Sonidos Popload – Uma certa banda chamada Soda Stereo

>>

* Dentro das colunas especiais que a Popload traz aos fins de semana, chamamos o “local” Horácio Martin, o Horaz, jornalista e videomaker argentino, para contribuir com pitacos latinos, assinando sua coluna que nasce aqui agora, a “Sonidos”. Horaz se junta ao time que tem Tom Leão falando de cinema e Felipe Evangelista tratando de hip hop.

foto 2

Sonidos, por Horaz Martin

Para minha estreia nesta coluna, quero voltar um pouco no tempo e nos fatos para contar a história de uma banda que é muito importante para o Rock Latino, mas aqui no Brasil a maioria parece não conhecer. Era 1980, em Buenos Aires, Argentina, quando três adolescentes assistem atônitos ao show do Police no Estádio Monumental. Fãs da banda e do novo estilo new wave, que surgia naquela época, dois anos depois decidem formar eles mesmos um grupo. O nome escolhido é Soda Stereo. Em 84, lançam seu primeiro disco homônimo, que, com músicas pop dançantes, fazem muito sucesso num momento de alegria generalizada pela volta da democracia no pais.

Entre 85 e 86 a música deles começa a amadurecer e, influenciados por bandas como The Cure e Talking Heads, lançam discos de rock mais experimentais e de alcance mais amplo, começando a fazer sucesso comercial. Não só na Argentina como no resto da América Latina. Isso os leva a fazer turnês em países como México, EUA (parte Latina), Venezuela , Colômbia e Chile. E assim começam a popularizar o Rock Latino em todo o continente. No final dos anos 80, eram a banda de rock mais popular dos países de língua hispânica desta região. E a Soda Mania estava instalada por todos os cantos.

Na década de 90 continuaram fazendo bons discos de rock com pegadas de música eletrônica e britpop, criando hits atrás de hits rapidamente. Em 1997 decidem se separar e fazem o show de despedida chamado “El Ultimo Concierto”, no estádio do River Plate, 17 anos após terem visto o Police no mesmo lugar.

Dez anos depois, em 2007, retornam para fazer uma turnê pela América Latina onde quebram recordes de público em várias cidades e tem uma assistência de mais de 1 milhão de pessoas, se tornando a maior banda de rock latina de todos os tempos, por causa desses números.

Screen Shot 2014-11-02 at 15.27.14

Screen Shot 2014-11-02 at 15.27.31

Agora o Soda Stereo não volta mais. Pelo menos não como surgiu e conquistou milhares de fãs. Infelizmente, há poucas semanas, dia 4 de setembro, morreu em Buenos Aires Gustavo Cerati, ex-vocalista e guitarrista da banda, aos 55 anos. Cerati faleceu depois de estar mais de quatro anos em coma, devido a um AVC que sofreu na Venezuela durante a turnê da sua carreira solo.

Foi realmente uma grande perda para os sons latinos. Sempre experimental e vanguardista, sua música abriu a cabeça de muitos jovens. E a maioria das bandas novas que surgiram no final dos anos 80 e começo dos 90 foram influenciadas pelo estilo e o som deles. Para nomes fortes do cenário alternativo latino como Babasonicos da Argentina, Café Tacuva do México e Los Três do Chile, o Soda Stereo foi uma referência musical.

Aqui, a banda ficou conhecida porque o Capital Inicial fez uma releitura da canção “De Música Ligera” (aqui, “A Sua Maneira”), que tocou bastante no rádio. Ainda assim, o Soda Stereo nunca conseguiu fazer shows no Brasil. O mesmo aconteceu com várias outras bandas latinas de rock dos anos 80 e 90 que jamais conseguiram emplacar algo no país por causa do idioma.

Trinta anos depois da Soda Mania, o cenário mudou e essa barreira musical está sendo derrubada graças à internet. Cada vez mais pessoas no Brasil estão se interessando pela nova música latina. O Lollapalooza Brasil incluiu no line-up deste ano as bandas Café Tacuva e Illya Kuryaki, que fizeram shows bem concorridos e animados mostrando essa atenção aos sons latinos por parte do público e por parte dos organizadores.

Essa abertura pode ser conferida sábado que vem, dia 8 de novembro, no SESC Belenzinho. Lá irá se apresentar a banda colombiana Bomba Estéreo, de Bogotá, que vem pela terceira vez ao Brasil. Eles fazem um show com bastante energia, misturando rock com música eletrônica, reggae, cumbia e vallenatos. Estes dois últimos são sons típicos colombianos. Não perca, porque não tem como não pular quando, por exemplo, eles tocam um dos hits deles, ou talvez o maior, “Fuego”.

Na próxima edição da coluna, se tudo der certo, traremos um papo com a banda contando como está a cena musical colombiana.

Deixo agora um vídeo de Soda Stereo chamado “En La Ciudad de La Fúria”, de 1989. Quase um curta-metragem, foi um dos primeiros clipes com uma grande produção feito na Argentina.

Soda Stereo – La ciudad de la furia (EDICION ORIGINAL) from bluedeep on Vimeo.

E também um do Bomba Estéreo junto ao Quiero Club fazendo um acústico juntos, onde no final relembram Gustavo Cerati e a Soda Stereo com o refrão de “De Musica Ligera”:

Hasta la próxima!

  • Lion Gryffindor

    Passando pra comentar que brotei aqui porque estava procurando por Soda Stereo no Google….

  • Stephan

    Soda Stereo é mto bom! Realmente uma pena que aqui no Brasil são quase anônimos…

  • Danielly Nascimento

    Passando aqui anos depois da matéria ser publicada pra dizer que essa banda é maravilhosa!!!!! Pena que realmente é pouco conhecida no Brasil! E pena que seu vocalista teve um fim trágico, porém, tenho certeza que as canções estão eternizadas.