Em war on drugs:

War on Drugs vai lançar um álbum com o que sabe de melhor: fazer shows

>>

waron

* Extintas ou não, as bandas do coração tiraram o dia para anúncios legais. Primeiro foi o White Stripes, no post anterior. Agora soubemos que o grande War on Drugs, da Filadélfia, a banda que mais faz viajar no indie dos últimos tempos sem apelar à nova psicodelia, anunciou hoje que vai lançar um álbum ao vivo em novembro.

“Live Drugs”, nome esperto, sai no dia 20/11 por selo próprio, de propriedade do seu vocalista/guitarrista Adam Granduciel, chamado apropriadamente de Super High Quality Records.

O disco ao vivo não representa um só concerto. É uma seleção de 70 minutos tirados de 40 arquivos de shows que Granduciel carrega em seu computador, de apresentação da banda pelo mundo todo, principalmente na turnê do último álbum do grupo, “A Deeper Understanding”, que inclusive ganhou Grammy.

Para enfeitar este anúncio do show ao vivo, soltaram a versão da hipnótica “Pain (Live)”, digamos o primeiro single deste disco ao vivo. Abaixo do vídeo da música, o tracklist do disco, sem mencionar de qual apresentações as músicas pertencem.

***

* Live Drugs
01 An Ocean Between the Waves (Live)
02 Pain (Live)
03 Strangest Thing (Live)
04 Red Eyes (Live)
05 Thinking of a Place (Live)
06 Buenos Aires Beach (Live)
07 Accidentally Like a Martyr (Live)
08 Eyes to the Wind (Live)
09 Under the Pressure (Live)
10 In Reverse (Live)

>>

Pitchfork Festival 2018 – Mate saudade do Tame Impala, veja a Courtney Barnett, idolatre a Lauryn Hill, viaje com…

>>

pitchfest1

* Está com saudade do Tame Impala tanto quanto nós? A banda australiana de Kevin Park, que andou dizendo que dentro de um ano (tudo isso?!?!?!) vai soltar novo disco, foi uma das grandes atrações do último Pitchfork Festival de Chicago, talvez o segundo festival indie mais cool do mundo.

O evento teve vários shows transmitidos por streaming no último final de semana gordo, de sexta a domingo, e teve no cardápio Courtney Barnett, War on Drugs, a grande Lauryn Hill, Fleet Foxes, Julien Baker, o figura Alex Cameron e muito mais coisas.

Captura de Tela 2018-07-24 às 1.08.07 PM

Sabemos que o Pitchfork enquanto site vai publicar nos próximos dias um monte de material visual do Pitchfork enquanto festival, mas como a gente é afobado mesmo e a galera fez bastante vídeos, vamos espalhar por aqui alguns desse vídeos amadores de que a gente tanto gosta, porque transmite a imagem como fosse você quem estivesse lá filmando. Depois a gente bota os vídeos pro do festival e beleza.

**

* As fotos usadas neste post e na home da Popload são de Ben Stas, para o site “Brooklyn Vegan Chicago”
>>

OS MELHORES DE 2017 – O TOP 10 DA… POPLOAD. Oi, James! Kendrick Who?

>>

3 - MELHORESDISCOS2017 - INTERNACIONAL copy

* Lista de melhores é que nem “ass” (dsclp). Cada pessoa tem a sua. A Popload botou sua turma para votar nos discos do ano, nos 10+ de 2017 de sua preferência, e os tiros foram cada um para o lado. Alguma coisa aqui, outra ali “bateu”, então a gente somou, dividiu, multiplicou e subtraiu e chegou na lista de-fi-ni-ti-va dos melhores discos de 2017.

Não esperava, mas o LCD Soundsystem ganhou. E olha que nem na minha lista ele foi primeirão. Eu, que sou o maior fã de LCD Soundsystem do Brasil…

Kendrick Lamar, o papa-listas geral, na Popload “amargou” a quarta posição na Popload, atrás de uma velha banda nova e um projeto de junção esperta de dois guitarristas. Que coisa, Lamar!!!

O polêmico disco do Queens of the Stone Age até que entrou bem, apesar da divisão de opiniões, apesar do chute. O desconhecidão Lloyd Carner se enfiou no Top 10 graças a dois poploaders empolgados. O Phoenix querido se meteu nessa também.

Enfim. Toma aí o Top 10 da Popload para os principais discos de 2017. Reclamações só aceitamos no Facebook, através de textão. :)

Logo depois, o voto individual de quase toooooodos os poploaders e a playlist para você seguir.

Ficou assim:

TOP 10 POPLOAD

1. LCD Soundsystem – American Dream
2. War on Drugs – A Deeper Understanding
3. Courtney Barnett & Kurt Vile – Lotta Sea Lice
4. Kendrick Lamar – DAMN.
5. Queens of the Stone Age – Villains
6. Loyle Carner – Yesterday’s Gone
7. Phoenix – Ti Amo
8. The National – Sleep Well Beast
9. Mac Demarco – This Old Dog
10. Sampha – Process

murphy

** Afonso de Lima

1. LCD Soundsystem – American Dream
2. Kendrick Lamar – DAMN
3. Tyler, the Creator – Flower Boy
4. Beach Fossils – Somersault
5. The XX – I See You
6. Thundercat – Drunk
7. Phoenix – Ti Amo
8. Alvvays – Antisocialites
9. Mac Demarco – This Old Dog
10. Homeshake – Fresh Air

***

** Alexandre Balarini Zampieri

1. Queens of the Stone Age – Villains
2. Jamie Lenman – Devolver
3. Nine Inch Nails – Add Violence
4. Run The Jewels – Run The Jewels 3
5. Depeche Mode – Spirit
6. Liam Gallagher – As You Were
7. Code Orange – Forever
8. White – One Night Stand Forever
9. Royal Blood – How Did We Get So Dark?
10. Kasabian – For Crying Out Loud

***

** Alisson Guimarães

1. The National – Sleep Well Beast
2. LCD Soundsystem – American Dream
3. The War on Drugs – A Deeper Understanding
4. Kurt Vile and Courtney Barnett – Lotta Sea Lice
5. Baxter Dury – Prince of Tears
6. Wolf Alice – Visions of a Life
7. Grizzly Bear – Painted Ruins
8. Slowdive – Slowdive
9. Waxahatchee – Out in the Storm
10. Angel Olsen – Phases

***

** Ana Carolina Monteiro

1. Kurt Vile and Courtney Barnett – Lotta Sea Lice
2. War on Drugs – A Deeper Understanding
3. Flaming Lips – Oczy Mldy
4. Grandaddy – Last Place
5. Kevin Morby – City Music
6. The National – Sleep Well Beast
7. Girlpool – Powerplant
8. Future Islands – The Far Field
9. Gorillaz – Humanz
10. Baxter Dury – Prince of Tears

***

** Fernando Scoczynski Filho

1. Chelsea Wolfe – Hiss Spun
2. The Horrors – V
3. Death From Above – Outrage! Is Now
4. Father John Misty – Pure Comedy
5. Queens of the Stone Age – Villains
6. Nine Inch Nails – Add Violence
7. Mac DeMarco – This Old Dog
8. At the Drive-In – Interalia
9. The Black Angels – Death Song
10. St. Vincent – Masseduction

***

** Isadora Almeida

1. Loyle Carner – Yesterday’s Gone
2. LCD Soundsystem – American Dream
3. Phoenix – Ti Amo
4. Sampha – Process
5. Mount Kimbie – Love What Survives
6. Ryan Adams – Prisoner
7. Syd – Fin
8. Fleet Foxes – Crack-Up
9. Royal Blood – How Did We Get So Dark?
10. HAIM – Something to Tell You

***

** Lúcio Ribeiro

1. War on Drugs – A Deeper Understanding
2. Kendrick Lamar – DAMN.
3. LCD Soundsystem – American Dream
4. Lorde – Melodrama
5. Courtney Barnett & Kurt Vile – Lotta Sea Lice
6. Loyle Carner – Yesterday’s Gone
7. Sampha – Process
8. Baxter Dury – Prince of Tears
9. Phoenix – Ti Amo
10. Ryan Adams – Prisoner

***

** Talita Alves

1. Kendrick Lamar – DAMN.
2. LCD Soundsystem – American Dream
3. SZA – Ctrl
4. Kelela – Take me apart
5. St. Vincent – Masseduction
6. IBEYI – Ash
7. Ariel Pink – Dedicated to Bobby Jameson
8. Wolf Alice – Visions of a Life
9. Laura Marling – Sempre Femina
10. Björk – Utopia

>>

Para começar bem a semana, parte 1: The War on Drugs faz linda cover de Neil Young, no Canadá

>>

Fotos: Exclaim

Fotos: Exclaim

Olha só que coisa maravilhosa. No último final de semana, o lindo The War on Drugs esteve excursionando pelo Canadá e resolveu prestar uma homenagem ao filho da terra Neil Young, em um show em Toronto.

Liderado por Adam Granduciel, o grupo norte-americano tocou a clássica “Like a Hurricane”, lançada no ano de 1977 por Neil no disco “American Stars ‘n Bars”, em apresentação na cidade de Toronto.

Adam, inclusive, tem dito em entrevistas que o talentoso músico canadense foi uma das grandes inspirações do último álbum delees, “A Deeper Understanding”, lançado no fim de agosto, um dos melhores deste ano.

>>

Música linda, vídeo lindo. Claro, outra vez o War on Drugs aparece para nos levar daqui para um outro lugar

>>

Captura de Tela 2017-08-22 às 9.40.55 AM

* Momento lindo do ano na música independente, sai sexta agpra p novo disco da banda americana War on Drugs, viagem country-rock-indie-psicodélica “adulta” pilotada por Adam Granduciel e seus amigos, turma de tarimbados músicos da Filadélfia não exatamente com cara de lindos, mas lindos. “A Deeper Understanding”, esse quarto álbum da banda que estourou meeeeeeeesmo no disco anterior, a gente vem “dissecando” aqui na Popload a cada single que o grupo solta, a cada vídeo que eles liberam.

Pois tem um novo, em preto-e-branco, com os caras tocando num navio, cenas de uma galera nova se divertindo, pessoas parecendo nem estarem se divertindo tanto assim, cenas de mar, pontes, água, e letras falando de dor, de “deeper understanding” (taí o nome do disco). Ou seja. Junta tudo isso com os melhores “momentos de guitarra” do rock atual e pronto. Outro trabalho incrível do incrível War on Drugs.

>>