Em velvet underground:

Saiu o lindo tributo em disco do Velvet Underground. Confira as versões de Fontaines DC e King Princess

>>

* Uma pausa na programação especial Nevermind 30 Anos para registrar aqui o lançamento, nesta sexta, de outra homenagem. Foi lançado “I’ll Be Your Mirror: A Tribute to the Velvet Underground & Nico”, que traz muita gente boa interpretando famosas canções da seminal banda vanguarda de Nova York, de Lou Reed e John Cale.

Michael Stipe, Iggy Pop, King Princess, Fontaines DC e Courtney Barnett são alguns dos nomes que releram clássicos do VU. A lista completa das faixas é esta:

tx3p_vu--1

1. Sunday Morning – Michael Stipe (3:50)
2. I’m Waiting For The Man – Matt Berninger (3:44)
3. Femme Fatale – Sharon Van Etten (w/ Angel Olsen on backing vocals) (4:43)
4. Venus In Furs – Andrew Bird & Lucius (6:55)
5. Run Run Run – Kurt Vile & The Violators (6:59)
6. All Tomorrow’s Parties – St. Vincent & Thomas Bartlett (4:52)
7. Heroin – Thurston Moore feat. Bobby Gillespie (7:24)
8. There She Goes Again – King Princess (3:29)
9. I’ll Be Your Mirror – Courtney Barnett (2:27)
10. The Black Angel’s Death Song – Fontaines D.C. (3:12)
11. European Son – Iggy Pop & Matt Sweeney (7:45)

Nada a ver mas tudo a ver, o disco-tributo que sai hoje chega uns 20 dias antes de um grande filme chamado “The Velvet Underground”, dirigido pelo premiado Todd Haynes, que entra em cartaz na plataforma Apple TV+ e nos cinemas (não está claro se em salas brasileiras também) no dia 15 de outubro.

Do álbum “I’ll Be Your Mirror”, a gente destaca, abaixo, as versões dos “novos” Fontaines DC e King Princess, para obras-primas musicais do Velvet Underground.

>>

Popnotas – O disco do Drake sai sexta, Kanye, e com uma capa estranha. O trailer oficial do doc do Velvet Underground. E o single ao vivo do Weezer

>>

– Acho que agora vai. Menos de uma semana depois de o Kanye West (ou a gravadora dele) escorregar o álbum novo dele para as plataformas de streaming, outro super-rapper norte-americano, no caso o canadense Drake, vai vir finalmeeeeeeeeeeeeeente com o disco novo. “Certified Lover Boy”, sexto disco de estúdio de Drake, há um ano sendo especulado num sai-não-sai danado, chega para nós na sexta-feira agora, dia 3. A data primeiro foi anunciada por ele num programa esportivo no final da semana passada. Hoje pela manhã, Drake postou no Instagram a confirmação de 3 de setembro e uma foto com 12 mulheres grávidas em forma de emoji. Hummmmm. Do disco, conhecemos o single “Laugh Now Cry Later”, lançado em agosto, também com vídeo. Agosto do ano passado, diga-se. Sobre o nome do disco, associado a sua capa…

drake

***

– Saiu nesta segunda o trailer oficial de “The Velvet Underground: A Documentary Film By Todd Haynes”, documentário sobre a lendária banda de vanguarda nova-iorquina dos anos 60, considerada uma das precursoras do punk americano junto com os Modern Lovers, da vizinha Boston. É o primeiro doc a sair das mãos do cultuado diretor indie Todd Raynes e tem estreia dupla marcada para 15 de outubro nos EUA, nos cinemas de arte e na plataforma Apple TV+. O filme sobre a banda de Lou Reed e John Cale, que chegou a ter como empresário o gênio da pop art Andy Warhol, foi mostrado em primeira mão em maio no festival de cinema de Cannes, na França. O documentário vai chegar às salas e plataforma da Apple ao mesmo tempo que uma trilha sonora oficial aos streamings, contendo um “best of” do Velvet Underground e uns materias inéditos, como demos, inéditas e ao vivo.

***

– A banda Weezer lançou sexta-feira, como single, uma versão ao vivo para “All My Favorite Songs (Live from Hella Mega)”, faixa que abre o disco “OK Human” do começo deste ano, mas numa gravação tirada da turnê que a grupo californiano tem feito em tríade, com Green Day e Fall Out Boy. O vídeo, que saiu junto, tem uma colagem de momentos do Weezer nessa tour Hella Mega. Aqui:

>>

Popnotas – Tributo moderno ao disco da banana do Velvet. A live em sépia da St. Vincent. O vídeo novo do Terno Rei. E o Valciãn Calixto explicando a pombagira em novo single

>>

– Guitarrista anos 70, a grande St. Vincent levou seu visual regressivo da vez para o programa do Jimmy Fallon, na TV americana. A performance, que rolou na quinta-feira passada, foi para a música “Down”, o novo single a ser trabalhado por Annie Clark ainda na promoção de seu mais recente disco, o conceitual “Daddy’s Home”, seu sexto, lançado no meio de maio. No próximo dia 4 e 5 de agosto, ela realiza sua primeira live de show inteiro para o disco, rolê chamado “Down and Out of Downtown”, que terá uma imagem com tonalidade sépia, bem anos 70. Os dois dias de realização da live é para um show só, que será contemplado nos dois dias para facilitar a transmissão para fãs de todo o mundo. O da América do Sul, por exemplo, será na quarta às 22h. Ingressos aqui. E vídeo no Fallon aqui:

– Vem aí um tributo de responsa para o clássico “The Velvet Underground & Nico”, a estreia do Velvet e da Nico, ou mais conhecido por ser aquele que tem na capa uma banana, obra do Andy Warhol, tal e coisa. Foto de toda a galera ali na home. Entre os autores de versões, estão nomes da velha guarda (Michael Stipe, Iggy Pop, Thurston Moore e Bobby Gillespie) e a nova geração, se ampliarmos bem esse conceito (St. Vincent, Courtney Barnett, Matt “The National” Berninger, Sharon Van Etten e Angel Olsen e nossos queridos Fontaines D.C.). Sai dia 24 de setembro. A primeira versão a dar as caras é do guitarrista Kurt Vile, com a mítica “Run Run Run”, que ganhou até um vídeo.

– CENA – O grande músico piauiense Valciãn Calixto está lançando hoje um novo single, o ótimo e explicativo “Desmistificando Pombagira”. No próximo dia 16, Valciãn lança o EP “Macumbeiro 2.0”, em que sua nova música está inserida. O vindouro EP é o primeiro trabalho do rapaz (que faz parte de um coletivo piauiense chamado Geração TrisTherezina) desde seu último álbum, “Nada Tem Sido Fácil Tampouco Impossível”, lançado há um ano. “Desmistificando Pombagira” é outra canção da linhagem musical única de Valciãn Calixto, que junta funk, axé, swingueira, capoeira, salsa, candomblé e xote. Traz a linha “Pombagira/ Não é rapariga/ Mas tem Pombagira que foi rapariga/ E por que te intriga/ Cuida da tua vida!”. E por que foi lançada numa segunda-feira? Porque os terreiros de matriz afro no Brasil cultuam as entidades Exu e Pombagira na segunda-feira, oras.

– Mais um adepto da divulgação slow-motion de álbuns, o Terno Rei vai soltar hoje, quaaase de surpresa, um vídeo especial para a música “Medo”, uma das boas faixas do disco “Violeta”, de 2019, lançado pela Balaclava Records e um dos nossos queridinhos daquele ano – só de lembrar a gente já pensa que 2020 era o ano em que o Terno Rei ia virar a maior banda de rock brasileiro, só precisávamos da turnê nacional… Mas é questão de organizar tudo direitinho que 2022 está aí. Este novo vídeo vem em grande estilo, com estreia marcada para meia-noite no YouTube, já rola acionar a notificação. Aliás, ainda em pensamentos perdidos – Alpha FM ou aquelas rádios de música brasileira antiga tinham que tocar essa “Medo”, hein? É golpe, mas todos iam cair.

>>

Dave Grohl canta (e toca) “Rock and Roll”, do Velvet Underground

>>

Captura de Tela 2020-12-21 às 11.20.09 AM

* Acabou em grande estilo o ótimo projeto do gente-fina Dave Grohl para o feriado judaico Hanukkah, festa da luz do grupo étnico-religioso que durou, pelo menos dentro dessa Hanukkah Sessions do não-judeu Grohl, mas em parceria com o grande produtor judeu Greg Durstin, oito noites de homenagens musicais de artistas e bandas da galera de ascendência hebraica.

Grohl e Durstin tocaram Beastie Boys, Drake, Mountain, Peaches, Bob Dylan, Elastica, The Knack e, para terminar o projeto, sexta à noite, o enorme Velvet Underground.

Foram dois dias e meio de gravação dos vídeos, que terminaram com “Rock and Roll”, da banda de Lou Reed, segundo Grohl, que em todas cantou e tocou nirvanicamente bateria, é uma canção sobre esperança.

Veja como ficou. Na cola, vai a homenagem ao grande grupo californiano The Knack, famosíssimo nos anos 70. Para o Knack, Greg e Durstin tocaram “Frustrated” na noite 7. Assim, fechamos todas as covers da dupla para a Hanukkah Sessions.

>>

Sem cansar de ser cool, Father John Misty grava uma cover de Velvet Underground

>>

fjmmain

Atração de luxo do Coachella 2017, o muso Father John Misty aproveitou este intervalo entre os dois finais de semana em que o festival da Califórnia é realizado para mostrar que está envolvido em outras frentes.

Ele, que lançou recentemente seu novo álbum, “Pure Comedy”, reeditou a clássica “Who Loves The Sun”, do Velvet Underground, para a trilha sonora do filme “Shangri-La”, lançado ano passado.

O som foi revelado pelos Mondo Boys, responsáveis pela curadoria da trilha, em uma mixtape. Além do FJM, Jonathan Rado, do Foxygen, também está na relação musical do projeto.

“Who Loves The Sun”, na voz de J. Tillman, pode ser ouvida no minuto 2:58 do player abaixo.

>>