Em The Who:

It’s my generation, baby. The Who prepara primeiro álbum de inéditas em quase 15 anos e arma o que pode ser a sua última turnê

>>

160119_thewho2

Histórico grupo de rock britânico, o The Who se prepara para um 2019 movimentado. Informações da revista americana Rolling Stone dão conta de que Roger Daltrey e Pete Townshend devem lançar neste ano seu primeiro disco de estúdio desde 2006, quando soltaram “Endless Wire”.

A publicação conta que Pete já tem pronto o esqueleto do projeto, com 15 demos que ele andou gravando em estúdios ingleses no ano passado, incluindo baladas dark, rock pesado e música eletrônica experimental.

“Isso não tem nada a ver com querer um álbum de sucesso. Não tem nada a ver com o fato de que o Who precisa de um novo álbum. É algo puramente pessoal. É sobre o meu orgulho, meu senso de autoestima e de auto-dignidade como compositor”, disse Pete.

Além do álbum, a RS informa que a banda está preparando uma grande turnê pelos EUA, com orquestra e tudo, sem deixar o peso de lado. O primeiro rolê começa em maio, na cidade de Grand Rapids, e vai até 1º de junho, em Toronto. Dia 6 de setembro, eles partem para uma segunda parte, começando por St. Paul, durando até o final de outubro. Locais místicos como o Madison Square Garden (Nova York) e o Hollywood Bowl (Los Angeles) estão no programa de turnê, que pode ser a última de Roger Daltrey, segundo o próprio.

De acordo com o vocalista, não é legal ficar falando sobre “adeus”, mas ele reconhece que a idade está chegando para ele. “Esta será possivelmente a minha última turnê. Só estou sendo realista sobre os 75 anos da minha vida. Tenho que ser realista que esta é a idade que eu tenho e que minha voz começa a ir depois de um tempo. E eu não quero ser tão bom quanto eu era há dois anos”.

Apesar das notícias antecipadas, ainda não há confirmações sobre datas do lançamento do disco nem dos shows.

The Who – Moving On! Tour
May 7 – Grand Rapids, MI @ Van Andel Arena
May 9 – Buffalo, NY @ KeyBank Center
May 11 – Bristow, VA @ Jiffy Lube Live
May 13 – New York, NY @ Madison Square Garden
May 16 – Nashville, TN @ Bridgestone Arena
May 18 – Noblesville, IN @ Ruoff Home Mortage Music Cente
May 21 – Chicago, IL Hollywood Casino Amphitheatre
May 23 – Maryland Heights, MO @ Hollywood Casino Amphitheatre St. Louis
May 25 – Philadelphia, PA @ Citizens Bank Park
May 28 – Detroit, MI @ Little Caesars Arena
May 30 – Pittsburgh, PA @ PPG Paints Arena
June 1 – Toronto, ON Scotiabank Arena
Sept 6 – St. Paul, MN @ Xcel Energy Center
Sept 8 – Alpine Valley, WI @ Alpine Valley Music Theatre
Sept 10 -Cuyahoga Falls, OH @ Blossom Music Center
Sept 13 – Boston, MA @ Fenway Park
Sept 15 – Wantagh, NY @ Northwell Health at Jones Beach Theater
Sept 18 – Atlanta, GA @ State Farm Arena
Sept 20 – Ft. Lauderdale, FL @ BB&T Center
Sept 22 -Tampa, FL @ Amalie Arena
Sept 25 -Houston, TX @ Toyota Center
Sept 27 – Dallas, TX @ American Airlines Center
Sept 29 – Denver, CO @ Pepsi Center
Oct 11 – Los Angeles, CA @ Hollywood Bowl
Oct 13 – Los Angeles, CA @ Hollywood Bowl
Oct 16 – San Diego, CA @ Viejas Arena at Aztec Bowl San Diego State University
Oct 19 – Seattle, WA @ T-Mobile Park, Home of the Seattle Mariners
Oct 21 – Vancouver, BC @ Pepsi Live at Rogers Arena
Oct 23 – Edmonton, AB @ Rogers Place

>>

The Who em SP mostra que a banda ficou velha, mas não morreu. E tudo bem

>>

* Cinquenta e três anos. Esse foi o tempo entre a criação The Who e a primeira apresentação da banda na América no Sul, ontem em São Paulo, no Allianz Parque dentro da programação do Festival SP Trip. E a banda inglesa, considerada ao lado de Beatles e Stones como a santíssima trindade da invasão britânica dos anos 60, não decepcionou em frente ao estádio cheio (mas não lotado).

Fechando a noite após as bandas Alter Bridge e The Cult, os donos de um dos versos mais famosos da história da rock sobre preferir morrer a ficar velho, os senhores septuagenários Roger Daltrey e Peter Townshend (abaixo, em foto de subiram ao palco palmeirense visivelmente emocionados por finalmente pagarem a dívida histórica com os sulamericanos.

Captura de Tela 2017-09-22 às 7.47.24 PM

As imagens no telão a toda hora lembravam o auge do Who e, claro, os lendários membros já falecidos: Keith Moon e John Entwistle. A bateria de Moon, aliás, estava em boas mãos com Zak Starkey, filho do beatle Ringo e que já tocou também no Oasis.

E, com o repertório que tem, o Who já entrou com o jogo ganho. Uma banda que se dá ao luxo de tocar “My Generation” logo nos 30 primeiros minutos de show é porque tem hits e hinos para não se incomodar em “queimar a largada”.

Roger Daltrey, do auge dos seus 73 anos, e que nunca foi reconhecido como um dos melhores vocalistas do rock, vítima de piadinhas até de gente como Keith Richards sobre sua capacidade vocal, provou com músicas como “Bargain” e “Love, Reign O’er Me” que a sua imagem de cantor mediano é uma injustiça. A dobradinha com a instrumental “The Rock” e “Love, Reign O’er Me”, inclusive, foi o ponto alto do show.

No final ainda sobraram clássicos como “Pinball Wizard”, “Baba O’Riley” – outro dos pontos altos – e “Won’t Get Fooled Again”.

Por insistência da plateia, Townshend ainda concedeu que a banda voltasse e tocasse mais duas músicas “5:15” e “Substitute”, quando finalmente implorou aos risos para os presentes: “Go home!”.

No fim das contas, foi um show digno da história e importância da banda, apesar do tempo, dos membros que já se foram e de não ter a quebradeira de instrumentos no final.

Eles ficaram velhos e isso não é tão ruim quanto eles achavam.

setlist

** Neste sábado o Who é a atração principal do Rock in Rio, o megafestival que, afinal, está trazendo a banda ao Brasil.

** Texto de João Vitor Medeiros, especial para a Popload.

>>

Algo raro de se ver: The Who emenda dois sons clássicos em apresentação na TV

>>

200717_thewho2

Com visita inédita marcada para o Brasil no mês de setembro, o incrível The Who fez algo raro e se apresentou em um programa de TV nos Estados Unidos para divulgar sua atual turnê que incluiu residência de seis shows em Las Vegas, a partir da semana que vem.

O programa escolhido para a performance dos ingleses foi o do Jimmy Fallon, onde o grupo de Roger Daltrey e Pete Townshend tocou os hits “I Can See for Miles”, do álbum “The Who Sell Out” (1967), e “You Better You Bet”, do disco “Face Dances” (1981).

O The Who fará três shows no Brasil em setembro, nos dias 21 em São Paulo, 23 no Rock in Rio e 27 em Porto Alegre.

>>

Abre com The Who, fecha com Guns N’ Roses. São Paulo Trip oficializa programação e anuncia pré-venda para quarta

>>

250417_sptrip

Aos poucos, vai ganhando forma o São Paulo Trip, festival que vai abrigar shows no rescaldo do Rock in Rio no Allianz Parque, o lindo estádio do Palmeiras, em setembro. Com a pré-venda se iniciando nesta quarta, 26 de abril, a organização do evento confirmou o line-up dividido por dia.

O The Who abre a série com uma apresentação dia 21 de setembro, quinta-feira, tendo o The Cult e agora o Alter Bridge como atrações de abertura.

O Bon Jovi se apresenta no dia 23, sábado, ainda sem banda de suporte anunciada.

Já no domingo, 24, será a vez do Aerosmith mostrar seu show, em companhia do Def Leppard.

Quem fecha a programação é o Guns N’ Roses, com Axl e Slash juntos ainda, na terça-feira, 26/9. A atração de abertura será o veterano Alice Cooper.

O que se sabe é que a Mercury Concerts, responsável pelo evento, realizará a pré-venda dos ingressos via PayPal a partir das 22h desta quarta-feira, 26 de abril, e assim ficará durante uma semana. Em seguida, o site Ingresso Rápido iniciará a comercialização das entradas na venda convencional dia 3 de maio. Os preços também ainda não foram anunciados, o que deve acontecer no final da tarde desta terça-feira.

>>

No bafo do Rock in Rio, São Paulo vai receber série de shows da velha turma, com The Who, Aerosmith, Bon Jovi e Guns N’ Roses

>>

210417_sptrip

A cidade de São Paulo receberá uma série de shows, no embalo do Rock in Rio. The Who, Aerosmith, Bon Jovi e Guns N’ Roses tocarão na capital paulista entre os dias 21 e 26 de setembro.

Os shows acontecerão no Allianz Parque, a arena do Palmeiras, e terá cada uma das quatro bandas tocando em noites diferentes, acompanhadas de grupos conhecidos como atrações de abertura.

Até o momento, estão fechados como “special guests” o The Cult (abrindo para o The Who), Def Leppard (tocando no mesmo dia do Aerosmith) e Alice Cooper (junto com o Guns N’ Roses). Falta ainda uma quarta atração que será fechada nos próximos dias, para se apresentar na mesma data do Bon Jovi.

A série de shows vai receber o nome de São Paulo Trip, “uma viagem sonora”, e o anúncio oficial com todos os detalhes deve acontecer assim que o Rock in Rio terminar de esgotar seus ingressos. Restam entradas para apenas dois dias do evento carioca.

A Mercury Concerts, responsável pelo evento, informa que a pré-venda será feita por PayPal. Em seguida, o site Ingresso Rápido comercializará as entradas. Ainda não há uma data certa, mas o Aerosmith entregou que a pré-venda começa dia 26 de abril. A banda do Steven Tyler informou, também, que vai tocar no domingo, 24 de setembro. Aerosmith furando geral.

Ainda não é oficial, também, mas parece que o The Who será na quinta, dia 21, o Bon Jovi no sábado (23) e o GNR na noite de terça-feira, 26, encerrando a série.

>>