Vivendo o momento, Portugal. The Man encontra um rumo na carreira e vira banda grande no indie

>>

2100218_portugal

O mundo da música tem dessas. Banda do Alaska surgida há pouco mais de uma década, hoje baseada em Portland, o Portugal. The Man teve um início de trajetória meio oscilante, às vezes até chato e sem rumo ou um direcionamento musical convicto. Eis que, de uns tempos para cá, a trupe liderada por John Gourley e Zach Carothers se tornou meio que uma bandonda-indie.

Tudo graças a “Woodstock”, disco lançado em junho do ano passado, e especialmente ao single “Feel It Still”, que virou hino indie e invadiu a lista da Billboard, alcançando o topo da parada Alternativa, e entrando no Top 5 do Hot 100.

Não o bastante, no fim de janeiro, “Feel It Still” ganhou o Grammy de Melhor Performance de Duo ou Grupo. Na contramão dos discursos protocolares, o Portugal. The Man resolveu causar. Deixando para trás concorrentes como Justin Bieber, Imagine Dragons e Coldplay, os integrantes do grupo, no palco, resolveram mandar um “Hail Satan!”, em uma alusão clara aos discursos de 99% dos artistas que, quando ganham um prêmio, agradecem ao Deus. Ao passo que Zach proferia a frase, John ao fundo simulou limpar a bunda com o troféu. Haha.

Figurinha fácil de se encontrar em diversos line-ups de festivais para este ano, o Portugal. The Man também tem aparecido direto em programas da TV americana. O mais recente foi no do Stephen Colbert, onde tocaram o single “Live In The Moment” acompanhados por diversas crianças e adolescentes.

O mais legal é que um dos primeiros comentários do vídeo no YouTube meio que define bem o momento da banda: “I remember seeing these guys on my college campus years ago in Chicago with a crowd of about 25 people. So glad they’re doing well now. They deserve it”, disse o fã Weston Reynolds.

>>

  • Fabrizio Zorzella Franco

    Popload Festival, por gentilezinha, Lucio!!

  • http://1001videoclips.com/ 1001 Videoclips

    “Feel It still” é incrível.