Seu corpo, sua performance poderosa. Megan Thee Stallion mostra “Body” ao vivo pela primeira vez

>>

Captura de Tela 2020-11-23 às 6.22.08 PM

* Voltamos ao American Music Awards de ontem, menos pelo prêmio quaquá em si e mais pelas performances. Ou “A” performance, considerada a melhor da noite.

Focamos então na espetacular apresentação da já bombástica cantora, rapper, dançarina e compositora Megan Thee Stallion, não nessa ordem, mostrando pela primeira vez ao vivo seu megahit instantâneo “Body”, faixa que faz parte de seu álbum de estreia, “Good News”, lançado sexta passada.

“Body”, incrível, é um hip hop com guitarra de rock. Lembra Run DMC ou Beastie Boys, desculpe a lembrança despropositada. Foi composta na quarentena por Megan, fazendo a linha hedonista porém realista, pois inspirada em seu corpão. E no trato e admiração de seu “body” durante a quarentena.

O corpo dela, as regra delas, “A” apresentação dela.

>>

  • Leocádia Joana Garibaldi Pinto

    Parece que a exigência da premiação é cantar de verdade! Ela e a Billie foram as únicas que não cantaram! Bostas de performances!!