Em The Shins:

Popnotas – As covers do Black Keys. Outra nova do Teenage Fanclub. A “reestreia” da banda The Shins. Disco da Lucy Dacus vem aí. E o festival feminista de Mossoró

>>

– “Endeless Arcade”, o 11º álbum do grupo escocês fofurinha Teenage Fanclub, sai dia 30 de abril. Já conhecemos quatro singles deste disco, e hoje recebemos mais um. Chama “In Our Dreams” e como muitas músicas do Teenage Fanclub em sua carreira, desde 1990, parece que vai começar um indie rock bem energético aí a magia do lirismo romântico da banda quebra a expectativa. O single de “In Our Dreams” foi apresentado com um vídeo da banda tocando ao vivo num galpãozão com luz incrível.

– A outrora adorada banda indie americana The Shins lançou seu aclamado disco de estreia, “Oh, Inverted World”, em junho de 2001, no vapor do novo rock blablablá. E, como tudo naquele bendito ano para a cena alternativa dos EUA e mundial, a efeméride de 20 anos vai resgatar esse debut do grupo do Novo México para um relançamento luxuoso, em junho. No dia 11/6, com a estampa da Sub Pop, “Oh, Inverted World” vai sair com livreto recheado de material histórico, tipo fotos da época, as letras manuscritas etc.

– Com a chegada dos discos mais recentes da Phoebe Bridgers e da Julien Baker, a gente estava ansiosa para o lançamento do novo disco da Lucy Dacus, o que faltava das meninas que formam o trio boygenius. Agora a ansiedade tem data para acabar. Já sabemos que ela chega de disco novo no dia 25 de junho. O álbum se chamará “Home Video” e está gravado, veja só, desde agosto de 2019, antes de a palavra pandemia ser uma realidade mundial. Nem é preciso dizer que tanto Phoebe quanto Julien vão participar do álbum. Com o anúncio, ela soltou um single, que é a faixa que abre o disco, a bonita “Hot & Heavy”.

– O The Black Keys vai lançar um disco de covers com músicas que influenciaram a banda. “Delta Kream” ganha streamings e lojas no dia 14 de maio. A ideia é honrar sons do blues e country norte-americanos, nomes como Ranie Burnette, Fred McDowell e Joseph Lee Williams – sim, coisas das antigaças mesmo. O primeiro som deste novo álbum disponível é a versão para “Crawling Kingsnake”, um do John Lee Hooker de 1941. Mas nem adianta procurar por aí, você só encontra ela se cadastrando no fã-clube da banda, um lance que rola fazer de graça. Faz lá. A gente ouviu e a cover ficou bem boa.

CENA – No dia 24 de abril, sábado da outra semana, acontece a segunda edição do festival Desérticos, com transmissão gratuita por duas vias: na conta de Youtube do evento e pela emissora TCM, uma TV a cabo local de Mossoró, no Rio Grande do Norte. A história só melhora: o Desérticos é um festival feminista, buscando dar visibilidade parar as mulheres da CENA brasileira. Esta segunda edição tem como estrela a conhecida capixaba Gabriela Terra, dona do My Magical Glowing Lens (foto na home). Outras bandas forasteiras do festival potiguar são Corja (CE) e Dark Valley (RS). A lista local traz Hell Lotus, Lasting Maze, Potato Head, Arianne Oly, Black Witch e BOATS. O Youtube do Desérticas está aqui.

>>

Danger Mouse e James Mercer reúnem o Broken Bells e lançam a boa “Shelter”

>>

Duo cool formado pelo produtor Danger Mouse e o cantor e compositor James Mercer, do The Shins, o Broken Bells deu seu primeiro sinal em três anos.

A dupla soltou uma nova canção, “Shelter”, a primeira desde 2015, e abriu especulações para o lançamento de um novo projeto. O último disco cheio do Broken Bells é “After the Disco”, lançado em 2014.

No momento, o Shins está de férias, enquanto Danger Mouse se envolveu recentemente em algumas produções, como o álbum “Wide Awake!”, do Parquet Courts, e na co-produção de “Sundress”, recente single lançado por A$AP Rocky, que tem um sample de “Why You Won’t Make Up Your Mind?”, do Tame Impala.

>>

The Shins revira álbum lançado ano passado e o transforma em um novo. Ouça “The Worm’s Heart”

>>

200614_theshins

Em uma era em que tem sido cada vez mais comum o relançamento de discos clássicos, a banda norte-americana The Shins ousou ao anunciar mês passado que ia relançar seu último disco, que saiu justamente em março de 2017.

O disco em questão é “Heartworms”, que no lançamento de hoje passa a se chamar “The Worm’s Heart”, que consiste basicamente em uma versão toda remexida, a qual eles chamam de “flipped”. Em resumo: James Mercer e seus parceiros pegaram as versões originais e transformaram em novas músicas.

Os trabalhos são os sucessores do elogiado “Port Of Morrow”, que foi lançado lá em 2012. Abaixo, a tal versão remexida.

>>

Mas, hein? The Shins anuncia nova versão de “Heartworms”, disco que eles lançaram no início deste ano

>>

270317_theshins2

Numa época em que está sendo cada vez mais comum as bandas relançarem seus discos, antes os de 20, 30 anos atrás, agora até os mais recentes, a banda norte-americana The Shins resolveu “inovar”. Não sei bem se essa é a palavra.

Comemorando 20 anos de carreira, em março deste ano eles lançaram o disco “Heartworms”, o primeiro deles em cinco anos. Com 11 faixas novinhas, o álbum pintou como o sucessor do bem bom “Port Of Morrow”, elogiado álbum que saiu em 2012.

Daí que, nove meses depois, a banda indie de Albuquerque liderada pelo distinto James Mercer anunciou que vai relançar a obra em uma versão “flipped”, ou, em uma tradução nossa, “remexida”. Pode ser?

O projeto tem como norte takes alternativos e diferentes de cada uma das faixas. Um bom exemplo disso é a versão nova de “Cherry Hearts”, divulgada recentemente. O disco “novo” terá o nome mudado para “The Worm’s Heart” e será lançado dia 19 de janeiro.

** Abaixo, as versões “nova” e “antiga” de “Cherry Hearts”.

>>

Apenas: The Shins faz cover de “Panic”, dos Smiths. Em versão acústica, ainda por cima

>>

270317_theshins2

O sempre bem recomendado The Shins, grupo super bem representado pela figura de seu líder James Mercer, participou da série Spotify Singles, em que artistas fazem versões acústicas em sessions para a famosa plataforma de streaming.

Em performance gravada nos estúdios da empresa, em Nova York, a banda de Albuquerque reeditou seu último single, “Name For You”, e uma versão cover de “Panic”, do lendário The Smiths, som lançado originalmente no álbum “Rank”, em 1988.

O Shins está em ritmo de divulgação do seu mais recente disco, “Heartworms”, o primeiro deles em cinco anos, lançado em março. A banda também está comemorando em 2017 os 20 anos de sua fundação, e tem uma série de shows pela América do Norte e Europa nos próximos meses, incluindo até shows com o Spoon.

>>