Em todo meu empenho:

POPNOTAS CENA – Edgar vai aos games para causar, o dub lindo do Carne Doce e o Jair Naves dando todo seu empenho no novo disco

>>

* Um dos nossos artistas prediletos, na verdade um multiartista, o EDGAR, de Guarulhos, foto do hômi lá na nossa home, vai lançar o álbum “Ultraleve” em março, segundo disco da trilogia que foi iniciada em 2018 com “Ultrassom”. Desse trabalho já conhecíamos a ótima “Também Quero Diversão”, o primeiro single. Agora toma o segundo. Com um vídeo “interativo” e falando a linguagem dos games, dos anos 90, numa música que se chama “Prêmio Nobel”. Coisas de Edgar. O que significa coisa boa.

***

* Em tempos sem show, a banda goiana Carne Doce se vira bem para esticar a vida útil de seu ótimo quarto álbum, “Interior”, lançado em setembro de 2020. Teve faixa que ganhou edição de rádio, um tipo workshow sobre as letras, um disco ao vivo de show antigo (que, ok, trouxe uma só faixa de “Interior”, o primeiro single “Temporal”) e agora uma versão dub para a faixa “Caçada”.
O banho electroreggae da música tem remix assinado pelo conceituado músico, produtor e engenheiro de som norte-americano Victor Rice, mundialmente conhecido por discos como “Dub Side of the Moon”. “Caçada” é a música de “Interior” inspirada em conto de Lygia Fagundes Telles. Ficou boa demais.

***

* O excelentíssimo dândi indie Jair Naves, ex-Ludovic e de sólida carreira solo, lançou nesta sexta-feira um novo single acompanhado de um lyric vídeo para “Todo Meu Empenho”. A música já entrega pistas de seu quarto álbum, ainda sem nome, que vai ser lançado em 2021. O próximo disco de Jair terá influências pandemicas, porque o isolamento fez o músico calcar seu som em sintetizadores e baterias eletrônicas, se afastando da pegada orgânica que sempre marcou seus vários projetos. “Todo Meu Empenho”, cujo vídeo lyric está aqui embaixo, tem produção assinada pela artista visual Renata De Bonis. Um pequeno spoiler da letra: “Presta atenção nos sinais/ será que é mesmo tão reprovável/ que eu sinta o que eu sinto?”. Isto é bem Jair Naves.

***

>>