Em the strokes:

México gostoso, parte 1 – Confira shows completos de The Strokes, The Raconteurs e Interpol no festival Corona Capital

>>

Foto: Notimex

Foto: Notimex

A Cidade do México virou uma espécie de reduto indie no último final de semana com a realização de mais uma edição do cada vez mais encorpado Corona Capital, festival promovido por uma famosa marca de cervejas de lá.

E alguns dos shows da programação começaram a pipocar na internet, com registros limpinhos e profissionais. Entre os shows completos que estão ao nosso alcance, estão os de The Strokes (que virão ao Brasil ano que vem), The Raconteurs (que vieram aqui semana passada), e Interpol.

Foi por ocasião deste festival que Julian Casablancas e Jack White se encontraram em um palquinho mexicano dia desses…

Abaixo, as apresentações completas.

THE STROKES

THE RACONTEURS

INTERPOL

>>

Loucura indie: The Raconteurs toca The Strokes no México lindo. COM O JULIAN CASABLANCAS!

>>

Foto: David James Swanson

Foto: David James Swanson /// A foto da capa é de Alan Cortés

Depois do show incrível no Popload Festival, naquela que foi a estreia do Raconteurs em terras brasileiras, a banda norte-americana seguiu para o México, dando continuidade à sua turnê latina.

E eis que, na noite de ontem, o El Plaza Condesa, na Cidade do México, presenciou um grande encontro, de emocionar qualquer indie que se preze.

Já na parte final da apresentação, o Raconteurs chamou ao palco nada menos que Julian Casablancas, vocalista dos Strokes. Juntos, eles emendaram na lata o clássico “The Modern Age”, lançado em 2001 no seminal “Is This It”, o disco de estreia da banda de Nova York.

O resultado fala por si no vídeo abaixo. México lindo.

>>

Em seu próprio festival, Eddie Vedder toca Daniel Johnston e divide o palco com The Strokes e Red Hot Chili Peppers

>>

Fotos: Stephen Hoffmeister

Fotos: Stephen Hoffmeister

Rolou neste final de semana em Dana Point, Califórnia, o Ohana Festival, evento que tem como curador nada menos que o incrível Eddie Vedder, líder do Pearl Jam. E, desde a sexta-feira, o cantor fez questão de estar presente e conferindo tudo de perto.

A primeira aparição de Vedder no palco foi com os Strokes. Ele disse que atendeu ao convite de Julian Casablancas e que aquela era uma forma de agradecer a todos os artistas que se envolveram com o festival. Na parte que interessa, Eddie cantou com a banda de Nova York as canções “Had to Imagine”, do seu Pearl Jam, e ainda “Juicebox”.

Já no sábado, Eddie fez um show solo e não deixou de homenagear Daniel Johnston, que morreu no início deste mês. O vocalista do PJ era bastante fã do artista americano e fez uma cover de “Walking the Cow”, canção lançada originalmente em 1983, no discaço “Hi, How Are You”. Eddie canta a faixa de forma frequente em seus shows, mas esta foi a primeira vez após a passagem de Johnston.

Encerrando o festival, ontem, Vedder invadiu o palco do Red Hot Chili Peppers e armou com a banda de Anthony Kiedis uma cover de “Just What I Need”, para homenagearem Ric Ocasek, do The Cars, que também morreu recentemente.

Os registros dos três episódios podem ser conferidos abaixo.

>>

Eita! Nick Valensi confirma que disco novo dos Strokes já está gravado

>>

090919_strokes2

Agora vai, Brasil. Depois de boatos sobre as gravações de um novo disco, está confirmada a notícia e, em breve, deveremos ter novidades sonoras dos Strokes.

Quem confirmou a boa nova foi justamente o guitarrista Nick Valensi, em entrevista para a rádio Q 104.3 de Nova York. Diz ele que as gravações foram finalizadas e está em fase de mixagem.

Valensi só não quis fazer previsões quanto a uma possível data de lançamento. “Quando? Eu não sei. Se eu dissesse, seria apenas uma probabilidade”.

O último trabalho de estúdio da banda norte-americana é o EP Future Present Past, lançado em 2016.

>>

Strokes no Lollapalooza… No caaaaaaaso, no de Chicago (oo). Veja o show todo de quinta passada

>>

Captura de Tela 2019-08-05 às 2.38.55 PM

* Os sempre adorados Strokes, banda de Nova York que vive de seu passado glorioso no “new rock” e tudo bem para a gente quanto a isso, foram a principal atração do Lollapalooza de Chicago, a matriz, que aconteceu no último final de semana nos EUA, desde a quinta.

E na própria quinta, em apresentação no majestoso Grant Park (sdd, Obama!) que teve transmissão pela internet, Julian e sua gangue mostraram ao vivo em apresentação bem decente (porque as vezes elas não são) 17 músicas, 100% delas pertencentes aos seus três primeiros discos (dos cinco), lançados até 2006.

Headliner de saudosismo de vários festivais mundo a fora, é entendido que os Strokes vêm ao Brasil em 2020 em alguma época. Então, pega este show do Lolla Chicago abaixo (enquanto não derrubarem o link) e vai treinando os hits.

***

** Já planejou o Réveillon? Os Strokes anunciaram hoje um show dia 31 de dezembro no Barclays Center, em Nova York. Os ingressos, veja no site deles, já estão a venda. A apresentação especial é tipo uma compensação a sua cidade, já que eles iam tocar no festival Governors Ball semanas atrás e o concerto teve que ser cancelado por causa da tempestade que assolou o lugar. Vamos receber um “Feliz Ano Novo” do Julian, na friaca?

>>