Mais Raconteurs: Jack White comenta situação da Amazônia e fala sobre aquele presidente que não pode ser nomeado

>>

100118_jackwhite2

Quem for ao Popload Festival, além das mil experiências que o evento oferece (cóf), terá a oportunidade rara de ver de perto Mr. Jack White.

Ícone de sua geração, um dos sujeitos mais talentosos e inquietos da música tocará no festival com o lindo The Raconteurs, que após uma década emplaca um retorno triunfal, disco no topo da parada da Billboard, e um grande entrosamento no palco (não somos nós que estamos falando).

“[A banda] está bem forte, energética. Por um lado, parece uma banda completamente nova, por outro, eles parecem caras com quem eu toquei a vida inteira. Temos tanta história juntos que é muito bom estar no palco, sinto que estou em boas mãos. Toda vez que começa uma canção eu sei que posso confiar neles”, disse Jack White em ótima entrevista publicada no Jornal O Globo hoje.

Sobre o fato do disco novo, “Help Us Stranger”, ser #1 nas paradas norte-americanas, o músico disse que este é um sinal da resistência do rock.

“Acho que isso mostra que o rock ainda é apreciado pelas pessoas. Todo ano alguém diz que o rock morreu, que os sintetizadores tomaram o lugar das guitarras… você tem essas fases. É interessante que agora, quando o rock parecia estar bem morto, um álbum de rock chegue ao primeiro lugar”.

Assuntos mais polêmicos também não fugiram da reportagem assinada por Silvio Essinger, que abordou o momento delicado vivido pela Amazônia. Vale lembrar que Jack se casou em uma cerimônia em Manaus, no ano de 2005. O norte-americano lamentou as constantes queimadas e disse que espera por uma solução.

“Sei que todo ano naturalmente a Amazônia tem um monte de queimadas, mas essas que as pessoas fazem para limpar as terras e aumentar suas fazendas me deixam muito triste. Espero que o Brasil consiga descobrir uma solução para esse problema, que consiga fazer ver a todos a importância que a floresta tem. É algo que depende de vocês”.

Outro assunto abordado na entrevista foi Donald Trump. Jack demonstrou tanta aversão ao presidente dos Estados Unidos que contou que evita até falar o seu nome.

“Ele é tão desprezível, ele é uma doença tão horrível que temos que nos sentir envergonhados diante do mundo. Mas ano que vem com sorte ele terá ido embora e poderemos voltar às nossas vidas. Mas fica a lição do que pode acontecer quando você não está prestando atenção às coisas. É uma lição para todas as culturas: a de que essas coisas podem acontecer”, detonou.

O Raconteurs toca no Popload Festival no feriado de 15 de novembro, ao lado de nomes como Patti Smith, Hot Chip, Beirut e grande elenco.

A entrevista completa de White para O Globo pode ser conferida abaixo.

290819_jackwhite_oglobo

>>

  • Leocádia Joana Garibaldi Pinto

    amo demais esse cara!