Em zola jesus:

Dez minutos com a incrível Zola Jesus (e um trombone)

>>

040315_zola3

A bela Zola Jesus, além de ser conhecida por ser de Phoenix, de descendência russa, e já ter lançado cinco álbuns com apenas 25 anos de idade, também é super adorada pela sua voz diferente e linda.

Em uma recente session intimista para o site da rede de rádios americanas NPR.org, Zola cantou três canções acompanhada por Daniel Walter Eaton ao trombone.

Na session “Tiny Desk Concert”, ela cantou as faixas “Ego”, “Hunger” e “Nail”. Cabe dizer que podemos ver a Zola por aqui novamente num destes dias de 2015.

>>

Zola Jesus solta música boa que nem está no último disco bom dela

>>

290914_zola2

Zola Jesus ainda colhe os frutos de seu bem bom álbum “Taiga”, lançado ano passado, puxado pelo super hit indie “Dangerous Days”.

O álbum é o quinto de estúdio dela, que ainda tem apenas 25 anos, é de Phoenix, de descendência russa, e já esteve no Brasil há três anos.

Na próxima segunda-feira, 9 de fevereiro, Zola lança seu novo single – “Hunger” – e do registro ela liberou a ótima b-side “Compass”. Sua voz incrível aparece em meio a elementos eletrônicos e pontuais toques de piano.

We <3 Zola.

>>

Meia hora com a Zola Jesus e sua voz machucadora

>>

040214zola

* A KEPX, rádio cool de Seattle, soltou ontem gravação em vídeo de quase meia hora de vídeo e entrevista com a cantora americana Zola Jesus, versão cabelo castanho.

Uma das vozes femininas mais legais do indie dos EUA, de apenas 25 anos e já com cinco álbuns lançados, Zola Jesus, algo pop algo clássica, continua por aí mostrando principalmente seu último disco, “Taiga”, que tem uma das canções mais legais do ano passado.

“Dangerous Days”, linda por si só ou bela também nos remixes eletrônicos que ganhou, exatamente abre a session da KEXP. As outras são “Dust”, “Lawless”, “Hunger”, todas de “Taiga”.

A session, gravada em 9 de janeiro, está aí embaixo.

>>

Um programa de TV qualquer com a Zola Jesus, o Slaves, o Interpol e até um tal de U2

>>

221014_joo

Um dos programas mais tradicionais da TV britânica, o “Later With… Jools Holland” sempre é palco de algumas das apresentações mais incríveis da música moderna, marcado por receber desde artistas latinos ou africanos tocando música regional ao Rolling Stones. Tipo.

Na edição desta semana, que foi ao ar na BBC ontem, Jools recebeu nomes “da nossa praia” e o programa rendeu ótimas performances. O esperto duo inglês Slaves entregou ao vivo a ótima “Hey”. O Slaves, não sei se você sabe, é um “grupo” de dois moleques e só, guitarra e bateria, tipo White Stripes, tipo Drenge, o Royal Blood, vocalizada pelo baterista Isaac Holman, 23 anos, acompanhado pelo amiguinho guitarrista Laurie Vincent, 21. Rock gritado, som de garagem.

* Já a americana de Phoenix de descendência russa Zola Jesus, divulgando seu novo e sexto álbum “Taiga”, mostrou o single “Dangerous Days”, som que vai aparecer em diversas listas de “melhores do ano” em dezembro. Duvida?

* O indie sombrio, dark e animado na medida do possível feito pelo Interpol também ganhou espaço no programa do Jools. Paul Banks botou sua voz potente e cavernosa em alto nível na apresentação do single “All The Rage Back Home”.

* Por fim, a banda irlandesa U2, usualmente apontada como a maior do mundo por toda a megalomania que a envolve, fez suas primeiras apresentações ao vivo enquanto full band do novo disco, “Songs Of Innocence”, lançado mês passado. No palco, tocaram as faixas “Volcano” e “Every Breaking Wave”, esta em um approach mais intimista.

>>

Novo álbum da Zola Jesus sai semana que vem, mas pode ser ouvido tipo agora

>>

290914_zola2

Uma das meninas que estão ganhando destaque no novo indie-americano, Zola Jesus põe na praça, na próxima semana, seu aguardado novo álbum “Taiga”, “o mais acessível da carreira até agora”, nas palavras da própria.

Puxado pelo ótimo single “Dangerous Days”, o disco já é o seu quinto de estúdio, mesmo que ela mal tenha chegado aos 25 anos de idade. Americana de Phoenix, de descendência russa, Zola já esteve no Brasil uma única vez, em 2012.

“Taiga” tem 11 faixas, set de trompetes, altas batidas e vocais cristalinos. Isso tudo foi a própria cantora quem andou dizendo. O bom é que podemos tirar a prova agora, já que o álbum ganhou audição gratuita faltando uma semana para o seu lançamento. “Taiga” chega às lojas na terça que vem, 7 de outubro.

>>