Mais Last Shadow Puppets em San Francisco. O bromance, outro vídeo, outras coisas

>>

popload_california2016(1)

* Ainda sobre o show do casal Alex Turner e Miles Kane, mais conhecidos como Last Shadow Puppets. Sobre a série “Califórnia” que estou escrevendo para a “Folha de S.Paulo”, saiu o seguinte texto na edição de hoje da Ilustrada, que aqui incluo foto e vídeo da linda “Calm Like You”, que é do disco de 2008, o da estreia do projeto. O show foi no domingo, no lendário Fillmore.

lsp4

O melhor lugar do planeta para estar hoje, se você procura uma aventura sonora, shows bons e variados, bandas novas em ação com discos recém-lançados e até velhos nomes com novidades, é na Califórnia. O ensolarado estado americano, todo ele, tem girado nestes dias na órbita do enorme Coachella Festival, que aconteceu na cidade de Índio, no deserto, no final de semana passado. E ocorre novamente, em repeteco, no próximo. Neste intervalo entre Coachellas, parte das cerca de 160 bandas do festival aproveitam para fazer shows pequenos em clubes da região.

O que nos levou, na noite do último domingo, ao histórico Fillmore, em San Francisco, casa de shows que já recebeu a vanguarda anos 60, os hippies, o punk, o grunge, o novo rock, Led Zeppelin, Pink Floyd. E que anteontem à noite recebeu o supergrupo indie britânico The Last Shadow Puppets, o primeiro show de nossa série californiana.

De posse de recentíssimo disco novo, “Everything You’ve Come to Expect “, primeiro lugar nas paradas inglesas na primeira semana de vendagem, o Last Shadow Puppets chegou poderoso em San Francisco, com ingressos esgotados há tempos e com pelo menos três músicas novas tocando nas rádios independentes americanas.

A banda é um projeto paralelo do líder do Arctic Monkeys, Alex Turner, e seu amigo, o também guitarrista Miles Kane, que tocava no Rascals e construiu sólida carreira solo na cena inglesa nos últimos anos. Em estúdio, a banda evoca mais respeito: a produção e a bateria fica a cargo do renomado James Ford (Simian Mobile Disco) e tem ajuda orquestral do refinado Owen Pallett, canadense arranjador, compositor de trilhas de cinema e frequente colaborador do grupo conterrâneo Arcade Fire.
Enquanto o Arctic Monkeys está de férias e seu parceiro Matt Helders anda tocando bateria na atual banda chic do Iggy Pop, o Alex Turner tem levado muito a sério o Last Shadow Puppets.

“Everything You’ve Come to Expect “ é o segundo disco do “plano B” de Turner, cuja estreia em estúdio aconteceu há oito anos, não com tanto barulho como tem sido agora, com o novo álbum. E mais neste que naquele as músicas estão muito melhores. Ao vivo, mais crescidos, os rapazes Alex Turner e Miles Kane se encontram mais entrosados. A ponto até de reviver uma mania criada pelo grupo Libertines nos anos 2000, o do bromance, o “romance de brothers”.

Sem conotação sexual na jogada, Turner e Kane levam ao palco uma explícita admiração mútua, de uma alegria visível de estarem ali por terem criado algo juntos a ponto de ficarem se olhando, às vezes cantando no mesmo microfone, quase com as bocas juntas. E essa “paixão de irmãos” reflete na qualidade do show, contagia.

No Fillmore, depois de um primeiro show no gigante Coachella, o Last Shadow Puppets pareceu estar divulgando ao vivo seu quarto, quinto álbum, de tão afinada que está a banda hoje. Com um belo quarteto de cordas feminino por trás e um tecladista atuante em sua composição, para tirar o possível ranço de banda indie inglesa dura e levar a dupla a fazer uma espécie de show de cabaré psicodélico e ensolarado (o disco novo foi gravado em Malibu, aqui na Califórnia), Turner e Miles se revezam entre vocais e guitarras principais na construções de músicas românticas com a permissão de alguns solos e poses de guitar heroes para enfeitar.

Até Beatles entrou no setlist. A apresentação de domingo foi fechada por “I Want You (She’s So Heavy)”, que Lennon e McCartney fizeram nos anos 60.

O Last Shadow Puppets, o “lado B” de Alex Turner deve durar bem ainda como “lado A”, pelo jeito. Ao menos até o ano que vem. A gente tem informações que pelo menos duas grandes produtoras do Brasil tentam fechar shows da banda no Brasil para o final deste ano, ou provavelmente 2017. Alguém disse Lollapalooza?

** A Popload está na Califórnia a convite do VisitCalifornia.

>>