POPNOTAS: As amigas de Julien Baker, as inspirações do Death from Above 1979 e a ferveção nordestina do FERVE

>>

– A gente não cansa de escrever sobre o novo álbum da Julien Baker, que chega no dia 26 de fevereiro. Até aqui todos os singles de “Little Oblivions”, seu terceiro disco, são nota 10 e apontam o novo direcionamento de sua carreira – mais banda do que só voz e guitarra. E não é diferente com “Favor”, este single mais recente. A faixa tem como acréscimo os vocais de apoio de Lucy Dacus e Phoebe Bridgers, as parceiras de Julien na ótima trinca de “amigas sensíveis” boygenius. Aos que “precisam do trio para viver” (brincadeira “séria” e interna no indie americano), vale avisar que vem mais por aí. Lucy conta que os vocais de “Favor” foram registrados no mesmo dia que “Graceland Too”, faixa da Phoebe em “Punisher”, que também vocais do trio, e que dessa sessão resta a sua música em trio. Quando será que Lucy lança essa?

– Let’s make love and listen to Death from Above, como nos ensinou o CSS. E, no caso de levarmos a cabo a frase, com músicas inéditas da banda. Sim, a dupla canadense Death from Above 1979, que fazia um barulho danado no novo rock de 2001 enquanto os Strokes nos contavam sobre last nite e o Rapture ficava na casa dos amantes ciumentos, voltou para soltar seu quarto disco no dia 26 de março. “Is 4 Lovers” já ganhou seu primeiro single, com vídeo, a “lentinha” “One + One”. Lentinha para os padrões DFA, 1979, claro.Jesse F. Keeler e Sebastien Grainger ainda têm o que falar. E tocar.

– CENA: Um coletivo de artistas, produtores e ativistas do Nordeste foi formado para dar vida ao FERVE, um encontro sonoro que viaja pela fronteira entre a Paraíba e o Rio Grande do Norte produzindo um ideia conjunta de beats tropical, mais perto do Caribe do que das “capitais”, graças a Deus no caso. O FERVE foi uma ideia que, veja você, envolveu em São Paulo, em 2018, nomes da cena indie nordestina brazuca como Anderson Foca, Chico Correa, Gabriel Souto, Jéssica Caitano, Wilson Batata e Teago Oliveira, Luê, Luisa e os Alquimistas, Felipe Cordeiro, entre outros. A princípio o coletivo acabou gerando mais de 20 ideias de faixas e beats que virariam músicas bandas como Luisa e os Alquimistas, Jéssica Caitano e Orquestra Greiosa. Agora a FERVE tem outras ambições, que incluem uma formação mais sólida e mais com cara de banda (Anderson Foca, Dj Guirraiz e Daniel Jesi), ter uma versão de DJ set e lança hoje na virada desta noite nas plataformas o EP “Liberdade pra Falar” com cinco músicas, que a gente já libera aqui embaixo, pelo Youtube.

1. “No Hay Dinero” – Feat. Sebastianismos (00:00​)
2. “Dotô” – Feat. Playboi Zuka (03:06​)
3. “Hey” – Feat. Filosofino (06:02​)
4. “Roda Brincadeira” – Feat. Ângela Castro (09:19​)
5. “Gasolina” – Feat. Michu Mendez (12:32​)

>>