Em seu próprio festival, Eddie Vedder “invade” shows de Johnny Marr e Mumford and Sons para tocar The Smiths e Bob Dylan

>>

Foto: The Scope Weekly/Neil Van

Foto: The Scope Weekly/Neil Van

Além de liderar uma das bandas mais consagradas da história do rock, Eddie Vedder é desses caras que respiram música a todo momento e tem até seu próprio festival. Anualmente, ele organiza no Havaí um evento que mistura música e surf, até porque seu companheiro de jornada nessa empreitada é o renomado surfista Kelly Slater.

O Ohana Fest acontece em Dana Point, na Califórnia, e recebeu neste final de semana grandes nomes do indie, tipo Mumford & Sons, Yeah Yeah Yeahs e Beck. Vedder também fez um show solo na noite de sábado, para incrementar o line-up.

Como bom organizador farofeiro que é, Eddie andou “invadindo” os shows de algumas atrações. Provavelmente a mais marcante delas foi no set do lendário guitarrista Johnny Marr. Juntos, eles cantaram a classuda “There’s A Light That Never Goes Out”, dos Smiths. Mais tarde, Marr retribuiu a gentileza e dividiu o microfone com Vedder, em seu show, durante “Hard Sun”, um dos maiores sucessos do cantor fora do Pearl Jam.

Eddie ainda fez um grande número de covers em sua apresentação, incluindo “Open All Night”, do Bruce Springsteen. E tocou, também, “All Along The Watchtower”, de Bob Dylan, com o Mumford and Sons.

>>

  • Leocádia Joana Garibaldi Pinto

    “There’s a Light” ficou bom não!