Cursinho Popload! Aula de hoje: “Para gostar de Paul McCartney”

>>

Paul-McCartney 4

Paul McCartney está no Brasil. Serão dois shows em São Paulo (26 e 27 de março) e um em Curitiba (dia 30 de março). Por isso, Paul é o assunto da nossa aula de hoje. Melhor dizendo: a carreira de Paul McCartney após os Beatles é o assunto de hoje. Em outras palavras, nossos estudos cobrem a fase que vai do “McCartney” (1970) até o “Egypt Station” (2018), incluindo os discos com os Wings.

Por mais que Paul há um bom tempo dedique mais da metade do repertório dos seus shows ao repertório dos Beatles, conhecer sua fase solo é importante tanto para curtir alguns momentos do seu show, especialmente para quem só manja de Beatles não ficar de bobeira, quanto para dar de cara com canções valiosas que ajudam a entender o tamanho da sua versatilidade artística.

McCartney já acumula quase 50 anos de trabalho solo, praticamente cinco vezes o tempo de existência dos Beatles, dependendo de quando você começa a contar o nascimento da banda. Por isso, quem for se aventurar em tantos discos de estúdio, singles e trilhas sonoras, não vai encontrar uma missão das mais simples. O material, além de extenso, é diversos em estilos e qualidade.

Mas a aula aqui tenta facilitar esse trabalho com três playlists de 1h30 que cobrem tudo que tem bom em diferentes etapas. A playlist iniciante conta com hits e clássicos que estarão nos shows, a intermediária chega basicamente com o melhor pop que o Paul fez e que acabou não tão conhecido e a avançada conta mais sobre o lado experimental dele. Então escolha a playlist que achar mais adequada para você e boa aula!

*** Uma colaboração do jornalista Vinicius Felix* para a Popload. Vale lembrar que ele está lá no Twitter (@ViniciusFeIix) para ouvir sugestões e reclamações, seja dos iniciantes que encontrarem dificuldades ou dos alunos mais experientes que com certeza vão sentir a ausência de alguma música em uma das três playlists.

INICIANTE

paul-mccartney-2

Se Paul não fizer grandes alterações no roteiro de seus show, os brasileiros vão ver apresentações onde ele dedica um pouco mais da metade do repertório às canções dos Beatles. O resto ele divide entre canções solo e canções gravadas com o Wings. São suas canções solo mais reconhecidas com algum destaque para alguma música mais obscura vez ou outra.

Essa playlist conta com essas músicas e alguns outros sucessos de bilheteria do Paul. Legal reparar que embora seja uma playlist para iniciantes, você vai encontrar músicas com formatos tradicionais de canção e arranjos delicados até faixas menos convencionais, como “Band On The Run”, relativamente longa para padrões pop e cheia de partes diferentes. Paul McCartney é assim mesmo.

INTERMEDIÁRIO

Paul McCartney 3

Esta playlist é relativamente parecida com anterior em questão de som. Como Paul McCartney sabe fazer canções tão diferentes serem populares, a playlist iniciante chega até ter faixas “mais difíceis” que algumas que estão aqui. Então, para não deixar alguns hits de fora da playlist iniciante, a missão aqui é dar destaque para faixas tão pop quanto da primeira seleção só que por algum motivo, elas não ficaram tão conhecidas assim.

A capacidade de Paul em fazer músicas na média é tão alta que essa playlist poderia ter vários desenhos, por isso aceito sugestões nos comentários. Mas, para indicar um som, tem que sugerir no lugar de qual outra música ele vai entrar! Combinado?

AVANÇADO

Paul McCartney 5

A visão de que Paul era o beatle careta é um erro! Ele pode até ser o mais pragmático dos quatro, mas também é um dos que mais abraçou experimentações musicais. Em sua carreira toda, são diversas faixas instrumentais, faixas mais longas, faixas muito curtas e músicas que nos discos basicamente faziam a ponte entre outras duas canções.

Aqui, a gente também apresenta o lado mais eletrônico e lo-fi de sua obra. Até daria para emendar nessa playlist mais um monte de obras pop dele que não ficaram tão conhecidas, mas a proposta é outra, quase não temos canções propriamente ditas aqui. Nível hard.

*Vinicius Felix é jornalista, tem obsessão por playlists e é o responsável pelo podcast Telefonemas.

>>

  • Leocádia Joana Garibaldi Pinto

    ué? e existe aula pra gostar de sir McCartney?
    what a hell, what fuck and what alguma coisa???