Mark Lanegan cai na pista de dança para primeiro disco de Dave Clarke em quase 15 anos

>>

* “I have fucked with the past.
Now it is time to dance with the future.”

160817_clarke_lanegan_slider

Nome forte da música eletrônica underground do início deste século, o produtor Dave Clarke chacoalhou as pistas de dança em 2003, com seu disco de estreia “Devil’s Advocate”, único da sua discografia até agora.

Nesse (longo) meio tempo, Clark continuou excursionando pelo mundo discotecando, se envolvendo com inúmeros artistas e ainda manteve seu programa de rádio semanal. Agora, Dave tirou um tempinho para ele mesmo e vai lançar seu segundo disco, “The Desecration of Desire”.

A obra tem lançamento previsto para 27 de outubro e é a primeira que Dave escreveu para seu próprio catálogo. “Decidi escrever esse disco como se fosse um livro. Até as músicas estão em ordem cronológica, como se fossem capítulos”, publicou em comunicado o “Baron of Techno”, apelido lhe dado pelo eterno John Peel.

Entre os convidados do disco está nada menos que Mark Lanegan, que viajou até Amsterdã para gravar duas canções, “Monochorme Sun” e “Charcoal Eyes (Glass Tears)”, esta última liberada para audição oficial.

The Desecration of Desire – Tracklist:
01. Exquisite
02. Is Vic There? (feat. LOUISAHHH)
03. Frisson (feat. Mt. Sims)
04. Plasmatic
05. Dot Forty One (Mute)
06. Charcoal Eyes (Glass Tears) (feat. Mark Lanegan)
07. Monochrome Sun (feat. Mark Lanegan)
08. Cover Up My Eyes (feat. Gazelle Twin)
09. I’m Not Afraid (feat. Anika)
10. Death Of Pythagoras

>>