eles receberam convidados especialíssimos. St. Vincent, a linda, cantou “Lithium”. Já o herói indie Beck emprestou sua voz para a clássica “In Bloom”. Violet, filha de Grohl, cantou “Heart-Shaped Box”.

Eles ainda tocaram “Been A Son” e a cover de David Bowie, “The Man Who Sold the World”, que ficou famosa também na versão do Unplugged MTV do Nirvana. St Vincent e Beck fizeram parte da banda o show todo.

060120_nirvanaslider

** Nostalgia do Beck

Um dos convidados, Beck Hansen relembrou em breve entrevista ao Los Angeles Times que foi ali mesmo no Hollywood Palladium, há exatos 30 anos, que ele encarou um dos shows mais brutais de sua carreira, justamente do Nirvana.

“Foi o mosh pit mais insano da minha vida”, disse o cantor. “Lembro de ter sido levantado do chão o show inteiro”.

Beck ainda falou que não parou por aí. “Saí do mosh pit e minhas mãos estavam sangrando. E eu não sabia qual era a razão”.

Detalhe: o Sonic Youth tocou na mesma noite.

O show insano que o Beck fala é este aqui:

** Esta é a Violet, filha do Dave, aquele cara que parece o baterista do Nirvana.

Foto: Kevin Mazur/Getty Images

Foto: Kevin Mazur/Getty Images

** Aqui, o show inteiro.

SETLIST
Lithium (St. Vincent)
In Bloom (Beck
Been A Son (Beck)
Heat Shaped Box (Violet Grohl)
Man Who Sold The World (Beck)

>>