Em The Who:

Apenas… De surpresa e sob os olhares de Graham Coxon, Noel Gallagher abre show do The Who em Londres

>>

310317_noelgallagher2

Acontece nesta semana, em Londres, no famoso Royal Albert Hall, o tradicional Teenage Cancer Trust, evento beneficente que arrecada fundos para o tratamento de crianças e adolescentes com câncer.

O show na noite de ontem foi do gigante The Who, que vem ao Brasil pela primeira vez em sua história no segundo semestre. Mas, antes da apresentação do grupo de Roger Daltrey (que é padrinho do evento) e Pete Townshend, rolou uma surpresa de luxo.

Noel Gallagher, um dos principais apoiadores da causa desde o seu início, apareceu e fez um set acústico como abertura do Who, sem anúncio oficial.

O irmão do Liam tocou apenas ao lado do seu tecladista Mike Rowe e mandou clássicas do Oasis, como “Wonderwall” e “Don’t Look Back In Anger”, além de faixas de sua discografia solo, tipo “What A Life!”.

Boa parte do show, visto até pelo Graham Coxon, já está rodando a internet e alguns vídeos podem ser vistos abaixo, incluindo o The Who, claro.

>>

Um arroz e uma cereja: Rock In Rio confirma Guns N’ Roses e The Who em uma mesma noite

>>

290615_glastowho

O Rock In Rio anunciou no fim da noite desta terça-feira duas atrações de peso para o sábado, 23 de setembro. Em meio às diversas atrações pouco surpreendentes, o festival confirmou o show do The Who, seminal banda inglesa que vem ao país pela primeira vez em sua história. Em compensação, foi anunciado para a mesma noite o Guns N’ Roses, em sua milésima aparição no evento.

A turnê do The Who, a Popload comentou há mais de um mês, vinha sendo costurada pelo menos desde 2013. O empresário da banda, Bill Curbishley, contou em entrevista para a rádio BBC que o grupo enfim viria ao Brasil neste ano. Este espaço, à época, complementou a informação dando conta que serão ao menos três shows no total da tour brasileira, um deles no Rock In Rio, de fato confirmado, outro em São Paulo e um terceiro pendente, provavelmente em Porto Alegre.

Já o Guns N’ Roses, embora seja figurinha carimbada do festival, vem para a sua oitava turnê no país, quarta no Rock In Rio, desta vez com a nova-velha formação do grupo, que tem Axl e Slash dividindo o mesmo palco após mais de duas décadas e amparada pelos shows elogiados por fãs e críticos de imprensa.

Apesar das confirmações, o Rock In Rio não informou qual a banda será a headliner.

010416_gunsnroses1

>>

The Who confirma turnê inédita no Brasil em setembro: Rock in Rio, São Paulo e Porto Alegre (talvez)

>>

Captura de Tela 2017-02-03 às 3.34.17 PM

* Esta é clássica. E inédita. Turnê que está sendo costurada pelo menos desde 2013, a mais-que-cinquentenária banda inglesa The Who garante três shows no Brasil agora em 2017. É a primeira vez que o seminal grupo vem tocar na América do Sul.

A Popload apurou que a banda toca no Rock in Rio, em São Paulo e provavelmente em Porto Alegre. Quem afirmou isso (sobre os três shows, não sobre os locais) é o empresário da banda, Bill Curbishley, em entrevista hoje de manhã num programa de rádio na BBC inglesa, a BBC Radio London.

O Who fará uma turnê americana em agosto e setembro, vindo para Brasil, Chile (um show) e Argentina (um show) na sequência.

No ano passado, o famoso quarteto (hoje quinteto), que tem os originais Roger Daltrey e Pete Townshend na formação, se apresentou no Oldchella, o Coachella especial de clássicos, junto com Paul McCartney, Stones, Neil Young e outros. O último disco de estúdio lançado foi “Endless Wire”, o 11º do grupo, em 2006.

Em abril, o Who fará cinco shows no Reino Unido. As apresentações incluirão uma performance ao vivo do histórico álbum “Tommy”, de 1969. Essa turnê especial está sendo conhecida como “2017 Tommy & More”. Mas na América do Sul os shows devem ser do catálogo geral de clássicos da banda.

Além de Daltrey e Townshend, cantor e guitarrista, o Who de hoje tem o baixista Pino Pallodino, o tecladista Mick Talbot e o baterista Zak Starkey, filho do beatle Ringo Starr.

>>

O deserto da Califórnia enquanto centro do mundo. Algumas impressões do primeiro fim de semana do Oldchella

>>

101016_deserttrip

Rolling Stones e Bob Dylan na sexta. Paul McCartney e Neil Young no sábado. The Who e Roger Waters no domingo. O fim de semana histórico em Indio, Califórnia, reservou seis shows de artistas dos mais aclamados de todos os tempos, no festival Desert Trip, que muita gente prefere chamar de Oldchella. No lugar das engenharias, tendas eletrônicas e efervescência indie do Coachella, um clima de nostalgia absurda tomou conta de milhares de pessoas no meio do deserto. Classe.

* Na sexta-feira, os trabalhos foram abertos por Bob Dylan. Calado, mal conversou com o público e passou boa parte de sua apresentação ao piano, mas não deixou de despejar hits como Don’t Think Twice, It’s All Right, Tangled Up in Blue e Lonesome Day Blues. Uma rara apresentação de Dylan para grandes públicos, já que ele tem preferido se apresentar em teatros nos últimos anos.

Bob Dylan Setlist Desert Trip 2016, Never Ending Tour

* Os Rolling Stones reservaram algumas surpresas em seu set. Little T&A, do disco Tattoo You, foi tocada pela primeira vez em mais de uma década. “Ride’ Em on Down”, do novo álbum “Blue and Lonesome”, teve sua estreia ao vivo. Mas o grande momento da noite foi quando a turma liderada por Mick Jagger mandou ao vivo uma cover de Come Together, dos Beatles. Mas isso é assunto para outro post…

The Rolling Stones Setlist Desert Trip, North America Mini Tour 2016

* A programação no sábado foi aberta pelo gênio Neil Young, em fase politizada, preocupado com a ecologia, os rumos do planeta e tudo mais. O canadense tem sido acompanhado pela banda Promise of the Real e revisitado seu vasto catálogo de canções incríveis. A tríade de abertura, por exemplo, é After the Gold Rush, Heart of Gold e Comes a Time. O encerramento é com a classuda Rockin’ in the Free World. Mas o show de Neil não acabou quando terminou, até porque…

Neil Young + Promise of the Real Setlist Desert Trip 2016, Rebel Content

101016_deserttrip_slider

* Neil apareceu no show de outra lenda, Paul McCartney. O beatle, parça do Brasil nos últimos anos, apresentou seu show de sempre, cantando canções de sua famosa ex-banda, do Wings e da carreira solo. Mas os melhores momentos ficaram reservados para a parceria de Paul e Neil, amigos há tipo cinco décadas. Os dois reeditaram ao vivo as músicas A Day in the Life e Give Peace a Chance, fazendo quase 100 mil pessoas cantarem a plenos pulmões. Ainda houve tempo para uma versão improvisada de Why Don’t We Do It in the Road?, nunca tocada ao vivo. Macca ainda botou no set a faixa I Wanna Be Your Man pela primeira vez desde 1993.

* O domingo foi o dia mais politizado do festival. No palco, The Who e Roger Waters. A banda inglesa fez uma apresentação mais light, de duas horas, e falou especificamente de sua história no país, iniciada com o sucesso do single I Can See For Miles, em 1967, quando a banda era a Adele ou a Lady Gaga da época, palavras do vocalista Roger Daltrey. No setlist, outros sucessos como My Generation, Pinball Wizard e The Kids Are Alright, esta última oferecida para os “jovens” da plateia.

The Who Setlist Desert Trip, Back to The Who Tour 2016

* Mais tarde, um show pesado de Roger Waters. O ex-Pink Floyd aproveitou a apresentação em solo norte-americano para atacar de forma dura o candidato à presidência, Donald Trump, chamado pelo músico de “porco, sexista, machista e racista”. No telão, diversas imagens enfatizaram o posicionamento contrário de Waters em relação ao magnata. Em um dos momentos mais polêmicos da apresentação, o músico colocou crianças mexicanas no palco sob os dizeres “Abaixe o muro”, fazendo referência à declaração de Trump, que disse que construiria um muro na fronteira sul dos Estados Unidos para evitar a entrada de mexicanos no país, porque eles são “cheios de problemas e carregam drogas”.

Roger Waters Setlist Desert Trip 2016, The Best of Pink Floyd

*** O festival Desert Trip terá um repeteco no próximo final de semana, com a mesma programação de shows, seguindo o exemplo do Coachella.

101016_desertrip2

>>

Oldchella, o Coachella Classics, já tem pôster lindão

>>

* Segue tomando forma grande o já grande Oldchella, o festival de meganomes da história do rock que será realizado em outubro no deserto da Califórnia, no mesmo lugar do Coachella, e terá, vale repetir:
* um dia, sexta dia 7/10, Rolling Stones e Dylan.
* o sábado, 8, com Paul McCartney e Neil Young.
* domingo, 9, The Who e Roger Waters.

A Popload trouxe a história semana passada, depois de participar de papos de produtores em Los Angeles. Uma nova rodada de shows, no final de semana seguinte, deve ser anunciada conforme a venda de ingressos para o primeiro. Datas de alguns artistas estão bloqueadas para 14, 15 e 16 de outubro.

O ingresso para os três dias de evento custará US$ 399, calcule aí uns R$ 1500. E entradas VIP vão de US$ 699 a US$ 1599, a incluir transporte e outras regalias. Cerca de 70.000 entradas “normais” serão vendidas.

image(1)

Olha o esquema do público no cenário paradisíaco do deserto, em esboço:

Screen Shot 2016-05-03 at 16.14.22

Os ingressos começam a ser vendidos dia 9, semana que vem.

>>