Em thiago pethit:

Ele é a cobra. Thiago Pethit retorna à cena com novo single e apronta “Mal dos Trópicos”, o próximo álbum

>>

1 - cenatopo19

image (1)

* O cantor e compositor paulista Thiago Pethit revela hoje, aqui e agora, a dramática “Noite Vazia”, música que marca sua volta às gravações depois de 5 anos longe de estúdio e aponta para o futuro próximo: o novo álbum, “Mal dos Trópicos (Queda e Ascensão de Orfeu da Consolação)”, sai em algum dia perto do Carnaval, para tudo ficar alinhado.

Alinhado com tempo e espaço, alinhado com sua aparente nova fase. “Noite Vazia”, essa canção nova que antecipa seu quarto disco, está entre um trip hop abrasileirado ou uma bossa nova ótima para a Quarta-Feira de Cinzas. Jogando Pethit para longe da fase “guitaaaaarra” de seu último álbum, “Rock’n’Roll Sugar Darling”, de 2014.

Single_V2-3

A belíssima capa do single é do elogiadíssimo e jovem artista recifense Samuel D’Saboia, o Sarmurr, em ascensão meteórica nas artes plásticas do país, e traz um vídeo estrelado por ela (ou por ele), a cobra (ou Pethit), vagando nas ideias da (pós)noite vazia. A música foi feita em parceria com o produtor e multiinstrumentista carioca Diogo Strausz, o responsável pelo importante arranjo de cordas e sopros do single.

“Eu não escrevo canções de amor. Mas canções sobre a ausência ou sobre a falta do amor. Sobre o abandono, o pedido de retorno, o lamento e a dor. Quando escrevo sobre amor, escrevo mais sobre mim do que sobre o outro. É sobre a solidão mais do que sobre amar. ‘Noite Vazia’ fala sobre isso”, diz Thiago Pethit sobre a nova música.

pethit

“Mal dos Trópicos (Queda e Ascensão de Orfeu da Consolação)”, o álbum, terá participações especiais da cantora Maria Beraldo (tocando clarinete em uma faixa) e do renomado violista Marcelo Jafé, entre outros, além da produção de Diogo Strausz para todo o disco.

É, definitivamente, um Thiago Pethit muito bem alinhado.

Confira “Noite Vazia”, música e vídeo, exclusividade Popload.

**

* A foto de Pethit deste post, a mesma modificada na chamada da home da Popload, é de Rafael Barion.

>>

CENA – Festival no Centro Cultural convoca o indie nacional a São Paulo para movimentar julho quase inteiro

>>

popload_cena_pq

Opção identidade foto pés2

* Na órbita do tal Dia do Rock, agora em julho, o Centro Cultural SP faz maior e melhor organizando, por todo o mês e não em um só dia, o Centro do Rock, um festival elencando destacada parte da produção nova e mais antiga do indie nacional, e botando para tocar na Vergueiro nomes como Boogarins, Garage Fuzz, Ventre, E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante, Rakta, Maglore, o às vezes ressuscitado MQN e a solvência do Jonnata Doll, entre outros.

É isso mas não é só isso. O Centro do Rock, além dos shows normais e os “shows especiais” (já falo), virá ainda com uma programação robusta de debates e cinema. E terá o graaaaande jornalista musical Ricardo Alexandre fazendo o chamado “Concertos de Discos”, contando a história do rock brasileiro através de álbuns marcantes em audições comentadas.

Uma espécie de Apple Music Festival, evento inglês que espalha pela casa de shows Roundhouse, em Londres, durante um mês, uma forte programação de shows num mesmo lugar, o Centro do Rock ocupa de 11 a 30 de julho a tradicional sala Adoniran Barbosa, palco de shows (quase) 360 graus que existe desde os anos 80 e no qual o público praticamente “abraça” as bandas que tocam, pela proximidade e a disposição espacial deste “underground” do Centro Cultural SP. Na Adoniran Barbosa cabem 631 pessoas.

rakta

A parte de shows começa no dia 11, uma terçq-feira, às 21h e gratuito, com a Test Big Band, a banda do duo Test (João e Barata) na versão gigantesca, um já patrimônio da cena experimental brasileira que existe há quase oito anos e contabiliza 400 apresentações ao vivo.

Até o encerramento do festival, com a presença ao vivo da performática banda cearense Jonnata Doll e os Garotos Solventes, em 30 de julho, alguns dos destaques especiais da programação são:
– o impressionante grupo paulistano de mulheres Rakta (foto acima) e um dos últimos shows de sua formação original, porque mudanças vêm aí.
– Boogarins (imagem abaixo) fazendo pela primeira vez no país a performance ao vivo do recém-lançado álbum “Lá Vem a Morte”, com abertura do conterrâneo de outra geração, o grande MQN, do agitador Fabrício Nobre.
– O concerto conjunto de duas bandas-destaque do indie brasileiro atual: o paulistano E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante e a carioca Ventre.
– O cantor Thiago Pethit fazendo o show do disco “Horses”, álbum clássico da roqueira americana Patti Smith.

Tem muito mais.

boogarins

** Confira a programação completa do Centro do Rock, mais os debates, o Concertos de Discos e o Cinema:

os shows

Test Big Band
11 de julho
21h
Entrada Franca
 
Rakta
12 de julho
21h
Ingressos: R$ 20
 
Thiago Pethit toca Horses, de Patti Smith
13 de julho
21h
Ingressos: R$ 25
 
Maglore
14 de julho
Sala Adoniran Barbosa
19h
Ingressos: R$ 25
 
Garage Fuzz
15 de julho
19h
Ingressos: R$ 25
 
E a Terra Nunca Me Pareceu Tão Distante + Ventre
16 de julho
18h
Ingressos: R$ 25
 
The Baggios
20 de julho
21h
Ingressos: R$ 25
 
“Meu Reino Não É Desse Mundo” / Thiago Nassif / Lucas Pires com Hot On n’Aldeia Global
22 de julho
19h
Ingressos: R$ 25
 
Boogarins / MQN
23 de julho
18h
Ingressos: R$ 25
 
Vermes do Limbo + Bernardo Pacheco / Deaf Kids
27 de julho
21h
Ingressos: R$ 25
 
Labirinto
29 de julho
19h
Ingressos: R$ 25
 
Jonnata Doll e os Garotos Solventes
30 de julho
18h
Ingressos: R$ 15

os debates

– Mulheres no Rock
12 de julho
Mediação: Claudia Assef
Participantes: Taciana Barros (Gang 90 e Pequeno Cidadão), Sandra Coutinho (Mercenárias), Carla Boregas e Paula Rebellato (Ratka)
Sala Adoniran Barbosa
19h
Entrada Franca
 
Letra de Rock É Poesia?
13 de julho
Mediação: Alexandre Matias
Participantes: Fernanda D’Umbra (Patti Smith), Fabrício Corsaletti (Bob Dylan) e Daniel Benevides (Leonard Cohen)
Sala Adoniran Barbosa
19h
Entrada Franca
 
O Rock Errou Mas Eu Juro Que Não Fui Eu
30 de julho
Mediação: Cadão Volpato
Participantes: Lúcio Ribeiro, Fabio Massari e Alex Antunes
Sala Adoniran Barbosa
19h
Entrada Franca

os Concertos de Discos

 
A história do rock brasileiro, com Ricardo Alexandre
Datas: 8, 15, 22 e 29 de julho
Discoteca Oneyda Alvarenga
15h30
Entrada Franca

o cinema

Mostra Gerações Rock’n Roll, focando filmes e documentários que marcam várias décadas de rock nas telas, desde o rockabilly dos anos 50 até o indie rock dos 2000.

– 11 de julho
15h JOHNNY & JUNE
17h45 JUVENTUDE TRANSVIADA
20h LOUCURAS DE VERÃO

– 12 de julho
15h CONTROLE: A HISTÓRIA DE IAN CURTIS
17h30 VELVET GOLDMINE
20h ROCK’N ROLL HIGH SCHOOL

– 13 de julho
15h DE VOLTA PARA O FUTURO
17h30 ISTO É SPINAL TAP
19h10 A FESTA NUNCA TERMINA

– 14 de julho
15h EDEN
17h30 QUANTO MAIS IDIOTA MELHOR
19h30 HEDWIG: ROCK, AMOR E TRAIÇÃO

– 15 de julho
15h SCOTT PILGRIM CONTRA O MUNDO
17h EDEN
19h30 FRANK

– 16 de julho
15h FRANK

>>

CENA – Uma terça quase ordinária. Carne Doce no SESC, Pethit na Bud, Papisa na galeria

>>

cena

* Sem nada muito esperto para a noite do Valentine’s Day? A CENA pode te ajudar a criar um clima.

* Os namorados Macloys e Salma Jô levam a banda goiana Carne Doce, de excelente apresentação ao vivo, para estrear a fase 2017 do projeto Prata da Casa, no Sesc Pompeia. A mostra reúne ainda, na mesma noite, outro show bem bom, o da banda carioca Ventre. O grupo do Rio deve já tocar alguma música nova, pois seu segundo álbum já está em plena gestação. O Carne Doce vai aproveitar o show do Sesc para exibir, em premiére, o novo vídeo de música do álbum “Princesa”, do ano passado. Numa superprodução “hollywoodiana”, a banda mostra o visual da canção “Falo”, de múltiplos significados. O vídeo estará rodando amanhã aqui na Popload. Só para adiantar, em “Falo”, e por causa dele, as mulheres pegam em armas. Abaixo, uma imagem de “Falo”, o vídeo.

Captura de Tela 2017-02-14 às 6.40.55 PM

\\

** Exposição mais show e performance, o projeto Divinas ocupa o lado “ar livre” da Galeria Vermelho com… divinas. A fotógrafa Mariana Cobra exibe 40 fotografias analógicas (!) com quatro mulheres reais do Uruguai, mas em formato de zine. Nesse ambiente “feminino”, a artista Rita Oliva faz show de seu projeto recente Papisa, tudo a ver com o dia (Valentine’s) e com a noite (Divinas). O show da Papisa acontece às 20h30 (mas o evento estará rolando desde 19h). E o acesso ao espaço é grátis.

\\

*** Com show de seu álbum “Rock Star Sugar Darling” (2014), o paulistano Thiago Pethit é a atração da noite no galpão-porão da marca Budweiser. A balada vai das 20h às 2h e ainda tem DJ set da Jess Pauletto (Big in Japan) e do Thiago Sabota (Protection).

>>

CENA – Ex-festinha indie no Pará, Se Rasgum atravessa sua década a partir de amanhã com cerca de 30 atrações

>>

cena

* A banda paulistana Holger abre amanhã, em Belém, a 11ª edição do Festival Se Rasgum. A capital do Pará será sacudida até sábado, dia 5, com perto de 30 atrações da música independente de vários cantos do país e inclusive internacionais. A banda inglesa Yuck (a da foto na home da Popload) é um dos bons nomes a tocar no Se Rasgum 2016.

Captura de Tela 2016-10-31 às 12.22.00 PM

O Terno, Supercordas (foto acima), Barbara Ohana, Filipe Catto, Thiago Petit, Marcelo Jeneci e Tulipa Ruiz, Pega Monstro (Portugal), Molina & Los Cosmicos (Uruguais) mais nomes da cena local, veterana ou jovem, estão no elenco do festival deste ano

Outro festival indie do Norte/Nordeste brasileiro patrocinado e com grande apoio de empresas e do governo.

Serão cinco dias de música na noite paraense, iniciando amanhã com uma festa de abertura, no Café com Arte, na terça-feira, com os shows especiais de Holger (SP), Pelé do Manifesto e a discotecagem especial do Baile Tropical

Na quarta o festival acontece, ainda pequeno, no teatro Margarida Schivasappa, com os shows do gaúcho Filipe Catto, e os paraenses Luê e Pedro Vianna, ambos lançando disco novo.

O dia gratuito do Se Rasgum será na quinta, na Estação das Docas, quando se apresentam a powerband Aláfia (com participação de Bruno B.O), Aíla, a banda maranhense Criolina e o combinado Manari + Loopcínico (Maranhão).

O bicho no Se Rasgum pega mesmo com duas noites no Hangar, sexta e sábado, com 25 atrações. Veja a programação mais abaixo.

“O Se Rasgum começou em Belém em 2003, como uma festa entre amigos num clube para 100 pessoas, com o objetivo apenas de poder curtir juntos o que não se ouvia na noite local: Teenage Fanclub, Weezer, Yo La Tengo, Pixies… E com isso o público que passou a frequentar a festa era a galera que tinha banda autoral que, igualmente, não tinha palco pra tocar nessa noite em que imperava a banda cover”, lembra o criador do festival, Marcelo Damaso.

“Em alguns meses tínhamos uma festa quinzenal com 500 pessoas por dia. Foram dois anos fomentando a cena autoral, trazendo bandas e DJs de fora. E desde 2006 virou festival, que fazemos todos os anos.”

Confira a programação completa deste ano do Se Rasgum.

CAFÉ COM ARTE – abertura, amanhã, 1/11
– Holger (SP)
– Pelé do Manifesto
– Baile Tropical DJ set

**

TEATRO MARGARIDA SCHIVASAPPA – quarta, dia 2/11
– Filipe Catto (RS)
– Luê
– Pedro Vianna

**

ESTAÇÃO DAS DOCAS (programação gratuita) – quinta, 3/11
– Aláfia (SP, com participação de BRUNO B.O. (PA)
– Criolina (MA)
– Aila
– Manari (PA) & Loopcínico (MA)

**

HANGAR – sexta, 4/11
– SCALENE (DF)
– THIAGO PETHIT (SP)
– YUCK (UK)
– PEGA MONSTRO (POR)
– BÁRBARA OHANA (RJ)
– VERÔNICA DECIDE MORRER (CE)
– SAMMLIZ
– CÉUS DE ABRIL
– BLOCKED BONES

**

HANGAR – sábado, 5/11
– JENECI E TULIPA (SP)
– WILSON DAS NEVES (RJ) participação ARTHUR ESPÍNDOLA (PA)
– O TERNO (SP)
– PINDUCA
– GURI ASSIS BRASIL (RS)
– MOLINA & LOS COSMICOS (URU)
– SUPERCORDAS (RJ)
– LUCAS ESTRELA & ORQUESTRA PAU E CORDISTA DE CARIMBÓ
– ZEROMOU + SEMENTE DE MAÇÃ

Captura de Tela 2016-10-31 às 12.17.30 PM

>>

A nova linda música da linda Barbara Ohana em estreia linda na Popload

>>

* Tudo lindo.

premierepopload_10250615_barbara1

Quem acompanha a Popload sabe que estamos de olho na bela e talentosa Barbara Ohana, cantora carioca que adotou (e foi adotada) por São Paulo, que desponta como nova musa da cena alternativa nacional, graças à sua voz doce que a faz transitar entre um indie moderno e uma MPB clássica, talvez porque ela já tenha gravado com gente ligada ao Wilco ou cantado para o Gilberto Gil, só para exemplificar bem os termos. Sem falar que sua “Golden Hours” está na novela “Verdades Secretas”.

Ela, que recém lançou o ótimo EP “Dreamers”, acostumada a fazer bons singles e belos vídeos, lança na Popload a nova e incrível “Your Armies”, som que foi trilha de uma campanha publicitária recentemente, mas só agora aparece como “nova música da Barbara Ohana”, saca? “Your Armies” conta com a participação do unstoppable Adriano Cintra.

* A nova música surge no calor do show imperdível que a cantora fará no Sesc Pompeia, dia 30 de junho (terça-feira), dentro da mostra Prata da Casa, curada este ano pelo jornalista e produtor Carlos Eduardo Miranda. O show marca o lançamento oficial do EP “Dreamers” e terá as participações de Thiago Pethit e, claro, Adriano Cintra. A entrada é gratuita e os ingressos podem ser retirados uma hora antes do show.

250615_barbarasesc

>>