Em the stone roses:

Muita gente desconfiava, agora é notícia oficial: John Squire confirma que o Stone Roses não existe mais

>>

160919_stoneroses2

24 de junho de 2017. Oficialmente, esta se torna a data da segunda separação do grupo inglês The Stone Roses. A informação chega um pouco tarde, mais de dois anos depois, mas de uma voz contundente: a do guitarrista John Squire.

Prestes a realizar uma nova mostra de artes, chamada Disinformation, Squire foi enfático e de respostas curtas ao ser abordado pelo The Guardian sobre a continuação ou não da famosa banda de Manchester. “Sim”, respondeu ao ser perguntado se a banda havia acabado.

Logo em seguida, ele confirmou que há um pacto entre ele e o vocalista Ian Brown de que eles não falariam muitas coisas envolvendo o grupo desde a reunião em 2012. “E vou honrar isto”.

Perguntado se Ian havia sido convidado para sua mostra, Squire disse “não”, e emendou dizendo que havia convidado o baixista Mani, sem saber “se ele irá”.

O Stone Roses surgiu em Manchester no final dos anos 80, em uma época pré-britpop. Grande influência para o Oasis, por exemplo, o quarteto se desfez de forma oficial em 1996, retomando os shows apenas 16 anos depois.

Entre 2012 e 2017, o grupo fez alguns shows gigantes na Europa, Estados Unidos e Ásia e chegou a lançar duas músicas inéditas em 2016: “All For One” e “Beautiful Thing”, abrindo especulações para o possível lançamento de um terceiro disco de estúdio. No entanto, não rolou, nem deve mais.

No início deste ano, Ian Brown lançou seu primeiro disco solo em uma década, “Ripples”.

Naquele que viria a ser o último show do Stone Roses, em Glasgow, há dois anos, o vocalista chegou a dizer no palco que os fãs “não deveriam ficar tristes por um fim”, mas sim para “ficarem felizes por ter acontecido”.

>>

Líder do Stone Roses, Ian Brown anuncia novo disco… solo. Ouça o single “First World Problems”

>>

261018_ianbrown2

Icônico líder do Stone Roses, banda que era grande na Inglaterra na virada dos anos 80 para os 90, e voltou gigante duas décadas depois, Ian Brown anunciou para o início do ano que vem o lançamento de um novo disco… solo.

“Riples” será o primeiro registro de Ian em dez anos. Seu último trabalho até então é “My Way”, que saiu em 2009. O novo disco tem lançamento previsto para dia 1º de março e já tem seu primeiro single lançado, “First World Problems”.

Entre as 10 canções gravadas, duas são covers de “Black Roses”, de Barrington Levy, e “Break Down The Walls”, de Mikey Dread. O disco foi gravado em Liverpool e finalizado no Abbey Road.

Ripples – Tracklist
01. First World Problems
02. Black Roses
03. Breathe and Breathe Easy (The Everness of Now)
04. The Dream and the Dreamer
05. From Chaos to Harmony
06. It’s Raining Diamonds
07. Ripples
08. Blue Sky Day
09. Soul Satisfaction
10. Break Down the Walls (Warm Up Jam)

>>

Ouça “All For One”, primeira música inédita do Stone Roses em 21 anos

>>

120516_stoneroses5

Enfim, aconteceu. “All For One” é o novo single anunciado pela banda inglesa Stone Roses na manhã de hoje. A canção está sendo tocada nas principais estações de rádio da Europa e América do Norte desde 4 da tarde, horário de Brasília.

O som não foge muito do DNA do grupo, que fez grande sucesso no Reino Unido no fim dos anos 80 e no início dos 90, antes de se separar.

A volta aos palcos se deu em 2012. Quatro anos depois, senhoras e senhores, “All For One”.


allforone

>>

O que são esses limões em Manchester? Dizem que o Stone Roses…

>>

100516_stoneroses_1

Um dos epicentros da música, Manchester amanheceu repleta de limões nesta terça-feira. A referência, claro, é ao grupo local The Stone Roses, separado por quase duas décadas, que retomou os trabalhos há quatro anos para shows gigantes de reunião, mas que até agora não lançou nada inédito. Até agora…

Em diversos pontos da cidade, pôsteres e artes gráficas com apenas um limão desenhado foram colocados no fim da noite de ontem. Em estações de metrô, muros, prédios ou lojas de disco, é possível encontrar o material.

Os rumores inclinam para o lançamento de um novo single. Há poucos dias, um fã disse ter se encontrado com o baixista Mani e o mesmo teria dado a dica: “ouça o rádio nesta semana”. Outro fã, que costuma dar pistas certeiras sobre os passos do grupo, também tuitou há alguns dias que a espera por uma nova música estava chegando ao fim.

No mês passado, Noel Gallagher, fã e amigo da banda, disse que esteve com Ian Brown no início do ano e confirmou que a banda estava gravando um novo disco “como se fosse o primeiro”.

Até agora, o Stone Roses tem alguns shows marcados para o meio do ano, sendo quatro em Manchester, um no Madison Square Garden em Nova York, outro em Dublin e mais um no festival escocês T in the Park. Duas apresentações agendadas para o Japão no início de junho foram canceladas porque o baterista Reni sofreu uma queda em casa e quebrou duas costelas.

100516_stoneroses_2

100516_stoneroses_3

>>

Stone Roses embarca na viagem do Flaming Lips e na voz da Ke$ha

>>

091213_keshalips

Você já deve estar sabendo, um dos mil projetos atuais do Flaming Lips é o disco em tributo ao grupo inglês Stone Roses. Wayne Coyne, doido de pedra, chamou alguns amigos para dar uma nova pegada ao disco de estreia homônimo da banda de Manchester, espécie de precursora do Britpop e uma das grandes influências musicais do Oasis, por exemplo.

O álbum, lançado em 1989, é considerado um dos mais importantes da história da música britânica por misturar essencialmente toda a vibe “acid trip” de Manchester com solos estridentes de guitarra e muito groove.

Duas semanas atrás, foram prensadas e vendidas 500 cópias de vinis coloridos para marcar o lançamento do tributo, que recebeu o nome de “The Time Has Come To Shoot You Down… What A Sound”. Além do Flaming Lips, participam do projeto nomes como Peaking Lights, Jonathan Rado (do Foxygen) e o New Fumes.

Hoje rolou uma faixa nova e com uma surpresa. “Elizabeth My Dear” aparece na lista inicial como uma parceria do Lips com o New Fumes. Mas tem também a participação da cantora pop bagaceira Ke$ha. As demais mídias como CD e pacote digital serão lançados nas próximas semanas.

* Tracklist
01. “I Wanna Be Adored” – HOTT MT – Stardeath and White Dwarfs
02. “She Bangs the Drums” – The Flaming Lips, Polica, New Fumes
03. “Waterfall” – Blobs Descending From Heaven – HOTT MT – Stardeath
04. “Don’t Stop” – Stardeath and White Dwarfs
05. “Bye Bye Badman” – New Fumes – Def Rain
06. “Elizabeth My Dear” – Ke$ha – New Fumes – The Flaming Lips
07. “(Song for My) Sugar Spun Sister” – HOTT MT
08. “Made of Stone” – Stardeath and White Dwarfs – The Flaming Lips
09. “Shoot You Down” – Peaking Lights
10. “This Is the One” – Depth and Current – Jonathan Rado (Foxygen) – The Flaming Lips
11. “I Am the Resurrection” – New Fumes
12. “Fools Gold” – SpaceFace

>>