O Primavera Sound de Barcelona, visto sob a ótica de Parquet Courts e Ty Segall

>>

* Popload em Barcelona.

popload_privamerasound2016

Tem um Ty Segall no meio do povo. Foto: GETTY

Tem um Ty Segall no meio do povo. Foto: GETTY

* Mais um Primavera Sound histórico acabou na Europa, neste final de semana, com shows num centro cultural lindo de Barcelona que vendia mojitos como água e reuniu dos curitibanos Water Rats e os paulistanos Inky, O Terno e Aldo the Band, ao histórico Mudhoney e aos bagunceiros punk do Black Lips, com direito a um show surpresa do Deerhunter. Que lugar é esse?!?!?!

Antes, por quatro dias, há algumas estações de metrô dali, 20 minutos de táxi, no incrível Parc del Fòrum, por quatro dias centenas de banda se apresentaram para mais de 200 mil pessoas neste primeiro dos grandíssimos festivais do verão europeu, que agora vai ter música chacoalhando o velho continente de todo jeito, por todos os lados. A Popload vai ver se encaixa mais um no circuito, desta vez um… digamos… diferente.

Já a absurda Barcelona, uma das cidades mais legais para circular no planeta, já se prepara agora para mais uma extracool edição do vanguardista Sónar, que acontece enquanto pertinho daqui, na França, as principais seleções de futebol se digladiam na Euro 2016, aumentando os agitos locais em escala assustadora.

Daí que, então, o que queríamos dizer neste começo de semana é que o Primavera pode ser grosseiramente dividido em uns quatro blocos de shows legais. O primeiro é o do show do Radiohead, que faz parte de uma outra liga, de uma outra coisa. O segundo é aquele que juntou atrações como o fundamental LCD Soundsystem, a sempre maravilhosa PJ Harvey, a comoção saudosa do Brian Wilson tocando clássico e clássicos dos Beach Boys, a balada psicodélica para multidões do Tame Impala e mais alguns outros. O terceiro é ver o indie brasileiro fazendo a farra muita ou pouca gente no sempre movimentado palco de novíssimas tendências, enquanto o palco de novas tendências era o Pitchfork, já para um indie mais… popular. Repare nas congruentes incongruências dessa fala toda acima e você tem a medida do que é o Primavera Sound.

Agora, você tem o quarto tipo de shows legais, onde solam dois heróis atuais do indie americano: Parquet Courts e Ty Segall. Que shows maravilhosos. Molecada agitada na frente, cabeças se mexendo e crowdsurf rolando solto do primeiro ao último acorde, momentos que constroem as melhores vibes do festival. Aqui não tem contemplação, não tem divisão público e banda: é envolvimento. É o tipo de show que eu gosto de estar. Assim:



* A foto da chamada na home, com as menininhas legais, é da WARP.

** A Popload voa pela Europa a convite da KLM e Air France.

>>

  • Fabrizio Zorzella Franco

    Estava no show do Parquet Courts e posso dizer com a maior certeza do mundo que foi o show mais legal do festival inteiro: galera insana, cantando, fazendo moshpit, levantando o povo na frente! Totalmente diferente da vibe de dança que tomou conta de praticamente todo o festival… Tomara q vc traga o Parquet pro Brasil, Lucio!

  • Lacordeles Nunes

    Parquet Courts é um dos shows que mais aguardo no Brasil. Quem sabe venha para o Popload Festival! hahaha

  • Daniel Melo

    LUCIO POR FAVOR TRAGA O TY SEGALL!!!!!