Em The Horrors:

Explorando novos horizontes musicais, The Horrors mostra seu quinto disco diferentão

>>

050515_horrors

Saiu no dia de hoje mais uma obra do sempre bom The Horrors, uma das bandas mais legal que apareceram na cena alternativa neste novo século, que botou na praça seu quinto álbum, “V”, o primeiro deles em três anos, sucessor de “Luminous”.

Banda que um dia estrelou o Popload Gig, o Horrors retorna ao auê com um disco ousado, é o que estão vendendo. O próprio Faris, em entrevista recente, disse que a banda resolveu se arriscar mais no novo projeto, já que “a vida não é muito divertida sem risco”. O vocalista também comentou que a “antítese de ser criativo é quando você sabe o que você vai fazer de cada vez”.

Quem compartilha o mesmo pensamento é o tecladista Tom Cowan. O músico comentou que o fato do Horrors trabalhar com o produtor Paul Epworth (U2, Bloc Party e Adele) fez a sonoridade da banda tomar caminhos nunca antes explorados, e que este se trata do disco mais expansivo e progressivo deles na carreira, porque quando cada um se reconhece como artista, sair da zona de conforto se torna algo natural.

“V” já está à venda em lojas físicas e virtuais e também disponível em plataformas de streaming como o Spotify.

Climão: lá vem o Horrors com outro single novo e bom do álbum que sai semana que vem

>>

17abr_horrors

Uma das bandas mais deliciosas que apareceram no indie na última década, a inglesa The Horrors, liderada pelo distinto Faris Badwan, vai lançar na semana que vem seu novo disco, ‘V”, primeiro deles em três anos, o quinto da carreira, como sugere o título.

Grupo que já pisou no palco do Popload Gig, o Horrors retorna à cena com um disco ousado, é o papo. O próprio Faris, em entrevista recente, disse que a banda resolveu se arriscar mais no novo projeto, já que “a vida não é muito divertida sem risco”. O vocalista também comentou que a “antítese de ser criativo é quando você sabe o que você vai fazer de cada vez”.

O single novo é “Weighed Down”, o som mais viajado que eles soltaram até agora para este novo projeto. Antes, apareceram “Machine”, que poderia muito bem ser uma música do Nine Inch Nails, e “Something To Remember Me By”, som com vibe mais eletrônica e arranjo despojado. Essa nova “Weighed Down” dura mais de seis minutos e foi uma das primeiras escritas para a obra, informa o Horrors.

“V” chega ao mercado oficialmente no dia 22 de setembro.

>>

Canta, Faris! The Horrors mostra mais um single do disco novo que será lançado em setembro

>>

050515_horrors

A bela banda britânica The Horrors divulgou a segunda música de seu novo disco, “V”, com lançamento previsto para 22 de setembro. A turma do Faris Badwan botou para tocar nas rádios e na internet o novo single “Something To Remember Me By”, sucessor do tão bom quanto “Machine”, lançado há dois meses.

Grupo que já passou pelo Popload Gig, o Horrors não lança um disco de estúdio há três anos, quando nos ofereceu o maduro “Luminous”. Se “Machine” tinha uma pegada mais industrial, lembrando até um pouco o som denso do Nine Inch Nails, “Something To Remember Me By” chega com pegada mais eletrônica e com arranjo despojado.

Sobre o álbum, Faris disse em entrevista recente que a banda resolveu se arriscar mais no novo projeto, já que “a vida não é muito divertida sem risco”. O vocalista também comentou que a “antítese de ser criativo é quando você sabe o que você vai fazer de cada vez”. Todo teórico, o Faris.

>>

The Horrors volta com um pé no industrial. Ouça a nova “Machine”

>>

060515HORRORS

A deliciosa e cada vez mais madura banda inglesa The Horrors, que um dia já pisou no palco do Popload Gig, abriu oficialmente os trabalhos para seu novo disco, ainda sem detalhes divulgados.

O cartão de visitas fica por conta da nova e ótima “Machine”, um dos sons mais elaborados feitos pela turma liderada pelo distinto Faris Badwan na carreira.

Além do nome, a canção tem uma pegada um tanto industrial, com ecos até de Nine Inch Nails em alguns momentos. O Horrors vai iniciar uma série de shows mês que vem, começando por Londres. Até lá, talvez apareçam mais informações sobre o sucessor de “Luminous”, que foi lançado em 2014.

>>

A volta surpresa do Hercules & Love Affair. Com Faris Badwan, do The Horrors, no vocal

>>

Agora sim fomos surpreendidos! Andy Butler, o DJ e produtor americano por trás de remixes incríveis mas mais conhecido mesmo pelo projeto-retro-futurista Hercules & Love Affair, reapareceu, jogou uma bomba dançante na internet e saiu correndo. Assim mesmo: pá pum, se virem!

Um tanto sumido da ‘cena’ desde 2014, depois do disco The Feast of Broken Hearts, terceiro do grupo e lançado sem muito alarde quando Butler se mudou para a Europa, o Hercules & Love Affair tem a façanha de ter um single que há quase DEZ anos levanta qualquer pista, em qualquer tipo de festa em qualquer lugar do mundo. A incrível (e pegajosa e dançante) “Blind”, você deve se lembrar, tinha a participação de Anohni (na época conhecida como Antony Hegarty, do Antony & The Johnsons).

Sempre com vocais poderosos e participações especiais, o single lançado hoje não poderia fugir à regra. “Controller” já nasce perfeita para a pista e recebeu o vocal improvável de Faris Badwan, vocalista da banda inglesa The Horrors e metade da dupla experimental Cat’s Eyes.

Em um email à revista FADER, Butler explicou que o novo disco trata muito de “espiritualidade” e que a sonoridade vai lembrar um lado mais sombrio (“sujinho”, digamos) dos anos 80, mas não deu detalhes do nome do álbum nem a previsão de lançamento. A gente espera, pode deixar.

>>