Em zola jesus:

Música do ano? “Dangerous Days”, da Zola Jesus

>>

* Outro nome de destaque do lado feminino de personalidade forte no indie-rock americana, a cantora algo russa Zola Jesus invadiu nos últimos dias as rádios indies americanas e inglesas com a incrível “Dangerous Days”, canção que ela já havia divulgado há um tempinho, mas agora “pegou”. É uma dessas músicas que começam classudas e explodem no refrão, daí voltam ao climão enigmático, para na sequência fazer todo mundo cantar o refrão de novo.

“Dangerous Days”, que se estragaria se tivesse na voz estridente e barroco da Florence, mas que com a Zola cai bastante bem, vai estar no quinto disco, “Taiga”, a ser editado no começo de outubro nos EUA e Europa. A música foi recebida como “best new track” dia destes no Pitchfork.

Screen Shot 2014-08-11 at 16.46.03

Tanto discos lançados e Zola Jesus tem apenas 25 anos. Aos 22, veio tocar no Clash Club, na Barra Funda, em SP. Foi nesse show?

Ela, cujo nome real é Nika Roza, já tem trabalhos com o XX e foi remixada pelo David Lynch, pensa, entre outras pequenas grandes façanhas.

Assim que o disco novo for lançado, ela sai em uma chamada “turnê mundial”, mas que até agora só teve divulgada a porção americana e europeia.

Hoje ela divulgou também um remix para “Dangerous Days”, assinado pelo festejado produtor inglês James Chapman, mais conhecido pelo nome de seu projeto: MAPS.

Vamos ouvir tudo, então. “Dangerous Days” do disco e a do remix do Maps.

>>