Em time for fun:

Se (não) juntas já causam, imagina juntas: gigante do entretenimento T4F se associa à Popload

>>

Captura de Tela 2019-02-28 às 4.14.32 PM

Quando tudo isso aqui era mato, a Popload, que já se chamou “Download” e era uma tripa em página de lançamento de discos na Folha de S.Paulo, foi parar no mundo virtual dentro de uma seção de articulistas chamada “Pensata”, dentro da Folha Online (igualmente da “Folha”). Isso lá por 2000. A coisa tomou proporções “ousadas”, o “Pensata” ficou pequeno demais para a Popload, ganhou espaço nobre no caderno “de papel” Ilustrada e logo encaramos o desafio de se tornar um site. As popices semanais passaram a ser publicadas por aqui diariamente, tipo em 2006.

Depois, veio o próximo passo. Não apenas o de falar sobre bandas para o nosso público, mas, também, trazê-las ao Brasil, para perto desse “nosso” público. Nascia em 2009 o Popload Gig, selo de shows que se tornou referência no Brasil da “nova música”, tanto internacional quanto da CENA brasileira, abrindo as portas para grupos iniciantes da cena rock e eletrônica. E até com um Nick Cave, um LCD Soundsystem, um Tame Impala e uma Courtney Barnett no meio de mais de 50 atrações.

Já que o negócio aqui é se arriscar, surgiu a bela e bem louca (e estúpida também, haha) ideia de se fazer um festival. Um festival “diferente” dos festivais. Um festival que a gente iria. Sem reclamar como se reclama de festivais. E lá em 2013 o cultuado trio inglês The XX apareceu por aqui para dar sua benção. Ano após ano, a Cat Power veio nos ver, o incrível Iggy Pop também. A PJ Harvey botou seu nome em nosso humilde mural de atrações. O Wilco acabou com um período de longo espera e saciou seus fãs. A Lorde, menina que a gente viu crescer, pisou em nosso palco já na sua fase “Que mulher!”, e o Blondie, só o Blondie, fez sua estreia em terras brasileiras. Popload corrigindo o erro histórico da história dos shows legais no Brasil. Quanta honra, Debbie Harry.

Em meio a todas essas fases, mudanças, erros, acertos, ideias e muito suor, a Popload dá um novo passo, talvez o maior de sua curta e tão intensa história, e firma a partir desta quinta-feira, 28 de fevereiro, uma parceria com a Time For Fun (T4F), a maior empresa de mercado de entretenimento ao vivo da América Latina.

Fazem parte, a partir de agora, do pacote da T4F, a plataforma 360º da Popload, que inclui: Popload News, Popload Festival, Popload Gig, Popload Social, Popload Radio e Ticketload.

As duas passam, então, a produzir os shows e festivais de forma conjunta, com o compromisso de continuar levando um conteúdo e atrações de qualidade para um público cada vez maior. E melhor. Porque o nosso compromisso é fazer as coisas bem-feitas.

Depois a gente fala mais disso, porque o trabalho continua, apesar de estar só começando. Afinal, o Popload Festival 2019 está logo ali.

Untitled-4

* Obrigado pela parceria de sempre. A gente aqui deixa uma musiquinha para ilustrar este momento.

>>

Fórmula Indie: Lollapalooza confirma Interlagos e promete atrações de peso

>>

* Hehe.

Mr. Perry Farrell está em São Paulo onde conduziu a entrevista coletiva sobre o Lollapalooza 2014. Veio para confirmar o que a gente já esperava: o Autódromo de Interlagos como novo local e as datas 5 e 6 de abril para a realização do evento.

Primeiro, o vocalista do Jane’s Addiction pegou o trem da CPTM, que vai tocar músicas das atrações do festival, e foi para o novo abrigo do Lolla.

O festival voltará a acontecer em dois dias e, pelo discurso de Perry, terá um formato mais próximo do que é o Lolla Chicago, o matriz. Serão 80 atrações ao todo. Interlagos tem cinco vezes o tamanho do Jockey Club (600 mil metros quadrados x 120 mil) e isso vai proporcionar uma adaptação estrutural maior.

Serão cinco palcos, sendo dois principais, um terceiro “alternativo”, a tenda eletrônica e o “kids”. A “má” notícia é que desta vez vai rolar shows nos palcos principais de forma simultânea e o palco alternativo deve receber atrações de peso. A organização informa que serão entre “8 e 10 headliners por noite”. As famosas “after parties” vão rolar, com bandas grandes tocando em lugares pequenos e fechados.

Perry destacou que haverá maior área de descanso, a praça de alimentação terá mesas e cadeiras e o número de banheiros será dobrado. O transporte público chega a 700 metros do Autódromo e serão cerca de 4 mil vagas no estacionamento.

No sábado, o festival acontece das 11h às 23h. No domingo, termina às 22h. Serão disponibilizadas mais linhas de ônibus e o trem ficará aberto duas horas após o encerramento da programação.

Outro ponto destacado por Farrell é a intenção de se investir na infraestrutura de comunicação via celular. A ideia é criar um wi-fi potente para explorar a conectividade de quem estará no festival.

O line up, “90% fechado”, será divulgado na última semana de outubro. A venda de ingressos começa em novembro.

O Lolla Brasil, a partir da próxima edição, será feito em parceria com a Time For Fun. O contrato de parceria tem duração de 5 anos, com opção de renovação por mais 5.

>>

Lollapalooza e Time for Fun anunciam parceria "de longo prazo" no Brasil. Lolla Chile começa a vender ingressos segunda

>>

* Conforme adiantamos aqui há algum tempo, o megafestival Lollapalooza firmou parceria com a Time for Fun para continuar funcionando no Brasil. Agora se tornou oficial. Dois grupos disputavam a marca Lollapalooza Brasil, depois que a Geo Eventos, após dois anos de realização na páscoa brasileira, no Jockey Club, decidiu terminar a parceria. A Time for Fun, grande empresa de shows do Brasil, junta então mais uma grande marca de eventos musicais a sua outra importante aquisição, o Planeta Terra Festival. Mais detalhes sobre se o Lollapalooza continuará sendo realizado no feriadão de Páscoa (que em 2014 cairá por volta do dia 20 de abril) e se ele passará agora a ter sede no Campo de Marte (que parece ser agora o lugar oficial de shows grandes produzidos pela Time for Fun) vêm a seguir ao anúncio da parceria.

O festival, que aconteceu neste final de semana em Chicago em sua “versão matriz” e tem lugar também em Santiago, no Chile, espelhando com a realização brasileira, deve iniciar a venda de ingressos para os hermanos vizinhos na próxima segunda-feira. Ou seja: muitas infos do Lolla Brasil devem pipocar nas próximas horas, dias.

>>

Exclusivo: Planeta Terra em Marte

>>

* CALMA NASA. A coisa não é bem assim.

* O “Novo Planeta Terra” deve acontecer dia 9 de novembro [ops. não dia 6] no Campo de Marte, o novo endereço para shows grandes internacionais de São Paulo, a Popload apurou. O Campo de Marte vai ser “estreado” antes, em outubro, com o megashow da banda Black Sabbath. O local é uma nova opção para show de portes, já que o Anhembi é sempre esquisito, o Playcenter já era e o Jockey parece que…

Tanto os shows do Black Sabbath e essa nova fase do tradicional Planeta Terra Festival têm por trás a Time for Fun, gigante do entretenimento que vai administrar a área do Campo de Marte (capacidade para até 70 mil pessoas) em grandes eventos. A Time for Fun entrou como sócia do portal Terra no festival da marca. O evento, que chegou a ter sua sequência descartada, encontrou uma forma parceira para continuar existindo. Mas deve ter uma cara diferente e um line-up menor que nos últimos anos.
Blur, Jack White e a teatral Fun estão sendo pretendidas para estrelar o festival. O grupo inglês já negociava uma turnê sul-americana para o final do ano com a T4F e, a princípio, queria uma turnê solo. Com a T4F-PT, se as datas casarem e o Blur aceitar encabeçar o festival, Damon Albarn será a cara do novo Planeta Terra.

Acima, imagem de festival gospel realizado no Campo de Marte, no ano passado (foto G1/Globo); abaixo, vista aérea do Campo de Marte

>>

Bob Dylan SEIS shows: as datas

>>>

A produtora Time For Fun acaba de confirmar a turnê do gênio Bob Dylan em terras brasileiras. Ao todo, serão SEIS shows no país, em abril.

No dia 15, Dylan se apresenta no Rio de Janeiro (Citibank Hall). Dia 17 será a vez de Brasília (Ginásio Nilson Nelson). Belo Horizonte, aos poucos entrando na rota dos grandes shows, recebe o cantor dia 19 (Chevrolet Hall). Em São Paulo, serão duas apresentação no Credicard Hall, dias 21 e 22 de abril. A turnê se encerra em Porto Alegre, dia 24 de abril, no Pepsi On Stage, como comentamos mais cedo.

Para os shows no Rio e em São Paulo, haverá pré-venda para clientes Credicard, Citibank e Diners entre 27 de fevereiro e 4 de março. a venda geral começa dia 5 de março, mesma data para as cidades restantes, que não contarão com pré-venda.

Os preços serão anunciados em breve.