Uma de suas obsessões, Fleet Floxes faz versão de música de Nina Simone. Outra vez

>>

* Falar em Fleet Floxes é falar de Robin Pecknold. Ele é o capitão da banda de Seatle sensação do final da primeira década deste século, que já foi da Sub Pop e teve Father John Misty na bateria.

Ano passado, quando o grupo lançou o excelente “Shore” – disco que conta a participação brasileira de Tim Bernardes d’O Terno -, Pecknold escreveu uma longa comunicado sobre a produção do disco onde destacava alguns artistas que inspiraram o trabalho. Na lista, brasileiros como João Gilberto, Tim Maia e o próprio Tim Bernardes. Entre os gringos, Nina Simone.

O amor de Robin pela famosa cantora, compositora e ativista é grande. Em 2017, ele já tinha feito uma versão de “Do What You Gotta Do”, que talvez você conheça não pela Nina, mas por conta do sample usado por Kayne West na polêmica “Famous”.

E agora, em 2021, em uma sessão na rádio americana por satélite SiriusXM, ele apresenta uma versão de “In the Morning”, canção de Barry Gibb – sim, um dos Bee Gees -, que Nina Simone gravou no final dos anos 60. Ou seja, escrita por Barry muito antes da trilha de “Os Embalos de Sábado à Noite” (1977).

Olha que bonito.

>>