O termo é batido, mas continua bem real: Franz Ferdinand incendeia Curitiba. E traz seu fogo indie para SP hj

>>

“This fire is out of control. I’m gonna BURN THIS CITY”.

Untitled-2

* São Paulo vê nesta noite mais um show da banda escocesa Franz Ferdinand no Brasil. Conhecida por suas apresentações incendiárias e uma das melhores simbioses artista-plateia do velho novo rock (estamos falando de 14, 15 anos atrás), a banda de Alex Kapranos costuma mesmo chacoalhar casas de shows por aqui (e acolá) desde o mitológico show no Circo Voador, no Rio, em 2006.

Hoje é no Tom Brasil, o segundo de dois concertos no país pelo selo Popload Gig, braço de shows deste deste site que vos escreve.

Captura de Tela 2018-10-12 às 2.26.55 PM

A apresentação de ontem, na lindíssima Ópera de Arame (fotos acima), em Curitiba, foi o que quase já não se esperava mais de uma banda com tanta história que tem o Franz Ferdinand, mas de um contexto temporal diferente para seu tipo de som, um álbum novo bacana mas que não tem o nível explosivo de seus discos da década passada e por estar desfalcado de um de seus principais integrantes, o guitarrista Nick McCarthy, que deixou o grupo em 2016.

Mas, ali, ao vivo, o Franz não decepciona nunca. Principalmente por seu eterno gás juvenil, pulos e chuvinhas no ar, além do carisma de “escocês simpático” de se comunicar com o público.

Que show bom. Tanto pelas músicas novas e principalmente pelos clássicos, muitos e bastante presentes no setlist, que ainda chapam ouvidos e olhos sem ter cara de velharia. Alex Kapranos e seu Franz Ferdinand ainda dão um excelente caldo indie, como você pode ver aqui embaixo. E, obviamente, poderá ver hoje à noite em São Paulo.

Que semana de shows estamos vivendo!

>>

  • Leocádia Joana Garibaldi Pinto

    nice