Popnotas – Joe Goddard deixa o Hot Chip de lado e anuncia disco solo. O álbum indie-jazz ao vivo do Tom Skinner sem o The Smile. E a música mais diferentona do Idles vira single

Popnotas – Joe Goddard deixa o Hot Chip de lado e anuncia disco solo. O álbum indie-jazz ao vivo do Tom Skinner sem o The Smile. E a música mais diferentona do Idles vira single Foto: divulgação

*** Mente brilhante por trás do Hot Chip, uma das bandas indies mais legais da vertente eletrônica deste século, Joe Goddard avisou que irá embarcar em um projeto solo. “Harmonics”, este novo disco, será lançado dia 12 de julho e foi apresentado pelo single “Moments Die”, que conta com a participação especial da cantora norte-americana Barrie. Além dela, alguns dos outros convidados que aparecem no álbum são Hayden Thorpe (Wild Beasts), Tom McFarland (Jungle) e seus parceiros de Hot Chip, Al Doyle e Alexis Taylor. Diz o Joe que o conceito do projeto surgiu da ideia de “tentar separar o que é a parte consciente da mente de um processo de produção musical”, buscando sempre por “um nível de empatia dentro do processo de se evitar qualquer tipo de imposição sobre a arte dos colaboradores”. Explicações a parte, “Moments Die” pode ser conferida abaixo.

*** Quem também está com um projeto paralelo à banda é o músico e produtor Tom Skinner, atualmente um dos pilares do trio The Smile, ao lado dos ‘Radiohead’ Thom Yorke e Jonny Greenwood. Ele anunciou para 10 de maio o lançamento de um álbum ao vivo, intitulado “Voices of Bishara Live at Mu”, baseado em seu disco solo “Voices of Bishara”, que saiu em 2022. Além de canções próprias, Skinner tocou outras canções de jazz, como a composição “Oasis”, feita por Abdul Wadud, em 1970 e lançada hoje. A versão de 20 minutos e bastante experimental foi registrada no show realizado na casa de shows londrina Mu, em janeiro do ano passado. Em sua banda de apoio no álbum, Tom é acompanhado pelos músicos Robert Stillman, Chelsea Carmichael, Kareem Dayes e Tom Herbert.

*** Foi nos entregue nesta semana o vídeo novo do Idles, para a musicaça “Pop Pop Pop”, talvez a faixa mais diferente do elogiadíssimo “TANGK”, disco #1 nas paradas inglesas e certamente o mais, hmm, eclético da explosiva banda inglesa. “Pop Pop Pop” foi apresentada com status de single no calor da divulgação da primeira perna da turnê do grupo pelos Estados Unidos. Quase sem cara de Idles, o novo single tem uma vibe um tanto sombria, com uma bateria descompassada e um groove viciante misturado com uma guitarra distorcida quase chata de tão boa. Joy on joy, como canta o Joe Talbot no vídeo em que ele aparece dando um rolê por diferentes ambientes, filmado a partir de uma GoPro.

Beth Gibbons – anúncio horizontal interna
INTERPOL – inner fixed mobile