Vai treinando. Queens of The Stone Age espalha raridades em suas mais recentes apresentações. Domingo é no Rio

>>

* Bom, vai começar a maratona louca de mil shows lokos no Brasil. Domingo, no Rio de Janeiro, o Maracanã recebe dois pesos pesados da música independente kind-of, os almighties Foo Fighters e Queens of the Stone Age. Vamos focar na banda do Josh Homme, por agora.

No início deste ano, o Queens of the Stone Age fez seus primeiros shows desde que ocorreu “aquele incidente” entre o vocal guitarrista Josh Homme e uma fotógrafa, em dezembro do ano passado.

Durante as oito datas da atual miniturnê pelos EUA e Canadá, a banda californiana mostrou uma variedade surpreendente nos seus setlists, com algumas raridades que não apareciam há tempos em shows.

Isso pode ser um bom indicador para nós, brasileiros, já que a banda fará cinco apresentações por aqui logo mais (depois do Rio no domingo, as bandas brothers tocam em SP nos dias 27 e 28, Curitiba 2/3 e POA no dia 4). Imaginamos que o QOTSA tocará por apenas uma hora e pouquinho em cada cidade, já que é uma “banda de abertura”. Mas já dá para criar esperanças de ver algumas dessas músicas aqui.

Tipo as deste final de semana, na Califórnia, quando a banda mandou uma cover do clássico “Goodbye Yellow Brick Road” do Elton John (com o produtor inglês Mark Ronson no piano), e outra das raridades no mesmo concerto.

Destacamos, abaixo, SETE vídeos dessas performances raras recentes: “How to Handle a Rope” e “You Can’t Quit Me, Baby”, ambas sumidas desde 2011; “Everybody Knows That You’re Insane”, que não aparecia desde 2005 (!); “Tangled Up in Plaid” e “A Song for the Deaf”, tocadas pela última vez em 2013, e a deste final de semana, “Broken Box”, que não aparecia ao vivo desde 2006 e foi tocada agora na Califórnia, ainda com o Ronson. E, claro, eles fazendo Elton John.

Uma publicação compartilhada por @lairy_girl em

** As imagens deste post são do fotógrafo americano Drew A. Kelley, usadas no jornal californiano “Daily Breeze”.

>>