Popnotas – Com Brandon Flowers “em crise”, The Killers solta novo single. Neil Young lança mais um disco. E um show incrível da musa PJ Harvey, tocando o último álbum ao vivo

Popnotas – Com Brandon Flowers “em crise”, The Killers solta novo single. Neil Young lança mais um disco. E um show incrível da musa PJ Harvey, tocando o último álbum ao vivo Foto: Samir Hussein/WireImage

*** O The Killers, de recente passagem pelo Brasil para o Primavera Sound, soltou um novo single cheio de energia nesta sexta-feira. Não parece, mas a banda norte-americana já está na estrada há duas décadas, a ponto de soltar um Greatest Hits intitulado “Rebel Diamonds”. No meio de grandes sucessos como “When You Were Young”, “Human” e, claro, “Mr. Brightside”, o grupo de Las Vegas liberou a versão de estúdio inédita de “Spirit”, que já vinha sendo tocada em alguns shows. Em entrevistas deste ano, Brandon Flowers contou que estava no meio da gravação de um disco novo, mas resolveu abortá-la porque o som não estava soando autêntico e que quer fazer um novo trabalho mais profundo e menos anos 80. “Parecia que estávamos forçando alguma coisa. Amamos música de sintetizador, faz parte do nosso DNA e temos grandes contribuições nesse gênero. Amamos bandas como New Order e Depeche Mode, então está longe de ser algum tipo de desprezo. Simplesmente não parece o certo para nós neste momento. Acho que você não nos verá mais fazendo esse tipo de música. É o tipo de crise que estou no momento. Estou mais propenso a fazer músicas como as do disco ‘Pressure Machine’ (2021)”, disse o vocalista ao jornal inglês The Sun.

*** O grande Neil Young segue com sua energia de menino e soltou MAIS UM disco em 2023. Depois de resgatar “Chrome Dreams” – sua obra perdida – no início do ano, o lendário cantor, compositor e guitarrista canadense lançou hoje “Before and After”, álbum no qual ele regravou de forma acústica sons diversos de sua carreira de mais de cinco décadas, em arranjos non-stop, passando a vibe de um show num barzinho. O projeto inclui canções super conhecidas, como “Comes a Time”, e também sons mais obscuros, como “Burned”, a primeira faixa que ele fez ainda para o Buffalo Springfield na década de 1960 e a até então nunca lançada “If You Got Love”. São quase 50 minutos deliciosos de Neil Young sendo Neil Young, tocando violão, gaita e piano. Imperdível, como sempre.

*** A incrível PJ Harvey divulgou, em parceria com o canal francês ARTE, um vídeo completo de um show recente realizado no histórico Olympia, em Paris. A performance de uma hora e meia conta com 22 músicas, incluindo a execução na íntegra de “I Inside the Old Year Dying”, álbum lançado pela cantora neste ano, o primeiro dela desde 2016. A apresentação na capital francesa aconteceu no dia 13 de outubro e tem PJ Harvey acompanhada por sua banda completa, incluindo o seu fiel escudeiro John Parish. Fica a dica para o fim de semana.

PJ Harvey – Olympia de Paris
0:57 Prayer at the Gate
5:40 Autumn Term
9:13 Lownesome Tonight
13:46 Seem an I
16:56 The Nether-Edge
20:57 I Inside the Old Year Dying
23:01 All Souls
27:38 A Child’s Question, August
31:08 I Inside the Old I Dying
34:32 August
37:18 A Child’s Question, July
40:41 A Noiseless Noise
45:00 The Colour of the Earth
47:55 The Glorious Land
51:49 The Words That Maketh Murder
55:50 The Garden
1:01:10 The Desperate Kingdom of Love
1:04:09 Man-Size
1:07:30 Dress
1:11:12 Down by the Water
1:15:35 To Bring You My Love
1:23:20 White Chalk

In-Edit 2024 – anúncio horizontal interna
SPCF Café e Música – anúncio horizontal fixo interna