WTF Popload – Banda inglesa Talk Show bota groove na porradaria pós-punk. Ouça a feroz “Underworld”

>>

* Nossa seção que fuça bandas muito novas traz agora o novo lançamento da banda inglesa Talk Show, quarteto de Londres que nesta semana causou certo agito no Reino Unido ao lançar um novo single chamado “Underworld”. E esse nome não é à toa.

O Talk Show ameaçou um bom começo na cena inglesa um tempinho antes da pandemia, com um som pós-punk mais levado ao soturno, ao gótico. Aí tiveram alguns planos abortados quando a covid-19 chegou. Aquietaram.

Saíram da toca agora, mas em grande estilo. Anunciaram uma agitada turnê britânica, que começa sábado agora em Leicester, no meio do caminho envolve umas aberturas de shows para o Sports Team e tem ainda umas datas na Europa (um selo da Pitchfork de novas bandas já escalou o Talk Show para uma apresentação em Paris em novembro).

Daí que, ontem, antecedendo todo esse auê, revelaram essa inquieta, para falar o mínimo, “Underworld”.

“Underworld” vai puxar o EP que a banda vai lançar no começo de 2022, “Touch the Ground”. E antecipa uma jornada nova para o som do Talk Show que foi o “talk” desse lançamento.

Quem produziu o single e o EP todo foram apenas o grande Joe Goddard e seu parceiro de Hot Chip, o também talentoso produtor Al Doyle, inclusive um ótimo DJ. O que de cara entrega que o som do Talk Show ganhou umas camadas eletrônicas importantes. Esse banho electro com a tendência punk natural da banda a deixou próxima da sonoridade do Prodigy, por exemplo.

Dá para sentir isso bem claramente em “Underworld”, que, sim, tem seu nome inspirado na fenomenal dupla eletrônica que lotava arena nos anos 90/2000 e fez o clássico “Born Slippy”, um dos hinos da era das raves, do ecstasy e que correu o mundo na trilha sonora do filmão “Trainspotting”.

“É a nossa própria ‘Born Slippy’. Encontramos um novo jeito de fazer música, que consiste primeiro em achar um groove. O ritmo é primeiro. Os vocais e guitarras vêm depois. Essa música é a introdução da alta carga de energia para este novo EP, nossa carta de intenções. Mas não nos entenda errado. Isso continua soando como Talk Show e não é que eliminamos as guitarras do som da banda. É apenas uma versão melhor da gente”, declarou o cantor e guitarrista Harrison Swann.

Toma aí o novo Talk Show. Ou o Talk Show em nova fase.

>>