Em ty dolla sign:

Popnotas: O livro-feed da Billie Eilish, 1975 cancela o que já estava cancelado e o Ty Dolla Sign fazendo “Smells like Teen Spirit”. Por que não?

>>

– Lançado em maio de 2020, “Notes on a Conditional Form”, do The 1975, é um álbum que deve ter marcado a quarentena de muita gente. A banda inglesa tinha planos de uma turnê que obviamente não saiu do papel e anunciou ontem que vai cancelar agora a série de shows planejada e já até vendida para 2021.  O 1975 sairia em tour pela Europa em fevereiro, chegando a Londres em julho. Not!  “Estes são tempos incrivelmente difíceis para muitas pessoas, e até que possamos ter certeza de que seremos capazes de fazer shows de uma forma segura para nossos fãs e equipe decidimos que o melhor é cancelar nossa turnê para que, sempre que possível, todos possam ter seus ingressos reembolsados ​​mais cedo ou mais tarde”, diz a nota da banda. Pelo visto, o novo velho álbum deles ficará sem sua tour, já que na mesma info do cancelamento eles aproveitam para avisar que vão aproveitar esse descanso para escrever o próximo disco.

Billie Eilish vai lançar um livro. Não estamos falando de um autobiografia precoce, mas é quase. Esse livro que leva seu próprio nome é uma coleção de centenas de fotos inéditas do período da sua infância até os dias atuais. É tipo um feed de Instagram mais bem organizado, mas em papel e com uma capa boa. Junto com um livro também será lançado um audiobook com histórias inéditas da vida pessoal e profissional de Billie. Sai na gringa no dia 11 de maio.

billie

–  Mistura de rapper com cantor de R&B, o figuraça californiano Ty Dolla Sign é maluco por Nirvana e por Kurt Cobain, todo mundo já sabe disso. Dolla tem até um Cobain tatuado na perna, para você ver o nível. Para completar, nesta semana ele botou em seu twitter um vídeo do ano passado com ele no estúdio fazendo um cover de “Smells like Teen Spirit”, com ele na guitarra. Começou ali sozinho até que sua banda se uniu ao som e pá. Veio a homenagem número 1.238.465 de “Smells like Teen Spirit”, sempre bom e curioso quando quem faz o tributo é alguém que milita em ouuuuutro gênero musical. Daí tiramos o tamanho do que foi a passagem de Kurt Cobain e de seu Nirvana por este mundo.

>>