OS MELHORES DE 2019, pela Popload – Os álbuns que agitaram a CENA verde e amarela

>>

1 - cenatopo19 melhores2019_discosnacionais

Se o ano lá fora foi dos bons, vale repetir o mesmo papo por aqui. Foi um ano e tanto para a CENA.

No ano que a cultura brasileira precisou provar que é mais forte que as dificuldades que já eram velhas conhecidas, muita música foi feita. Músicas feitas por jovens artistas, por veteranos da CENA. Feita no indie, feita no rap, na linhagem da MPB. Feita com engajamento, feita de olho em extrapolar limites conhecidos.

Com certeza, não ouvimos tudo de bom que foi feito, mas fica o recorte e a vontade de sempre: ouvir tudo. O que você já ouviu da lista?

Boogarins – Sombrou Dúvida
Nossa melhor banda, talvez. A mais bem sucedida lá fora atualmente, com certeza. O quarteto fez mais um disco e tanto. Mais dúvidas que respostas, um som mais burilado, novos caminhos apontados. E mesmo sendo tão esquisitos como sempre, foram tocar até na Globo dessa vez.

Ana Frango Elétrico – Little Electric Chicken Heart
Aliterações, rimas psicodélicas, letras cifradas e uma voz que queremos ouvir repetidas vezes. Ana Frango Elétrico as canta com uma voz que no álbum faz duvidar que possa ser tão modular e afinada ao mesmo tempo, mas que ao vivo encanta como uma peça de arte moderna, que você não entende completamente mas sabe que é algo incrível.

Terno Rei – Violeta
Vale repetir o que já falamos por aqui: muito indie para ser MPB, muito MPB para ser indie. E muito bom para você ignorar. E aqui está uma das músicas mais acertadas e lindas do ano: “Dia Lindo”.

Black Alien – Abaixo de Zero: Hello Hell
A experiência de Black Alien fez a diferença aqui. No que talvez seja seu melhor trabalho em termos de produção – coesa, moderna, acertada -, ele dá show em letras trabalhadíssimas que soam fluídas como um improviso.

Vivian Kuczynski – Ictus
A voz. A produção. As letras. Vivian tem 17 anos e já apresenta uma maturidade absurda. Mais do que isso, coloca sua música para conversar com os nossos trabalhos favorito

Brknks – “Morri de Raiva”
Na tradição do melhor da música alternativa dos anos 90, Brknks consegue que aquele velho som soe atual, feito para 2019. Seja nas letras bem sacadas, no tom, no clima, até quando quer soar tristinha.

Rakta – Falha Comum
Ter o trio reduzido a uma dupla parece que não afetou a ampliação dos horizontes da Rakta. Pelo contrário. Aqui elas vão mais longe na experimentação. Mais difícil de rotular do que nunca, uma viagem mais válida do que nunca.

Apeles – Crux
A experiência lá fora, na Alemanha e em Portugal, coloca o trabalho do Apeles em outro patamar. Lições para si e para a cena em uma mistura de folk, dream pop e experimentalismos.

Emicida – “AmarElo”
Emicida segue no trabalho de afirmar o rap como parte da música brasileira e não como acessório de luxo. Aqui a missão soa mais bem acabada do que nunca. Tem gente que vai falar que não é rap, mas é sim.

MC Tha – “Ritos de Passá”
Quem ainda tem dúvidas da importância do funk na música brasileira pode começar por aqui a desbravar o tamanho do gênero e suas possibilidades. MC Thá já rastreou o que fazer e como fazer isso muito bem.

Quem votou:

Isadora Almeida
10 – Bruna Mendez – Corpo Possível
9 – Papisa – Fenda
8 – Gumes – Adorei Você
7 – Brknks – “Morri de Raiva”
6 – Apeles – Crux
5 – O Terno –
4 – Raça – Saúde
3 – Ana Frango Elétrico – Little Electric Chicken Heart
2 – Boogarins – Sombrou Dúvida
1 – Terno Rei – Violeta

Lúcio Ribeiro
10 – Brknks – “Morri de Raiva”
9 – Papisa – Fenda
8 – Apeles – Crux
7 – Rakta – Falha Comum
6 – Supervão – Faz Party
5 – Ana Frango Elétrico – Little Electric Chicken Heart
4 – Boogarins – Sombrou Dúvida
3 – Terno Rei – Violeta
2 – Vivian Kuczynski – Ictus
1 – Black Alien – Abaixo de Zero: Hello Hell

Fernando Scoczynski Filho
5 – Ana Frango Elétrico – Little Electric Chicken Heart (6)
4 – Deafkids – Metaprogramação (7)
3 – Brvnks – Morri de Raiva (8)
2 – Rakta – Falha Comum (9)
1 – Boogarins – Sombrou Dúvida (10)

Vinicius Felix
10 – Nill – Lógos
9 – YMA – Par de Olhos
8 – Fresno – sua alegria foi cancelada
7 – Ana Frango Elétrico – Little Electric Chicken Heart
6 – Vivian Kuczynski – Ictus
5 – Black Alien – Abaixo de Zero: Hello Hell
4 – Djonga – Ladrão
3 – Nego Gallo – Veterano
2 – MC Tha – “Ritos de Passá”
1 – Emicida – “AmarElo”

>>