HOJE. TEM. SHOW. DO. NED’S ATOMIC DUSTBIN. EM. LONDRES.

>>

* Cada um, cada um, mas se tem dois shows no mundo que eu queria ver hoje enquanto estou vivo é (1) qualquer um em qualquer lugar da Inglaterra do duo punk-loko Slaves e (2) esse do título: Ned’s Atomic Dustbin no Koko, em Londres. O negócio aqui é pessoal.

Screen Shot 2015-07-17 at 11.24.51

Numa Inglaterra de 1990, 1991, um segundo antes de o Nirvana explodir uma bomba atômica na música e decretar o final dos tempos do modo sonoro como o conhecíamos, tinha uma cena cabeluda e pesada, rápida e violenta na Inglaterra, algo skate-punk, da qual o Ned’s Atomic Dustbin fazia parte. Bombação nas rádios indies, louvações de Stevie Lamacq e do mestre John Peel nas rádios de UK, shows intensos e lotaaaados, músicas em clubes na hora da bombação da pista, essas coisas. A cena daquela época, principalmente no caso do “The Neds”, tinha a maior quantidade e diversidade de camisetas de banda de todos os tempos. Acho que eu tinha umas quatro do grupo.

O mundo mudou e corte para 2015, hoje, 17 de julho, quando no clube Koko, em Camden Town, em Londres, onde lááá em 1991 essa cena fervia e o clube tinha o nome de Camden Palace, o Ned’s Atomic Dustbin sobe ao palco para um show comemorativo. Agora em julho faz 25 anos do lançamento do single “Kill Your Television”, uma espécie de “Smells Like Teen Spirit” inglesa até a “Smells Like Teen Spirit” real aparecer e redimensionar conceitos.

“Kill Your Television” apareceria depois no excelente “God Fodder”, disco de estreia lançado em maio de 1991.

Daria um dedinho para estar no Koko hoje à noite, apenas por estar. Como diz a letra: She said, she said / “You don’t know shit / Because you’ve never been there”.

Quem abre para o Ned’s, hoje, é o EMF e o James Atkin, que liderou, nesta mesma cena britânica da virada para os 90, o incrível EMF, do uberhit “Unbelievable”. Pensa.

>>