Depeche Mode mostra músicas novas em show na Alemanha e reforça que vem ao Brasil em 2018

>>

200317_depechemode2Fotos: Laut

Na última sexta, 17 de março, o gigante da eletrônica Depeche Mode lançou “Spirit”, seu 14º disco de estúdio, com produção assinada pelo grande James Ford, do Simian Mobile Disco, com aclamados trabalhos com bandas como Arctic Monkeys, Foals, The Last Shadow Puppets e Klaxons. Este é o primeiro lançamento do DM desde “Delta Machine”, de 2013.

Em entrevista publicada pelo jornal Folha de São Paulo nesta segunda, o tecladista Andy Fletcher falou do papel do novo produtor na construção do álbum. “Terminamos bem mais rápido que os álbuns anteriores. Fizemos este disco em três sessões e uma sessão tem duração de quatro ou cinco semanas. Normalmente demoramos cinco sessões”.

O lançamento do álbum aconteceu junto com um show promocional e surpresa na Alemanha, um dos redutos que mais cultuam o hoje trio inglês. A apresentação em Berlim durou tipo uma hora e contou com uma mescla de músicas do novo álbum e alguns hits, tipo “Walking In My Shoes” e “Personal Jesus”.

Muitas dessas canções poderão ser acompanhadas pelo público brasileiro em 2018, quando a banda volta ao país após mais de duas décadas. Na mesma entrevista à Folha, Fletcher antecipa que o grupo vai revisitar todo o seu catálogo nos shows no Brasil, que viu o Depeche Mode pela última vez láaaa em 1994. Em 2009, os britânicos chegaram a ter uma turnê anunciada por aqui, mas os shows caíram.

Abaixo, a apresentação em Berlim, de sexta passada.

Setlist
1. Going backwards
2. So much love (+ No tears for the creatures of the night – Tuxedomoon)
3. Corrupt
4. A pain that I’m used to (Lu Cont remix)
5. World in my eyes (new intro)
6. Cover me
7. Little soul (Martin Gore)
8. Where’s the revolution
9. Barrel of a gun
10. Walking in my shoes (intro and out from Random Carpet mix)
11. Personal Jesus

>>