Em The Smiths:

Stop me if you think that you’ve heard this one before: The Smiths podem se reunir em 2020

>>

051017_smiths2

Papo que surge todos os anos, a volta do seminal The Smiths voltou a ser notícia nas últimas horas, após o site Morrissey Solo, um dos canais não-oficiais de maior credibilidade sobre o cantor inglês, revelar que a gigante Live Nation teria adquirido os direitos de uma série de shows da banda inglesa para 2020.

O papo está na linha “de acordo com gente da indústria”, mas a informação dada pelo site é a de que as datas e locais já estão em ritmo de definições.

Dizem, Morrissey e Johnny Marr teriam se reaproximado nos últimos meses. Moz terminou recentemente a turnê do seu disco “California Son”. Já Marr não tem shows previstos no momento. A reunião envolveria, claro, o baixista Andy Rourke e o baterista Mike Joyce.

O último show dos Smiths foi em 12 de dezembro de 1986 (!!!), na Brixton Academy de Londres, o do vídeo abaixo.

SETLIST – ÚLTIMO SHOW (12/12/1986)
Ask
Bigmouth Strikes Again
London/Miserable Lie
Some Girls Are Bigger Than Others (only live performance)
The Boy With The Thorn In His Side
Shoplifters Of The World Unite
There Is A Light That Never Goes Out
Is It Really So Strange?
Cemetry Gates
This Night Has Opened My Eyes
Still Ill
Panic

Encore
The Queen Is Dead
William It Was Really Nothing
Hand In Glove

>>

Sem alarde, Johnny Marr lança a nova “The Bright Parade”, sua segunda música em 2019

>>

051214_marr

O legendário guitarrista Johnny Marr soltou nesta quinta sua segunda música inédita no ano, sem dar detalhes mais concretos. A canção se chama “The Bright Parade”, mas ainda não se sabe se ela faz parte de um projeto maior ou é “apenas” um single.

No início deste ano, Marr lançou a faixa “Armatopia”. Na época, ele disse que o som abria os trabalhos para “Eco-Disco”, um projeto relacionado às preocupações do guitarrista com o meio ambiente.

O último disco cheio do ex-The Smiths é “Call The Comet”, que foi lançado ano passado. Marr, hoje, tocará no Meltdown Festival, evento que ocupa a cidade de Londres durante algumas semanas, e que na edição deste ano tem como curador o guitarrista Nile Rodgers.

>>

Preocupado com as questões ambientais do mundo, Johnny Marr lança nova música de disco que será cheio de engajamento

>>

091014_marr2

Poucos meses depois de soltar o disco “Call The Comet”, o grande Johnny Marr deu início a um projeto audacioso e engajado com uma nova música. “Armatopia” abre os trabalhos para “Eco-Disco”, projeto relacionado às preocupações do guitarrista com o meio ambiente.

“Quando a vida se torna particularmente sombria, fica fácil se revoltar, mas essa canção te diz: ‘foda-se, vamos dançar!'”, disse Marr à VICE. O músico relatou que mudanças políticas repentinas nos último anos, como a eleição de Donald Trump e o Brexit o deixaram para baixo, porque essas movimentações históricas causarão um grande impacto ambiental no mundo nos próximos anos.

“Armatopia”, o nome do primeiro single, foi extraído do termo que relaciona de forma conturbada a relação humana com a ecologia. O som ganhou também um vídeo dirigido por Kris Rimmer. Ainda não há novidades complementares sobre este quarto disco de estúdio do ex-Smiths.

>>

Johnny Marr e Matt Johnson unem forças novamente em bela cover do Lovin’ Spoonful

>>

141218_marr_2

Dois ícones dos anos 80, o incrível Johnny Marr e Matt Johnson, do honroso The The, uniram forças novamente para gravarem uma cover de “Summer in the City”, clássico do Lovin’ Spoonful.

O ex-guitarrista dos Smiths firmou parceria com Matt ano passado em “We Can’t Stop What’s Coming”, o primeiro single do The The em 15 anos. “É ótimo gravar com Matt outra vez e tocar acompanhando sua voz fantástica. The The é parte da minha vida e nós dois amamos ‘Summer in the City’. A refizemos do nosso jeito.

Tanto a nova versão da dupla, quanto a original, podem ser ouvidas (e comparadas) abaixo.

>>

Johnny Marr na área. Saiu o esperado álbum “Call The Comet”, que pode ser ouvido de graça

>>

140518_johnnymarr2

Nesta sexta-feira, dia mundial de lançamento de discos, Johnny Marr puxa a fila de lançamentos esperados pela galerinha do indie. O ex-Smiths bota hoje nas lojas virtuais e físicas o bem bom “Call The Comet”.

O álbum, terceiro do guitarrista em carreira solo, é o primeiro em quatro anos e sucessor do também bom “Playland”. Marr, nos últimos anos, tem acertado mais que seu ex-parceiro Morrissey, dentro e fora dos palcos, convenhamos.

Puxados por ótimas músicas como “The Tracers”, “Hi Hello” e “Actor Attractor”, o disco foi disponibilizado até no YouTube, para audição gratuita.

>>