Ufa. Bandas indies de hoje dão jeito nos Titãs

>>

* Veio à luz ontem uma homenagem à velha banda paulistana Titãs, que já perdeu uns 80% de seus integrantes originais e incrivelmente continua na ativa e sendo notícia. O tributo vem em forma do álbum “O Pulso Ainda Pulsa”, 32 faixas que atualizam sucessos ou não da banda dos anos 80 com sanguinho novo, uma desconstrução e depois reconstrução por parte de bandas independentes brasileiras de hoje.

Captura de Tela 2016-08-03 às 13.18.59

O projeto é de João Pedro Ramos, do blog Crush em Hi-Fi, e Rafael Chioccarello (do Hits Perdidos), que convidaram bandas de Abacates Valvudos a Giallos, para transformar os Titãs blues, electro, experimental etc.

A coletânea “O Pulso Ainda Pulsa”, da capa acima, está disponível para audição e download aqui, espelho do álbum no Soundcloud.

Captura de Tela 2016-08-03 às 13.23.42

A gente destaca quatro faixas das que conseguiram sair de algum modo da “normalidade Titãs” e botam a polêmica e veterana banda num certo “mundo invertido”. E terminam com resultado melhor que o original, na nossa opinião, claro. O primeiro é do duo garagem-punk paulistano Fingerfingerrr (foto da home) que refez “Polícia”. Outra é do grupo indie-do-indie curitibano Subburbia (foto acima do “trio”, haha), que “azucrina” na medida a música “Lugar Nenhum”.

O bom duo mineiro punk e fashion (não “punk fashion”, veja bem) Horror Deluxe transformou “Taxidermia/Nem Sempre Se Pode Ser Deus” em Cramps. E o felino Aletrix, trio de SP, deu a debilidade necessária à boa “Flat Cemitério Apartamento”.

>>