Sujeito que também é banda, Ernest Greene solta som inédito do disco novo do Washed Out

>>

040820_washedout2

Sempre que eu vou falar do Washed Out, eu conto uma mesma história do meu contato inicial com a banda. Certa vez, eu ia ver o grupo no South by Southwest e comecei a pesquisar, ler com mais profundidade. Daí caí numa definição que dizia que a música de Ernest Greene era, para uma menina, o som que ficava quando o garoto ia embora no fim do verão.

Projeto musical deste jovem americano que mistura quantidades iguais de guitarras e synths, um certo indie psicodélico com batidas eletrônicas, respiro fresco de dream pop, o Washed Out está preparando para a próxima sexta-feira, 7 de agosto, o lançamento de “Purple Noon”, quarto álbum de estúdio da carreira.

Entre as canções está “Paralyzed”, lançada nesta terça-feira, disponível ao final do post.

Greene foi o responsável por escrever, gravar e produzir todo o álbum, que é o primeiro da banda em três anos.

>>