Em sting:

Os 50 anos dos Beatles nos EUA: agora quem canta é o Sting

>>

050214_sting

David Letterman segue com seu especial “semana Beatles”, mais uma das mil homenagens para os 50 anos da primeira visita dos Beatles aos Estados Unidos. Você leu aqui ontem, Letterman escalou para esta semana em seu Late Show diversos artistas interpretando Beatles. Espera-se que, na sexta, o especial seja encerrado por Paul McCartney e Ringo Starr. A feliz coincidência disso tudo é que o programa da CBS é gravado no mesmo teatro no qual a banda de Liverpool se apresentou pela primeira vez na TV norte-americana, em 9 de fevereiro de 1964.

Depois do Broken Bells na última segunda-feira, quem fez seu tributo aos Beatles ontem foi o cantor Sting. Ele foi acompanhado por convidados especiais, incluindo o guitarrista Mike Einzinger, do Incubus, a cantora Ivy Levan e o pianista Paul Shaffer, músico fixo do programa de Letterman.

A faixa escolhida por Sting foi “Drive My Car”, presente no disco “Rubber Soul”, de 1965. Hoje, quem canta Beatles no Letterman é Lenny Kravitz. Amanhã será a vez do Flaming Lips.

>>

Disclosure recebe a Mary J Blige no palco e o Sting no camarim

>>

200114_disclosureterminal5

Guy e Howard Lawrence, os dois moleques ingleses de 20 e poucos anos que chacoalharam a cena eletrônica ano passado, atualmente estão em intensa turnê pela América do Norte, com uma porção de shows esgotados até o início de fevereiro. Depois eles voltam daqui uns meses para o Coachella, o Governors Ball, tal.

No show de ontem, o terceiro seguido no famoso Terminal 5 de Nova York, o duo de brothers recebeu nada menos que a Mary J Blige no palco. Ela, uma das mais conceituadas cantoras do soul e R&B dos Estados Unidos, mandou “F For You”, uma das ótimas faixas do discão “Settle”. Ficou mais ou menos assim.

Depois do show, quem foi tietar os dois irmãos no camarim foi “só” o Sting, que tem idade para ser avô dos irmãos Lawrence e já tinha conquistado o mundo quando os dois nem eram nascidos. Na foto também está o cantor Sam Smith, uma das revelações pop da Inglaterra e parça do duo. O Disclosure está virando uma coisa muito séria.

>>