Em stephen colbert:

Kings of Leon ao vivo na Times Square, em NY, de manhã. À noite, tocando sua tempestade nova no Stephen Colbert

>>

kings

* Pequena obsessão nova nossa é o disco do Kings of Leon, que, tal qual o dos Strokes, para citar bandas correlatas do lindo início dos anos 2000, lançou um álbum que a gente não esperava ser tão bom.

A gente deitou palavras sobre “When You See Yourself”, o oitavo disco da banda dos Followill, aqui. Saiu sexta passada. E no rolê de divulgação trazemos duas performances deles ao vivo, ambas para a TV americana.

A primeira é deles tocando a ótima “Stormy Weather”, para o programa do Stephen Colbert, à noitão. E, agora cedinho, para o “Good Morning America, da gigantesca rede aberta ABC, eles apresentaram o primeiro single, “The Bandit”, ao vivo. Naquelas performances que aparecem gigantesca nos paineis da Times Square, em Nova York, manja?

Segura os Followill.

>>

Metallica joga thrash metal na TV americana, para comemorar a grandiosidade do “Master of Puppets”

>>

* Há 35 anos o enorme Metallica lançava seu clássico terceiro álbum de estreia, “Master of Puppets”, o disco que tirou a banda californiana do underground metal para bater a cabeça de multidões.

Ontem à noite, no dia exato do aniversário do disco, o Stephen Colbert convidou a banda para mostrar a marcante faixa de abertura, “Battery”, ao vivo em seu programa noturno, na TV americana. O Metallica gravou a performance e a enviou ao Colbert. Thrash metal sem aliviar para ninguém acalentando a noite da família yankee antes de o sono chegar.

Colbert menciona antes de o som rolar, “Master of Puppets” é tão grande que teve sua importância cultural e histórica reconhecida pelo congresso americano, dentro do projeto de preservação National Recording Registry.

O legal é ver a banda de quase sessentões mandando ver no seu tesouro thrash como se a gente estivesse em, sei lá, 1986?

>>

Mais uma do Super Bowl (+ ou -): Metallica remexendo (bem) na clássica “Enter Sandman”, na TV americana

>>

Captura de Tela 2021-02-08 às 10.35.48 AM

* Clássico é clássico e vice-versa. Às vezes enche o saco ouvir, às vezes é bom a ponto de despertar gatilhos musicais de lá do nosso “alternative self”, o famoso alter ego. Daí que o supergrupo Metallica participou do especial do Super Bowl do programa do Stephen Colbert e montou um cenário lindo cheio de memorabílias para tocar “Enter Sandman”, talvez seu maior hit, de 1991, 30 anos neste ano.

A música é o primeiro single da banda que ressignificou o metal naquela época e também a faixa de abertura do disco de estreia do Metallica, homônimo.

Com uma das aberturas mais conhecidas do rock, “Enter Sandman” teve como cenário, nesta performance para o Colbert, atrás da banda, tipo wall of sound, um monte de monitores de som de diferentes turnês do Metallica. O vídeo do Youtube, abaixo, lista vários deles, alguns sendo identificados pelo símbolo da tour ou do show em especial. Tem a do show no Oracle Arena em 2019, em Oakland, para o jogo 3 da final da NBA que o local Golden State Warriors acabou vencendo. Tem de apresentação no X-Games, em premiação na MTV Latina entre speakers de várias outras ocasiões.

>>

War on Drugs toca a primeira das músicas na TV, com cinco guitarras (e um bandolim)

>>

* Em épocas de não-shows (e lá se vai um ano inteiro) o que tem nos salvado, principalmente na volta à vida em uma segunda-feira, são os rescaldos de “shows” ou apresentações simples nos programas de TV noturnos americanos, de sexta e sábado.

Por exemplo, essa de sexta à noite que passou no “Late Show” do Stephen Colbert, cuja atração musical foi a maravilhosa banda War on Drugs, da Philadelphia.

A banda de Adam Granduciel, TODOS TOCANDO GUITARRA, enviou uma participação de tela dividida para a performance de tocante “Arms Like Boulders”, música de 2008 que abriu o disco de estreia do grupo, “Wagonwheel Blues”. Foram cinco guitarras e um bandolim tocados.

O War on Drugs lançou um disco ao vivo em novembro passado, chamado “Live Drugs”. A música “Arms Like Boulders”, tocada no fim de semana no Colbert, com a banda em configuração exótica, não está no álbum live.

>>

Julien Baker faz barulhinho bom na TV americana, bem no dia do barulhão ruim nos EUA

>>

Captura de Tela 2021-01-08 às 4.09.00 PM

* Pequena grande musa do indie americano, a multiinstrumentista Julien Baker prepara para fevereiro o lançamnto de seu terceiro álbum. “Little Oblivions” sai dia 26/2 e é puxado pelo single “Faith Healer”.

Foi exatamente essa música bem boa que levou Baker a distancialmente se apresentar, ao vivo, no programa de Stephen Colbert, ontem à noite na TV americana. Baker levou um pouco de barulhinho bom num dos dias mais barulhentos para o lado ruim nos EUA.

Bom ver Baker às voltas com suas próprias coisas, ela que é a rainha de colaborar com outros músicos e participar de outros projetos que não exatamente os seus mesmos. Como no ano passado, quando ela entrou para a banda de apoio da Hayley Williams, em trabalho solo além Paramore.

Mas aqui está Julien Baker, por ela mesma.

>>