Em the rolling stones:

Stones anuncia reedição do histórico “Tattoo You”, 40 anos. Com nove inéditas

>>

* A gente tem alguns álbuns importantes lançados em 2001 fazendo 20 anos (Alô, Strokes), vários álbuns importantes lançados em 1991 chegando aos 30 anos (Alô, Nirvana) e uma penca de álbuns importantes lançados em 1981, completando 40. Nesta última categoria, se encontra o fantástico “Tattoo You”, da banda inglesa The Rolling Stones.

stonestattoo

O aniversário exato do lançamento de “Tattoo You” é dia 24 de agosto, mas uma rearranjada edição comemorativa, remasterizada e expandida sai no dia 22 de outubro em vinil, CD e no digital. Ainda, dois discos especiais acompanham algumas versões de luxo da pacoteira Stones para seu trabalho quarentão: “Lost & Found: Rarities”, que carrega nove inéditas da época, que ficaram fora do corte final, e “Still Life: Wembley Stadium 1982”, ao vivo de apresentação no famoso estádio de Londres na turnê do “Tattoo You”, que contém 26 músicas e traz não só as canções do álbum quanto hits marcantes dos 15 discos anteriores e várias covers.

O álbum, o 16º da banda e incluso na lista dos 500 discos mais importantes do mundo em famosa lista da revista “Rolling Stone” (ocupa a 212ª posição), foi o de gravação mais complicada da banda de Jagger e Richards e também um de seus mais bem-sucedidos.

Atrapalhados com compromissos de turnê e tretas de seus membros, os Stones não conseguiam parar e entrar em estúdio para compor, finalizar canções e gravar o álbum. Chegaram a usar algumas faixas já prontas de sessões dos anos 70, com algumas modificações, e pedaços inacabados e outras gambiarras musicais. “Tattoo You” acabou sendo, curiosamente, talvez o disco de maior quantidade de músicas conhecidas do grupo inglês.

Entre as inéditas deste disco comemorativo alargado em faixas está “Living in the Heart of Love”, revelada hoje nas plataformas de streaming. Esta que você ouve abaixo.

Os Stones retomam a turnê “No Filter” agora em setembro, nos EUA. Começam com uma apresentação em St. Louis, no dia 26/9, e seguem nela até novembro. A “No Filter” começou em 2017 e foi interrompida pela covid. O baterista Charlie Watts, com problemas médicos, não completará o giro final com os companheiros. Steve Jordan irá substituí-lo na bateria.

>>

A amiga online do Supervão. Rolling Stones no Rio. O reggaeton romântico do J Balvin. Pergunte ao Nick Cave

>>

– Se isto aqui não foi sextar, não sabemos mais o que é. A excelentíssima banda gaúcha Supervão, que derivou da psicodelia para a eletrônica nervosa atual, outras viagens, lançou hoje o vídeo para uma música nova. “Amiga Online”, que está nas plataformas com versão original e editada para caber nas rádios de música boa que não existem neste país, mas a gente tenta, tem produção de Olho Mecânico, o sujeito bom que dirigiu esse vídeo mara sobre a vida dos clubbers em casa na pandemia. Ele traz a performer Ma Kusnst, que ferve numa festa online no Zoom. A música é uma deliciosa acid house pendendo muito ao techno às vezes. Eles juram que tem uma estrutura indie ali, nos vocais e nas guitarras. Eu acredito.

***

– Reggaeton alguém? O hitmaker colombiano J Balvin lançou, bem…, hit hoje, chamado “¿QuÉ Más Pues?”, com a argentina María Becerra em dueto. A revista “Forbes”, uma das mais conceituadas publicações de economia no mundo, já disse que ele J Balvin é um dos artistas de reggaeton mais influentes da era moderna. Os números dele falam por si só. O vídeo traz a dupla interpretando o que está na letra, que conta a história de um casal que se separou e sofre separado, sofre se estão juntos. Tudo num balancinho reggaeton gostoso. Drama latino total para nossa sexta.

***

– Dia 18 de junho chega às lojas de disco gringas a versão CD e vinil do álbum “Carnage”, obra-prima de autoria de mister Nick Cave e seu fiel escudeiro Warren Ellis, companheiro de Bad Seeds e outros rolês. Neste dia, via stream, eles vão abrir uma conversação online para conversar sobre o disco, em que você pode participar. Precisa mandar uma pergunta com a hashtag #talkcarnage em post na conta oficial do Nick Cave no Instagram ou comentar em seu Facebook. Mas isso tem que ser até o dia 5 de junho. Essa live rola cedo no Brasil: 15h da sexta-feira 18/6.

Captura de Tela 2021-05-28 às 7.23.58 PM

***

– Um dos maiores shows da história, que por acaso aconteceu no Brasil, vai ganhar um álbum remixado, reeditado e remasterizado que sai no próximo dia 9 de julho, nos formatos físico e digital. É o “The Rolling Stones – A Bigger Bang: Live on Copacabana Beach”, concerto gratuito loucura da turma de Mick Jagger no Rio de Janeiro em 2006 e que agora sai completinho. Essa apresentação, histórica, reuniu 1.5 milhão de pessoas nas areias da famosa praia carioca. Para dar um gosto do que vem aí, os Rolling Stones lançaram hoje um EP com cinco músicas, quatro deste show de Copa Cabana e uma música intrusa: incluíram nele “Rough Justice”, que é de um show da banda em Salt Lake City, em 2005. Esta canção de show americano vai entrar apenas na versão deluxe de “A Bigger Bang: Live on Copacabana Beach”. Você pode ouvir o EP inteiro aqui. Um trailer do disco, com imagens dos Stones fazendo história aqui no Brasil, está aqui embaixo.

>>

O velho rock encontra o novo rock: canção antiga dos Stones com o Jimmy Page ganha versão feita pelo The War on Drugs

>>

220720_stonesled_slider

Mês passado, o gigante Rolling Stones brindou o mundo com uma gravação raríssima que tinha a participação especial de Jimmy Page, registrada na década de 1970.

“Scarlett” foi gravada sem planos concretos, quando o Stones e o Led Zeppelin ensaiavam em um mesmo estúdio. Agora, a faixa que até ontem era desconhecida ganhou uma repaginada oficial feita pelo The War on Drugs.

230320_warondrugs_slider

Adam Granduciel disse que a versão remix partiu de uma imaginação que incluía o trio Mick Jagger, Keith Richards e Jimmy Page em uma mesma sala.

“Scarlett” estará na versão deluxe do álbum “Goat’s Head Soup”, projeto que ainda terá as inéditas “All The Rage” e “Criss Cross”, e será lançado 4 de setembro.

A versão remixada e indie ficou mais ou menos assim:

>>

Boom!!! Paul McCartney negocia volta ao Brasil em novembro. Rolling Stones, em fevereiro

>>

* Olha eles aí outra vez.

070518_paulmick2

Bastidores de showbiz express: dois frequentadores dos palcos brasileiros estão com seus retornos ao país bem alinhavados, um para o final deste ano e outro para o comecinho de 2019. Mister Paul McCartney e a banda The Rolling Stones devem trazer seus palcos gigantes, seus telões incríveis e sua músicas históricas novamente aos estádios/arenas do Brasil em novembro (Paul) e fevereiro (Stones), é o que está sendo desenhado com fortes tintas.

Stones

Esta será a quinta vez que a banda de Mick Jagger visita o país para tocar. O grupo passou por aqui com a Olé Tour em 2016, na última vez. Antes, já tinham vindo ao Brasil em 1995 (Voodoo Lounge Tour), em 1998 (Bridges to Babylon Tour) e em 2006 (A Bigger Bang Tour).

Agora no próximo dia 17, os músicos septuagenários-mas-ainda-“kicking” retomam na Irlanda a parte europeia da turnê “The Stones – No Filter”, se apresentando ainda no Reino Unido, Alemanha, França, Polônia e República Tcheca. A tour começou em setembro de 2017 e já percorreu uns oito países no velho continente. Lembrando que Mick Jagger e Keith Richards terão 75 anos quando passarem por aqui de novo.

Paul

Já o ex-beatle deve vir antes para cá. O jovem músico, que vai ter 75 anos na sua “visita anual” ao Brasil (fez quatro shows aqui no ano passado: Salvador, BH, SP e Porto Alegre), negocia outra turnê sulamericana para novembro, mais conhecido como o “mês do Popload Festival” (hehe). Paul McCartney já fez 24 shows no país, desde a primeira apresentação, em 1990.

Paul não sobe em um palco desde 16 de dezembro do ano passado, quando tocou na Nova Zelândia como parte final da turnê “One on One” pela Oceania, que teve ainda sete shows na Austrália.

Este papo de McCartney e Stones no Brasil ainda vai render muito daqui para frente. Vamos aguardar mais novidades.

>>

Rolling Stones lança vídeo cool para o single “Hate To See You Go”

>>

stones2

Em algumas semanas será lançado “Blue & Lonesome”, o aguardado novo álbum do seminal The Rolling Stones, o primeiro deles em 11 anos, ainda que seja composto apenas por regravações de canções de artistas do blues, tipo Jimmy Reid e Howlin’ Wolf.

O projeto, que terá 12 faixas no total, já tem um single tocando por aí. “Hate to See You Go”, música de Little Walter datada de 1955, ganhou uma reedição cheia de energia e classe da maior banda de rock do mundo. Agora, ela também tem um vídeo que mescla a banda em performance em um estúdio e imagens da cidade de Chicago, um dos berços do blues.

“Blue & Lonesome”, o disco cheio, chegará ao mercado dia 2 de dezembro.

Blue & Lonesome – Tracklist
01. Just Your Fool
(Original written and recorded in 1960 by Little Walter)
02. Commit A Crime
(Original written and recorded in 1966 by Howlin’ Wolf – Chester Burnett)
03. Blue And Lonesome
(Original written and recorded in 1959 by Little Walter)
04. All Of Your Love
(Original written and recorded in 1967 by Magic Sam – Samuel Maghett)
05. I Gotta Go
(Original written and recorded in 1955 by Little Walter)
6. Everybody Knows About My Good Thing (feat. Eric Clapton)
(Original recorded in 1971 by Little Johnny Taylor, composed by Miles Grayson & Lermon Horton)
07. Ride ‘Em On Down
(Original written and recorded in 1955 by Eddie Taylor)
08. Hate To See You Go
(Original written and recorded in 1955 by Little Walter)
09. Hoo Doo Blues
(Original recorded in 1958 by Lightnin’ Slim, composed by Otis Hicks & Jerry West)
10. Little Rain
(Original recorded in 1957 by Jimmy Reed, composed by Ewart.G.Abner Jr. and Jimmy Reed)
11. Just Like I Treat You
(Original written by Willie Dixon and recorded by Howlin’ Wolf in December 1961)
12. I Can’t Quit You Baby (feat. Eric Clapton)
(Original written by Willie Dixon and recorded by Otis Rush in 1956)

>>