TOP 50 DA CENA – O domínio carioca. Troá! chega direto ao topo. Letrux firme com duas músicas nas dez mais. Àiyé segue o bloco

1 - cenatopo19

* Segue a quarentena. Segue o Top 50 da Popload, o ranking semanal vertido em playlist que retrata nosso gosto sobre o que está acontecendo com a nossa CENA nas últimas semana.

A situação geral é puxada, trabalhar é esquisito e a concentração não parece vir, mas seguimos na tentativa de levar umas boas músicas novas da CENA para você.

Nesta semana temos boas novidades pelo menos entre as dez primeiras colocações. Novidades “estranhas”, musicalmente estranhas, do jeito que gostamos. Do experimental ao rap. E com o Rio de Janeiro dominando bonito a parada. Estamos perdendo algum som de outros cantos do país? Avisem.

Sempre lembrando que nosso Top 50 vira playlist linda no Spotify e Deezer.

3 - troa_feed

1 – Troá! – “Bicho” (Estreia)
A dupla de garotas do Rio de Janeiro é mais uma prova que a CENA carioca anda no ritmo de nos entregar música estranha do jeito que curtimos. Esse single recente é uma mostra ao vivo do que Carolina Mathias e Manuella Terra são capazes. O que nos leva agora direto para ouvir mais o disco que elas lançaram ano passado.
2 – Letrux – “Déjà-Vu Revival” (1)
A faixa que abre o disco de Letrux abriu nosso ranking da semana passada com uma espécie de trip-hop atravessado por uma guitarra e com um encerramento apoteótico belíssimo. “Viver é um frenesi”, canta Letrux. Parece daquelas músicas que ganham novos sentidos a cada dia que passa. E que letra que ela tem.
3 – ÀIYÉ – “Isadora” (Estreia)
Das melhores faixas do álbum de estreia de Larissa Conforto como ÁIYÉ. Forte no recado e forte na experimentação com diferentes ritmos de um modo que ela sabe fazer.
4 – Jhony MC – F.A.B. (13)
Um dos raps mais corajosos de 2020 chegou ao Spotify depois de bombar no YouTube. Do futebol aos crimes do Estado em uma letra que deve deixar Black Alien orgulhoso.
5 – Djonga – “Procuro Alguém (2)
Na capa mais forte do ano até aqui, Djonga estampa a realidade cruel do Brasil. Sua montagem é praticamente a versão ilustrada do verso “Olha quem morre, veja você quem mata” de Edi Rock em “Negro Drama”. Ao cantar sobre todas as quebradas, um dos fios de esperança no futuro onde o amor vence está na geração que chega, representada por este som que celebra a pequena Iolanda, a filha mais nova do Djonga. E que letra que ela tem.
6 – Carne Doce – “Passarin” (4)
Inédita do Carne Doce aprovada por aqui. “Passarin”, se não é a melhor canção que o Carne Doce já fez, tem um lado muito louvável: não combina em nada com os dias malucos em que vivemos, hoje. Um respiro.
7 – Apeles – “Deságua” (3)
Os belos seis minutos e pouco deste som do Apeles em seu álbum do ano passado vão ganhar um vídeo muito em breve, motivo mais do que suficiente para voltarmos a um dos nossos favoritos do ano passado.
8 – Terno Rei e Tuyo – “Pivete” (5)
O encontro entre Terno Rei e Tuyo promete novos frutos. Já está anunciado uma música do trio paranaense que terá participação da banda. Enquanto isso, eles estão juntos em um belo single do Terno Rei com letra de Ale Sater e arranjo em conjunto. Será que o single indica novos rumos para a banda? Uma experimentação ocasional com uma pegada mais pop? Bom, “Violeta” já deu algumas dicas. E a banda segue quente. Vamos ver.
9 – Letrux – “Fora da Foda” (6)
Outra da boas músicas do novo álbum da Letrux. Aqui caímos de amores pela participação bem-humorada de Lovefoxxx, de quem estávamos com saudade de ouvir em disco há um bom tempo. É isso: Lovefoxxx sendo reentroduzida na “new music” brasileira pela Letrux. Que momento!
10 – Shower Curtain – “All That You Do” (Estreia)
O projeto de Victoria Winter caiu no nosso gosto. Romântica, melancólica. Um som feito no quarto para se ouvir no quarto.
11 – Febem, Fleezus e CESRV – “Terceiro Mundo” (7)
12 – FingerFingerrr – “Tô Vivo” (8)
13 – Clarice Falcão – “PRA_TER_O_QUE_FAZER_” (Estreia)
14 – Winter – “Say” (Estreia)
15 – Bivolt – “110v” (10)
16 – Vovô Bebê – “Êxodo” (12)
17 – Luedji Luna e Zudzilla – “Proveito” (9)
18 – Edgar – “Carro de Boy” (14)
19 – Kiko Dinucci – “Veneno” (15)
20 – Luana Flores – “Guerreira de Lança (Furmigadub Remix)” (16)
21 – Mahmundi – “Sem Medo (17)
22 – Nego Bala – “Cifrão in Pé” (18)
23 – Young Lights – “When You Were Here” (19)
24 – Flu & Amigos – “Porco” (20)
25 – MC Loma – “Predadora” (21)
26 – Manaié – “Tira a Mão” (22)
27 – Francisco El Hombre – “Cai” (23)
28 – Sepultura – “Fear; Pain; Chaos; Suffering” (24)
29 – Marcelo Perdido – “Santa Clara de Tróia” (25)
30 – Amen Jr. – “amoretempo” (26)
31 – Marietta – “Analógica” (27)
32 – Os Amanticidas – “Paisagem Apagada” (28)
33 – Rohmanelli – “Toneaí” (29)
34 – Céu de Vênus – “O Acaso Não Existe” (30)
35 – Liniker – “Não Adianta” (31)
36 – Derek e Lucas Silveira – “Me Sinto Sozinho” (32)
37 – La Leuca – “Morning Gloria (O Medo)” (33)
38 – Valuá – “Veneno” (35)
39 – Trupe Chá de Boldo – “À Lina” (36)
40 – Ana Preta e Thaíde – “Não Me Leve a Mal” (37)
41 – Olívia de Amores – “La Cancionera” (38)
42 – Letícia Persiles – “Trem Fantasma” (39)
43 – Juliano Guache – “Bombyx Mori No. 1” (40)
44 – Yannick Hara – “Replicantes” (41)
45 – ANNÁ e Ilú Obá de Min – “Sobre Rosa” (42)
46 – Julia Melo – “Touch” (43)
47 – Barro – “Ondas do Desejo” (44)
48 – Hiran e Nininha Problemática – “Kika (Com Cara de Mau)” (46)
49 – Mariana Volker – “Me da Me dê” (Estreia)
50 – Arthur Nogueira – “Salvador” (Estreia)

***

***

* Entre parênteses está a colocação da música na semana anterior. Ou aviso de nova entrada no Top 50.
** Na vinheta do Top 50, o duo carioca Troá!

>>