Em Win Butler:

Em podcast sobre basquete, Win Butler entrega que o Arcade Fire deve lançar novo material “em breve”

>>

040817_arcadefire2

O incrível Arcade Fire, parece, não passará o ano de 2019 em branco. E quem confirmou a notícia foi nada menos que Win Butler, líder da trupe.

Fã de basquete, Win participou de um podcast voltado para o gênero, o The Ringer NBA Show. Torcedor do New Orleans Pelicans e jogador amador, o vocalista da banda canadense disse que o grupo está “trabalhando em uma faixa”.

Perguntando se há a intenção de se lançar algum projeto ainda este ano, ele disse que “sim” e que isso será divulgado até certo ponto em breve. O último disco do Arcade Fire é “Everything Now”, lançado em 2017, álbum que trouxe o grupo ao Brasil para um grande show no Anhembi.

A participação de Win começa perto do minuto 38:00.

>>

Win Butler canta Bruce Springsteen e celebra presença de imigrantes na América

>>

071116_winbutler_2

A poucas horas da eleição presidencial dos Estados Unidos, foi realizado em Nova York, na noite de ontem, o evento Jam the Vote, espécie de “celebração da democracia”, que reuniu diversos artistas de diferentes gêneros musicais no tradicional Capitol Theatre.

As bandas base das apresentações foram a Preservation Hall Jazz Band, de Nova Orleans, e a Blind Boys of Alabama. Nomes como Valerie June, Alex Ebert (Edward Sharpe & Magnetic Zeros), Craig Finn (The Hold Steady), Eugene Hutz (Gogol Bordello) e Win Butler participaram do evento.

O líder do Arcade Fire reeditou a clássica “Born in the USA”, de Bruce Springsteen, e destacou a presença dos imigrantes no país em seu discurso. “Precisamos muito de vocês. Quero agradecer a cada um que veio para a América e fazer deste país o que ele é”.

A apresentação de Win Butler pode ser conferida na hora 3:15:00 do vídeo, abaixo.

>>

Morte de Alan Vega já rende homenagens. Do Win Butler, MGMT…

>>

O mundo pop está reagindo em forma de música à morte do cultuado Alan Vega, líder do grande Suicide. Alan morreu aos 78 anos, “enquanto dormia”, no último sábado.

O seu Suicide foi supercultuado pela galera punk e a galera eletrônica exatamente porque misturava as duas coisas. Foram punk antes do punk, foram eletrônicos antes do eletrônico. Alan Vega era uma espécie de Deus para várias tribos indies.

Uma vez vi um show deles em Londres no festival do John Peel em que o Jesus and Mary Chain ia tocar. Fazia um tempão que o Suicide não tocava na Inglaterra. Lembro de ter feito uma entrevista com o Jim Reid e dele dizendo que estava muito nervoso “porque o pessoal do Suicide disse que iria ver o show deles depois”.

Duas das primeiras homenagens vieram de gente conhecida. O duo psicodélico MGMT fez sua releitura para “Goodbye Darling”, faixa do disco “Saturn Strip”, lançado em 1983.

Win Butler, líder do Arcade Fire, postou em sua conta pessoal uma regravação de “Dream Baby Dream”, canção que costumava cantar ao vivo com sua famosa banda.

MGMT – Goodbye Darling

Win Butler – Dream Baby Dream

>>

Arcade Fire, em versão enxuta, volta aos palcos e toca até com o David Byrne

>>

220216_arcadefire2

Após um ano e meio, o Arcade Fire (ou parte dele) voltou aos palcos. Win Butler, Richard Reed Parry e Régine Chassagne participaram de um show beneficente neste fim de semana, promovido pela Society for Arts and Technology de Montreal, em prol da KANPE, entidade que reverte fundos em prol do Haiti e que tem como uma das fundadoras a esposa do Win.

Os músicos formaram uma espécie de banda base e receberam convidados como a Preservation Hall Jazz Band, Saul Williams e o veterano David Byrne.

Aos poucos, os registros feitos por fãs vão aparecendo na internet. Abaixo, alguns deles, captados pelo site gringo Consequence of Sound. Trabalhando em um novo disco, o Arcade Fire vai iniciar uma turnê no meio do ano, com shows em festivais na Europa.

Naïve Melody #davidbyrne #winbutler #preshalljazzband #kanpekanaval #homeitswhereiwanttobe

A video posted by Fraser Swidler (@fraserswidler) on

Road to Nowhere 💙 #LastNight #KanavalKanpe #TalkingHeads #DavidByrne #ArcadeFire #Montreal #Mtl #Haiti @kanpe_foundation

A video posted by Marie-France Lemaine (@mflemaine) on

#kanaval #kanpe #davidbyrne #arcadefire on the road to now Haïti

A video posted by Lyne Nadeau (@lynonado) on

Jamming a bit at Kanaval Kanpe in Montreal last night. #arcadefire #davidbyrne

A video posted by @popartist61 on

Best auction ever #KANPEKANAVAL @rainnwilson @amwithenshaw @djwindows98

A video posted by Jay Walker (@imjaywalker) on

Central de boataria: Casal Arcade Fire em São Paulo, Strokes chegando por aqui, Alt-J tocando solo em Lolla Party

>>

* Veja bem. Aqui só trabalhamos com confirmações (not!!!!), mas onde há fumaça…

* Está vindo por todos os lados a história de que o casal Win Butler e Régine Chassagne, os dois principais integrantes da cultuada banda canadense Arcade Fire, estão no Brasil, mais precisamente em São Paulo. Dizem até, e não sou eu quem falo, que ambos irão ao show do lendário Thurston Moore, ex-Sonic Youth e atual “superbanda indie” quinta-feira no Cine Joia, na Liberdade, mais uma edição e graças-a-Deus a última do ano do Popload Gig.

Screen Shot 2014-12-02 at 11.37.20

* Antes do festival espanhol Primavera Sound fazer a surpresa de anunciar, semanas atrás, que a banda americana The Strokes tocaria por lá, havia um zunzum de bastidor aqui no Brasil que o grupo de Julian Casablancas viria se apresentar de novo no país, em 2015. Não dei muita bola, mesmo vindo de gente que costuma saber muito das coisas. Daí o Primavera anunciou, o que me fez pensar o seguinte: “Huummmmmm”. Agora começa a circular o cartaz abaixo, ainda na categoria “Será?”:

Strokes

* Last but not least, esta eu acho a mais verdade de todas, pelo que eu tive contato. A banda inglesa incrível Alt-J, uma das principais atrações do Lollapalooza Brasil 2015, vai ser uma das escolhidas para fazer as Lolla Parties, shows solo fora do grande festival de Interlagos. Parece, só parece, que eles se apresentarão numa charmosa casa de shows de São Paulo. Vamos aguardar as confirmações, mas acho que já temos um candidato ao top 3 dos “melhores shows de 2015”. Enfim.

altj

>>